Na última semana os nossos amados líderes compartilharam mensagens de esperança em suas redes sociais para nos encorajar a ajudar ao próximo e para enfrentar a pandemia da COVID-19.

Presidente Dallin H. Oaks

O presidente Dallin H. Oaks, Primeiro Conselheiro na Primeira Presidência, postou um convite no Facebook encorajando seus seguidores a “aproveitar” o seu tempo extra em casa, “estudando sobre a restauração”, a fim de se preparar para a próxima Conferência Geral.

O presidente Oaks compartilhou o que aprendeu sobre Joseph Smith. E comparou a juventude de Joseph Smith com seu ministério profético. O presidente Oaks ressaltou as muitas coisas que Joseph ajudou a trazer à esta terra apesar de ser bem jovem.

Given current circumstances, many of us are now spending more time at home. I invite you to take advantage of this time…

Posted by Dallin H. Oaks on Tuesday, March 24, 2020

O presidente Oaks também escreveu sobre o que impulsionou Joseph Smith em seu ministério. “A chave para a singularidade da mensagem de Joseph Smith e a restauração é a revelação.” Ele continuou: “a revelação é o fundamento de nossa doutrina e da liderança da Igreja.”

O presidente Oaks concluiu seu post com o lembrete de que cada um de nós pode receber revelação para as nossas próprias vidas. “Que cada um de nós utilize o dom da revelação pessoal em nossas vidas e procure verdadeiramente ouvir o Salvador”

Presidente M. Russell Ballard

O presidente em exercício do Quórum dos Doze Apóstolos, M. Russell Ballard, postou sobre a importância da Primeira Visão em sua página no Facebook.

O presidente Ballard reconheceu que estamos vivendo num momento cheio de preocupações, mas que temos muitas razões para estarmos otimistas quanto ao futuro. O presidente Ballard escreveu sobre a natureza emocionante da Conferência Geral da próxima semana, onde celebraremos o bicentenário da Primeira Visão.

O presidente Ballard também notou as muitas coisas milagrosas que se seguiram à Primeira Visão. O presidente Ballard concluiu sua publicação com um convite “para passarmos algum tempo sozinhos em um lugar tranquilo para comungar com o Pai Celestial. #Ouve_O”

Dear friends, we are living in a unique time. Though there are reasons for concern, we also have many reasons to be…

Posted by M. Russell Ballard on Monday, March 23, 2020

Élder Jeffrey R. Holland

O Élder Jeffrey R. Holland, do Quórum dos Doze Apóstolos escreveu sobre o convite do Profeta para ouvir o Salvador em um post recente no Facebook. O profeta nos convidou a considerar como ouvimos a voz do Senhor em nossas vidas e a fazer um esforço maior para prestar mais atenção a essa voz.

O Élder Holland encorajou os leitores a se lembrarem de Jesus Cristo como o centro de tudo, especialmente nesta época difícil.

Ele também observou que o Pai Celestial nos mostra: “Este é o meu Filho Amado. Ouve-O!” (Joseph Smith – História 1:17) Em referência a esta escritura, o Apóstolo disse:

“nenhuma expressão maior da identidade divina de Jesus, Sua primazia no plano de salvação, e Sua posição aos olhos de Deus nunca poderia exceder aquela curta declaração de sete palavras.”

Recently, President Russell M. Nelson invited each of us to consider how we hear the voice of the Lord in our lives. He also invited us to make a stronger, more focused effort to better hear that voice.Perhaps you feel overwhelmed. Please remember that everything you and I do will mean little or nothing unless we find Jesus at the center of it all.In 1820 Joseph Smith faced commotion and confusion, crowds and contention. There is still plenty of that in our world. Yet, both then and now, our Heavenly Father beckons to us: “This is My Beloved Son. Hear Him!” (Joseph Smith—History 1:17). No greater expression of Jesus’s divine identity, His primacy in the plan of salvation, and His standing in the eyes of God could ever exceed that short seven-word declaration.Both in ancient times and now, God the Father points us toward His Son—our Savior—and invites us to “Hear Him.”It is my prayer that you and I will focus our thoughts and actions on this invitation. I pray that we will now—and forever—resolve to #HearHim.

