fbpx

Igreja faz declaração após onda de vandalismo em várias capelas e no Templo de Orem

Nos últimos três meses, houve vários incidentes de vandalismo em edifícios pertencentes à Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em Utah.

Em julho, três suspeitos foram presos por vandalizar várias capelas no Condado de Washington. Ao longo de alguns dias, 14 edifícios tiveram janelas quebradas, de acordo com a Fox 13 News.

Em agosto, seis edifícios da Igreja em Sandy e Draper, juntamente com um em Orem, foram vandalizados. Grafites com spray foram feitos nos edifícios em Salt Lake, e um edifício em Orem foi arrombado e saqueado.

vandalismos em capela sud

Esses incidentes parecem ser uma resposta a um artigo da AP News relatando um caso de abuso infantil relacionado à Igreja no Arizona. As palavras “predadores bem-vindos” e mensagens semelhantes foram pichadas nos edifícios, informou a Deseret News.

E no início desta semana, após uma investigação federal, o incêndio de 25 de julho no Templo de Orem Utah, agora em construção, foi declarado como incêndio criminoso.

O Departamento de Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e Explosivos divulgou esta imagem do incêndio de 25 de julho de 2022 em uma despensa no terceiro andar do Templo de Orem Utah. Veja algumas imagens abaixo: 

Templo de Orem - incêndio vandalismo

Os investigadores determinaram que o incêndio foi causado por incêndio criminoso e a ATF ofereceu uma recompensa em dinheiro de US $5.000 por informações que levassem a uma prisão e condenação no caso.

De acordo com a Deseret News, os incidentes de vandalismo na Igreja aumentaram entre 2020 e 2021. Em resposta aos recentes incidentes de vandalismo, o porta-voz da Igreja Doug Andersen disse ao Deseret News:

“Nos últimos anos, houve um infeliz aumento mundial de violência, vandalismo e profanação de locais e edifícios religiosos, incluindo tiroteios, incêndios criminosos, grafites, danos a instalações e outros. Isso também afetou capelas e templos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Esses espaços são locais sagrados de reunião e adoração e devem ser locais de paz e segurança. Somos gratos pelos esforços dos agentes da lei locais e federais que investigam tais casos e exercem a lei sobre aqueles que se envolvem nessas ações.”

Fonte: LDS Living

| Notícias, Popular

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *