Muitas vezes, vamos ser ridicularizados por sermos membros da Igreja, seguidores de Cristo e por acreditar no que acreditamos. Muitas vezes, nossos “amigos” nos acharão ultrapassados, fora de moda e antiquados pelas roupas que usamos ou pelos hábitos que temos. Em determinados momentos em nossas vidas, é possível que sejamos rejeitados por quem menos esperamos e por coisas talvez muito pequenas, no entanto, lembremo-nos da escritura de João 16:33 que diz:

“Tenho-vos dito essas coisas para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflição, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.”

Os homens irão nos decepcionar. Fomos advertidos de que o coração do homem falharia, mas em Deus, nosso Pai Celestial e em Jesus Cristo seu Filho, nós podemos confiar plenamente.

As escrituras nos dão a certeza. Não importa nosso estado físico ou emocional, se buscarmos a Ele seremos aliviados e receberemos amor.
Em Mateus 11:28 lemos:

“Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.”

irmão mais velho

Se nos voltarmos a Ele, sentiremos seu pleno amor. O maior amor que Cristo poderia demonstrar foi ter expiado por nossos pecados. Ele sofreu por cada um de nós!

Doutrina e Convênios, seção 19 versículo 18 nos ensina:

“Sofrimento que fez com que eu, Deus, o mais grandioso de todos, tremesse de dor e sangrasse por todos os poros; e sofresse, tanto no corpo como no espírito — e desejasse não ter de beber a amarga taça e recuar.”

O que aprendi sobre Jesus Cristo com a vista de Élder Oaks

Qual maior amor poderíamos querer?

“Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a sua vida pelos seus amigos.” (João 15:13)

Ele nos chama de amigos, isso não é belo e profundo?

Jesus Cristo é verdadeiramente nosso amigo. Com Ele, podemos falar de quaisquer assuntos, podemos pedir sabedoria, podemos aprender e podemos progredir. Com Cristo não há solidão, não há rejeição, não há medo. Há um hino que diz:

Andando em trevas ou em clara luz;
Não há perigo, estando com Jesus!
Medo e pavor jamais dominarão
Ao que com Deus fizer habitação.

Voltando à presença de Jesus Cristo

Arte: The Arrival por Jon McNaughton

Se estivermos com Jesus, não há o que temer e nunca estaremos sozinhos. “Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós”, é que nos ensina Tiago 4:8! Lembremo-nos sempre disso.

Relacionado:

A difícil decisão entre honrar meus pais e servir uma missão