Posted by Jeffrey R. Holland on Thursday, March 26, 2020

Irmã Michelle Craig

Na terça-feira, 16 de março, a Irmã Michelle Craig, segunda conselheira da presidência geral das Moças, nos falou sobre o que aprendeu com a Madre Teresa:

Mother Teresa taught me something important about the principle of revelation as I have studied more of her life. In her…

Posted by Michelle D. Craig on Monday, March 16, 2020

Madre Teresa me ensinou algo importante sobre o princípio da revelação à medida que estudei mais sobre sua vida. Com mais ou menos 30 anos de idade, ela disse que ouviu a voz de Deus. Recebeu o chamado do Senhor e soube que devia dedicar-se às pessoas mais pobres da Índia.

Aprendi com ela, que mesmo quando o Espírito lhe dá uma direção e um propósito claro, isso não significa que as coisas serão fáceis. De fato, Madre Teresa passou os últimos anos de sua vida, sentindo a ausência de Deus.

O Presidente Nelson ensinou: “Sem dúvida alguma, talvez haja momentos em que sentem que os céus estão fechados, mas prometo-lhes que, à medida que continuarem a ser obedientes, expressando gratidão por todas as bênçãos que o Senhor lhes dê, e honrem com paciência o tempo do Senhor, Ele lhes dará o conhecimento e a compreensão que procuram. Todas as bênçãos que o Senhor tem para vocês, incluindo os milagres, virão em seguida. Isso é o que a revelação pessoal lhes trará”.

Hoje, mais do que nunca, devemos ter a coragem de seguir em frente e agir com fé, quando recebermos uma direção clara. Se bem que não podemos agir da forma em que costumávamos fazê-lo, que possamos escutá-Lo e encontrar maneiras de servir e ministrar àqueles que nos cercam.

Élder David A. Bednar

Na sexta-feira, 20 de março, o Élder David A. Bednar, do Quórum dos Doze Apóstolos, publicou no Facebook o seu testemunho de que, graças ao Salvador, podemos lançar fora nossos medos, mesmo em situações de turbulência.

In our daily lives, endless reports of COVID-19 occurrences and restrictions, criminal violence, famine, wars,…

Posted by David A. Bednar on Friday, March 20, 2020

“Em nossa vida cotidiana, intermináveis relatórios de eventos e restrições relacionadas com a COVID-19, a violência, a fome, as guerras, a corrupção, o terrorismo e as forças destrutivas da natureza podem gerar medo. Sem dúvida alguma, vivemos na época que previu o Senhor, “E naqueles dias, toda a Terra estará em comoção e o coração dos homens falhará” (D&C 45:26).

Testifico que um conhecimento correto e fé no Senhor Jesus Cristo afugentam o medo. Um exemplo do Livro de Mórmon ressalta que o poder do conhecimento do Senhor dissipa o medo e nos dá paz, mesmo quando enfrentamos grande adversidade.

Na terra de Helã, o povo de Alma estava assustado com o avanço do exército lamanita.

“Alma, porém, adiantou-se e pôs-se no meio deles, e exortou-os a não temerem, mas a lembrarem-se do Senhor seu Deus, e ele libertá-los-ia. Portanto, reprimiram os seus temores” (Mosias 23:27-28)

Perceba que a Alma não acalmou os temores do povo. Em troca, Alma aconselhou aos fiéis a lembrarem-se do Senhor e da salvação que só Ele podia dar. O conhecimento de que o Senhor os protegia permitiu que o povo acalmasse seus medos.

Mas, podemos acalmar os temores que nos assolam fácil e frequentemente, em nosso mundo contemporâneo? A resposta a esta pergunta é um inequívoco “sim”. O conhecimento correto e a fé no Senhor nos permitem acalmar nossos temores, já que Jesus Cristo é a única fonte de paz duradoura.

