Recato: Palavras proferidas pelos líderes da Igreja 

recato

As regras por trás do recato são vagas e, no final, até critério individual. Nós somos abençoados por ter líderes da Igreja amorosos para nos guiar na direção certa, e é importante ouvir seus conselhos sobre o tema.

“Glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito”

A seção sobre recato no livreto Sempre Fiéis começa com 1 Coríntios 6:19-20: “Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus”.

Ao tentar decidir se uma peça de roupa é recatada, o Sempre Fiéis sugere perguntar a si mesmo se você ficaria confortável usando-a na presença do Senhor. Também diz: “Suas roupas são a expressão de quem você é. Elas emitem mensagens sobre você e influenciam a maneira como você e os outros agem. Quando estão bem arrumados e vestidos com recato, convidam a companhia do Espírito e podem exercer uma boa influência naqueles que os cercam”.

Abster-se de julgar os outros.

Por causa do fato de todo mundo praticar o recato um pouco diferente, é importante manter os sentimentos dos outros em mente e abster-se de julgar.

Sempre devemos ser semelhantes a Cristo e compassivos para com nossos irmãos e irmãs. Não importa o que eles estão usando ou qual é sua aparência. Deus os ama com um amor perfeito, e sempre devemos mostrar respeito e amor uns pelos outros.

“O recato é um princípio do evangelho”

Na revista Liahona de agosto de 2008, o Élder Robert D. Hales escreveu sobre como o recato não é apenas uma tradição cultural na igreja — é um princípio do evangelho. “De fato”, ele escreveu, “o recato é fundamental para sermos dignos da companhia do Espírito. Ser recatado é ser humilde, e a humildade convida o Espírito a estar conosco.

O Élder Hales também listou alguns itens de vestuário para evitar. “Em nosso dia-a-dia, não são aceitáveis os trajes indiscretos como saias ou shorts muito curtos, roupas justas, camisas e blusas que não cubram a barriga e outras roupas impróprias. Os homens e as mulheres — o que inclui os rapazes e as moças — devem usar roupas que cubram os ombros e evitar roupas decotadas na frente ou atrás ou que sejam reveladoras de qualquer outra forma”.

Ele também mencionou como devemos evitar extremos quando se trata de estilo e certificarmo-nos de ter uma aparência pura e limpa. Ele escreveu: “Nossas vestimentas servem para muito mais do que cobrir o corpo: refletem quem somos e o que desejamos ser, tanto na mortalidade quanto na eternidade por vir”.

Temos arbítrio moral.

No seu discurso de conferência geral de 2005, o Élder Jeffrey R. Holland compartilhou belas ideias sobre o recato e escreveu sobre nosso arbítrio pessoal como santos dos últimos dias.

Ele disse que: “A Igreja nunca negará a vocês o arbítrio moral para decidir o que vestir e para ter a aparência que bem entenderem, mas ela sempre declarará os padrões e ensinará princípios. . . . No evangelho de Jesus Cristo, o recato está sempre na moda. Nossos padrões não podem ser mudados pela sociedade.

O Élder Holland aconselhou as moças e os rapazes a escolher suas roupas como eles escolheriam os seus amigos. “escolham aquelas que as tornem melhores e que lhes deem confiança para estar na presença de Deus (ver D&C 121:45). As boas amizades nunca nos constrangem, diminuem ou exploram. O mesmo se aplica às roupas”.

Nosso corpo é sagrado.

A seção de tópicos do lds.org enfatiza a importância do recato e do caráter sagrado do corpo humano. Diz ali: “Os profetas sempre nos aconselharam a vestir-nos com recato. Esse conselho fundamenta-se na verdade de que o corpo humano ’ é uma criação sagrada de Deus. Precisamos respeitar nosso corpo como uma dádiva de Deus. Por meio das roupas e da aparência, podemos demonstrar ao Senhor que sabemos quão precioso é nosso corpo”.

“Nunca rebaixe seus padrões de vestuário”

O Para o Vigor da Juventude enfatiza que os padrões do Senhor não mudam e os padrões de recato também não. “Nunca rebaixe seus padrões de vestuário. Não use uma ocasião especial como desculpa para a falta de recato. Ao se vestir sem recato, você envia uma mensagem que é contrária à sua identidade de filho ou filha de Deus.”

Fonte: LDSLiving

Relacionado:

Mórmons no WhatsApp: Por que os mórmons não usam roupas mais reveladoras?

| Para refletir

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *