Nove crianças com 34 discos de ouro e platina, programas de televisão, mais de 102 milhões de discos vendidos em todo o mundo e um público internacional no Reino Unido que rivalizava os Beatles nos Estados Unidos. Sem mencionar uma fundação sem fins lucrativos que doou mais de US $ 5 bilhões para 170 hospitais infantis em todo os EUA.

E você sabia que ela era uma santo dos últimos dias fiel que compartilhou sua fé sem medo, com todas as pessoas?

A mulher por trás disso tudo? Olive Osmond.

Olive e George

Nascida em Idaho, Olive May conheceu George Osmond em Ogden, Utah, onde trabalhava como secretária. Os dois se apaixonaram e se casaram em 1 de dezembro de 1944. Nos primeiros anos de casamento Olive e George tiveram dois filhos, Virl e Tom, ambos tinham nascido com uma condição degenerativa que os deixou quase surdos.

No entanto, o medo de que seus próximos filhos sofressem o mesmo problema não os impediu de lutar pelo sonho de ter uma família grande. Então Alan, Wayne, Merrill, Jay, Donny, Marie e Jimmy nasceram.

No início dos anos 1960, George formou um quarteto com os filhos Alan, Wayne, Merrill e Jay. Por causa do sucesso, eles começaram a se apresentar na Disneylândia. Ao se apresentar em um especial da Disney na televisão, o quarteto chamou a atenção do pai de Andy Williams, e logo a família se tornou parte do Andy Williams ‘Show .

A partir daí, o caminho da família para o estrelato continuou, levando-os a locais exóticos e a encontrar celebridades em todo o mundo.

Mas mesmo com a súbita onda de fama e fortuna, Olive tinha a certeza de manter seus filhos com os pés no chão e ensinar-lhes a fé e as verdades que ela tanto amava. Em cada oportunidade, Olive procurava compartilhar essas crenças com aqueles que ela conheceu. Essa coragem fez com que ela compartilhasse o Livro de Mórmon com Elvis Presley e a Rainha Elizabeth.

Elvis Presley

Em um post em seu blog de família, Alan Osmond escreveu sobre quando Elvis Presley assistiu uma de suas apresentações. Após o show, Elvis foi cumprimentar a família nos bastidores. “Uma das primeiras coisas que ele disse foi: ‘Ei, eu amei os macacões!'”, relembra Alan.

E esse foi o começo de uma longa amizade entre a família Osmond e Elvis Presley. “Elvis estava interessado em conversar com nossos pais e ele adorou conhecer minha mãe, Olive”, lembra Alan no post do blog. “Elvis lhe deu um abraço disse o quanto sentia falta da mãe dele que tinha falecido”.

No funeral de Olive , Merrill Osmond contou uma história onde sua mãe deu a Elvis Presley uma cópia do Livro de Mórmon. Os dois sempre conversavam por telefone e Olive disse a Merrill que uma de suas primeiras tarefas no céu seria procurar Elvis para ver como ele estava.

A rainha

Mas o trabalho missionário de Olive não parou com os amigos astros do rock. Ela também teve a coragem de compartilhar sua fé com a rainha da Inglaterra.

Jimmy Osmond, o mais novo da família, lembrou o quão estrito, intimidador e assustador era a preparação para conhecer a rainha. “Tinha todo um protocolo”, disse ele. “‘Não levante a mão a menos que ela levante a dela. Não fale com ela a menos que ela fale com você primeiro’. Quando o momento chegou ela veio até mim primeiro e eu disse: “Olá, senhora rainha.”

Mais tarde, Jimmy lembrou que sua mãe entregou à rainha um Livro de Mórmon, dizendo: “Quero lhe dar meu bem mais precioso”.

“Em outra ocasião, eu me apresentei novamente para a rainha com meus irmãos”, escreveu Jimmy em seu artigo. “Ela conversou comigo por um segundo e disse: ‘Eu me lembro da sua mãe, e eu ainda tenho … sua Bíblia Mórmon. ‘”

Fonte: LDSLiving

Relacionado:

O Dia Em Que Elvis Presley Frequentou o Seminário