Ele declarou, “Aprende de mim e ouve minhas palavras; anda na mansidão de meu Espírito e terás paz em mim” (D&C 19:23).

Ao buscar a Cristo, construir sobre o fundamento de Cristo e seguir em frente com fé em Cristo, podemos receber a bênção de paz e segurança em nossas vidas.

Amo e venero o Senhor. Seu poder e paz são reais. Ele é o nosso Redentor e testifico que Ele vive. Por Ele, os nossos corações não devem se sobrecarregar ou temer (ver João 14:27) e nós seremos abençoados para acalmar nossos temores.

Élder Dale G. Renlund

O Élder Dale G. Renlund, do Quórum dos Doze Apóstolos, comparou lavar as mãos com água e sabão com passar tempo com Jesus Cristo:

As we face this worldwide pandemic of COVID-19, we are all washing our hands a lot. The best practice for hand washing…

Posted by Dale G. Renlund on Sunday, March 15, 2020

Ao enfrentar a pandemia mundial pela COVID-19, todos nós estamos lavando as mãos com muita frequência. A melhor maneira de fazer isso é usar um certo tempo, água e sabão para lavar as mãos.

Do mesmo modo, a proteção mais simples contra os vírus espirituais em nossas vidas vem de passar um bom tempo com a Água Viva, o nosso Salvador Jesus Cristo, e com o sabão do arrependimento.

Permita-me convidá-los, cada vez que lavarem as mãos nos próximos dias e semanas, considerem o que o Salvador fez por você e como podem melhorar.

Élder Renlund também postou no Facebook outra metáfora que pode ser aplicável às nossas vidas. Utah sofreu recentemente um terremoto de intensidade moderada. Os cientistas preveem que há 50% de chance de Utah sofrer um forte terramoto nos próximos 50 anos.

O Templo de Salt Lake está atualmente passando por uma grande renovação, incluindo a instalação de isoladores de base para proteger contra um terremoto potencialmente maior.

On Wednesday of this past week, the Wasatch Front experienced a 5.7 magnitude earthquake. While this is not a…

Posted by Dale G. Renlund on Saturday, March 21, 2020

Élder Renlund aplicou isto como uma metáfora para as nossas próprias vidas. Ele escreveu: “Eu acredito que há pelo menos 50% de chance de que qualquer um de nós experimente um terremoto espiritual em nossas vidas nos próximos 50 anos.” Élder Renlund então convidou seus seguidores a pensar sobre os “isoladores de base espiritual” que precisaríamos instalar para nos proteger.

“Eu diria que um isolador de base para a ansiedade é desenvolver uma fé profunda no Pai Celestial e em Seu plano e uma confiança inabalável no amor Dele e de Jesus Cristo”, escreveu o Apóstolo.

Irmã Becky Craven

Becky Craven, segunda conselheira na presidência geral das Moças, publicou no Facebook na quinta-feira, 19 de março, uma foto de seu marido com duas de suas netas estudando o evangelho no primeiro domingo em que foram canceladas as reuniões da Igreja, devido à COVID-19 e escreveu o seguinte:

If I could peek into the homes of families around the world last Sunday, I’m sure my heart would be touched.I would…

Posted by Becky Craven on Thursday, March 19, 2020

Se pudesse ter dado uma espiada nos lares das famílias de todo o mundo durante o último domingo, estou segura de que teria me emocionado.

Veria pais e filhos, vizinhos e amigos abençoando o sacramento para as famílias e as pessoas que ministram. As crianças discursando ou cantando.

Teria companheiros de quarto discutindo a lição de Vem, E Segue-Me e as pessoas que estão longe das congregações e a família, reunindo-se através da tecnologia. Quão inspirado foi o profeta, para se focar na adoração centrada no lar e apoiada pela Igreja!

