O Trabalho dos Anjos Na Época Atual

Em seu novo livro, “Accomplishing the Impossible: What God Does, What We Can Do” (Fazendo o Impossível: o que Deus Faz, O Que Nós Podemos Fazer), o presidente Russell M. Nelson compartilha uma poderosa experiência pessoal que teve com anjos, assim como muitos exemplos fascinantes das escrituras e da história da Igreja. Aproveite o trecho abaixo e saiba mais sobre estes seres celestiais.

Nós realmente acreditamos em anjos? Bem, a resposta é não e sim. Não, não acreditamos em anjos como a maioria das pessoas os imaginam, com enormes asas e rostos rechonchudos. Mas nós acreditamos em anjos que servem como mensageiros nomeados do céu.

Na época do Natal, falamos de anjos quando analisamos a doce história sobre os pastores que estavam cuidando de seus rebanhos durante a noite:

“E o anjo [do Senhor] lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo.”

“Pois hoje, na cidade de Davi, vos nasceu o Salvador, que é Cristo, o Senhor.” (Lucas 2:10-11)

Outros anjos – mensageiros celestes – participaram da Restauração. E agora sabemos mais sobre eles.

anjos

Mensageiros Celestiais

Morôni, o último de uma linha de profetas de uma civilização americana antiga, possuía as chaves do sacerdócio para um antigo registro sagrado que nós conhecemos hoje como o Livro de Mórmon. Morôni foi preordenado para essa responsabilidade. Isso foi revelado no livro bíblico de Apocalipse. João profetizou:

“E vi outro anjo voar pelo meio do céu, e tinha o evangelho eterno, para proclamá-lo aos que habitam sobre a terra, e a toda nação, e tribo, e língua, e povo”.

Miguel é identificado como o arcanjo, ou anjo-chefe. As revelações modernas nos informam que Miguel é Adão, patriarca da família humana.

O anjo Gabriel é um mensageiro celeste bem conhecido para os estudantes da Bíblia. Deus enviou Gabriel a Daniel, a Zacarias e a Maria, cada vez com uma mensagem específica de importância suprema. Na revelação moderna, Gabriel foi identificado como Noé.

O anjo Gabriel foi o mensageiro que trouxe as novas de que Isabel e Zacarias seriam pais de um bebê, mais tarde conhecido como João Batista. A Escritura nos diz que João “… foi batizado quando ainda na infância e, quando tinha oito dias de idade, foi ordenado por um anjo de Deus … [para] endireitar as veredas do Senhor diante da face de seu povo”

A Bíblia nos informa que João Batista foi decapitado. Sua responsabilidade nos últimos dias de restaurar o sacerdócio aarônico também é um testemunho impressionante da realidade da gloriosa ressurreição.

O Livro de Mórmon acrescenta muito para a nossa compreensão sobre anjos. Um exemplo elucidativo está no capítulo sete de Terceiro Néfi:

“E aconteceu que Néfi — tendo sido visitado por anjos e também pela voz do Senhor; tendo, portanto, visto anjos e sendo testemunha ocular; e tendo recebido poder, a fim de que soubesse a respeito do ministério de Cristo … começou a pregar ousadamente o arrependimento e a remissão de pecados pela fé no Senhor Jesus Cristo.”

“Porquanto tão grande era sua fé no Senhor Jesus Cristo que diariamente recebia o ministério de anjos.”

Morôni antecipou uma questão para nós, leitores de seu antigo registro. Sua pergunta: “deixaram os anjos de aparecer aos filhos dos homens?”

Sua resposta:

“Eis que vos digo: Não; porque é pela fé que os milagres são realizados; e é pela fé que os anjos aparecem e ministram entre os homens”.

Que anjos específicos participaram da Restauração é evidente à partir da seção 128 de Doutrina e Convênios. Lá lemos:

“E a voz de Miguel, o arcanjo, e a voz de Gabriel e de Rafael e de diversos anjos, de Miguel, ou seja, Adão, até o tempo atual”.

Entre esses diversos anjos – ou mensageiros celestes – poderiam estar João, o amado, que não morreu, mas foi-lhe permitido que permanecesse na terra como um servo ministrador até o tempo da Segunda Vinda do Senhor. Os três nefitas poderiam também estar nessa mesma categoria. Seu desejo de permanecer até a segunda vinda também foi concedido.

“E são como os anjos de Deus e, se orarem ao Pai em nome de Jesus, poderão mostrar-se a qualquer homem que lhes pareça conveniente.” (3 Néfi 28:30)

O Senhor fez uma promessa para aqueles fielmente envolvidos em Seu serviço. Ele disse:

“Irei adiante de vós. Estarei à vossa direita e à vossa esquerda e meu Espírito estará em vosso coração e meus anjos ao vosso redor para vos suster.”

Nossa experiência

Minha esposa Wendy e eu fomos beneficiados por essa promessa. Em uma ocasião, fomos atacados por homens armados com intenção maliciosa. Eles anunciaram o seu propósito:  sequestrá-la e me matar. Depois que eles maliciosamente nos atacaram com esses objetivos malignos, eles foram totalmente frustrados. A arma na minha cabeça falhou ao atirar. E minha esposa foi subitamente libertada de suas terríveis amarras. Em seguida, eles desapareceram tão rapidamente quanto haviam aparecido. Fomos misericordiosamente resgatados de um desastre em potencial. Sabemos que fomos protegidos pelos anjos ao nosso redor. Sim, a preciosa promessa do Senhor havia sido invocada para nosso bem.

Outros anjos também estão trabalhando. Muitas vezes nossos membros são “anjos” para os vizinhos em necessidade. Os mestres familiares e professoras visitantes, como pessoas comuns, muitas vezes prestam serviço que parece angelical para os gratos destinatários. Os jovens que deixam silenciosamente presentes caseiros em uma porta ou duas sentem a alegria do serviço anônimo para outros. E eu estou entre os muitos que muitas vezes falou dos atos amorosos de uma “mãe anjo” ou uma “esposa anjo”, ou o amor inestimável de “filhos anjos”.

Será que acreditamos em anjos? Sim! Nós acreditamos nos anjos – mensageiros celestes – visíveis e invisíveis; e os anjos terrestres que sabem a quem ajudar e como ajudar. Mensageiros do evangelho, ou anjos, podem incluir pessoas comuns como você e eu.

Que possam os anjos, conhecidos e desconhecidos, servi-lo e protegê-lo ao longo da perigosa jornada da vida.

Imagem por Annie Henri Nader. Trecho escrito pelo presidente Russel M. Nelson, adaptado de seu livro “Accomplishing the Impossible: What God Does, What You Can Do“. Traduzido por Esdras Kutomi.

Relacionado:

Presidente Nelson estudou 2200 escrituras sobre o Salvador em 6 semanas