Mantenha o senso de humor em seu casamento, porque não será possível sobreviver sem ele. Vocês terão que rir de alguns dos problemas e algumas de suas reações e algumas das reações do seu cônjuge. Vocês terão que ver o lado positivo das coisas. Eu sempre tentei fazer isso com a Pat e ela comigo.

Mas também, no casamento, não há nada de provisório. Temos de nos sentar, apertar o cinto e colocar o pé na estrada. Não pegue nenhuma rota de fuga. Não diga a cada 20 minutos, “É, acho que já não estou mais tão animado com o casamento como eu pensei que estaria! Não foi assim que me disseram que seria.”

Não é justo para ninguém, não é justo com você, não é justo com o seu cônjuge e não é justo com Deus, que você continue fazendo essa pergunta. Nós a fazemos uma vez, de certo modo, quando tomamos a decisão de nos casarmos, e então nos apertamos e permanecemos fiéis aos nossos convênios eternos.

É uma verdade do evangelho que você pode fazer o casamento que você deseja. Essa é a questão do arbítrio. Não significa que os dias ruins não virão, porque eles virão. Não significa que não haverá tristeza, dificuldades, discussões, alguns altos e baixos e algumas coisas que não darão certo. É a vida.

Eu não quero que ninguém interprete mal o que eu estou dizendo, eu percebo que pode haver uma situação abusiva ou violenta dando um motivo legítimo para se sair de um casamento. Quando houver uma exceção legítima, você saberá, seus líderes do sacerdócio saberão e Deus saberá. Mas a regra é, você trabalha, ora, serve, ama, ri, perdoa e aguenta. Essa é a regra. É possível você fazer o casamento que quiser. Isso é uma verdade do evangelho.

Fonte: Página Oficial do Facebook do Élder Holland

Relacionado:

O Élder Holland dá dicas de como obter sucesso no amor