Meu marido e eu com duas de nossas netas, nos sentimos muito abençoados quando nos reunimos para ter uma experiência de adoração significativa no último domingo. Não foi complicado e não precisava ser! Pudemos focar a nossa atenção e nossos corações para as bênçãos e os convênios associados com a participação no sacramento.

Élder Gerrit W. Gong

Na sexta-feira, 20 de março, o Élder Gerrit W. Gong publicou o seguinte no Instagram:

View this post on Instagram

In light of our world’s current events, I wish to offer some thoughts about turning our hearts and minds to a higher power. Some say an unknowable God has no face. Some say God must not exist because scientific measures do not detect Him. Some say God exists only as an idea or spirit. How blessed we are to know He has a name, a voice, a face (see Doctrine and Covenants 93:1), indeed, “a body of flesh and bones [only glorified]; the Son also” (Doctrine and Covenants 130:22). • We approach our Heavenly Father in prayer in the name of Jesus Christ. We do not presume overfamiliarity as we speak of or with our Heavenly Father. But neither do we so fear His glory and perfection that we mistakenly think Him unapproachable or distant. He invites us to come to Him, and we do so on bended knee as His children. • Each of us is invited to seek personal revelation more intently in our lives. Please consider ways you can hear the Lord’s voice more often. He longs for you to reach out to Him. He lives and loves you. #HearHim

A post shared by Gerrit W. Gong (@gerritwgong) on

Ao considerar os eventos atuais do mundo, desejo de compartilhar alguns pensamentos sobre voltar nossos corações e mentes para um poder superior. Alguns dizem que um Deus misterioso não tem rosto. Alguns dizem que Deus não deve existir porque a ciência não o detecta. Alguns dizem que Deus existe apenas como uma ideia ou espírito. Quão abençoados somos por saber que Ele tem um nome, uma voz, um rosto (ver Doutrina e Convênios 93:1). De fato, tem “um corpo de carne e ossos [glorificados]; e o Filho também” (Doutrina e Convênios 130:22).

Nos aproximamos de nosso Pai Celestial através da oração em nome de Jesus Cristo. Não precisamos estar muito familiarizados quando falamos de nosso Pai Celestial ou quando conversamos com Ele. Mas, não devemos temer tanto a Sua glória e perfeição que O consideramos erroneamente alguém inacessível ou distante. Ele nos convida a vir a Ele e fazemos isso de joelhos, como filhos Seus.

Cada um de nós está convidado a buscar revelação pessoal com maior intenção em nossas vidas. Por favor, avalie as formas em que você pode ouvir a voz do Senhor com mais frequência. Ele deseja que você se comunique com Ele. Ele vive e ama você. #Ouve_O

Élder Neil L. Andersen

“Em nossa jornada mortal, buscamos a felicidade”, o Élder Neil L. Andersen, do Quórum dos Doze Apóstolos, começou seu post no Facebook. Ele continuou, “mas juntamente com a alegria e a felicidade, uma coisa é certa: haverá momentos, horas, dias, às vezes anos em que o seu desejo será ferido.”

The Wounded Shall Be Healed

In our mortal journey, we search for happiness. We long for peace. We hope for love. And the Lord showers us with an amazing abundance of blessings. But intermingled with the joy and happiness, one thing is certain: there will be moments, hours, days, sometimes years when your soul will be wounded. You may be feeling wounded right now, with the unexpected difficulties, the uncertainty, and the confusion that exists in our world this very moment.I often reflect back on these words from my talk entitled “Wounded”:“Never give up—however deep the wounds of your soul, whatever their source, wherever or whenever they happen, and however short or long they persist, you are not meant to perish spiritually. You are meant to survive spiritually and blossom in your faith and trust in God. …“Our Lord and Savior, Jesus Christ, through the incalculable gift of His Atonement, not only saves us from death and offers us, through repentance, forgiveness for our sins, but He also stands ready to save us from the sorrows and pains of our wounded souls” (general conference, Oct. 2018).Please know that I send my love and prayers as you face the challenges before you.

Posted by Neil L. Andersen on Monday, March 23, 2020

Élder Andersen observou que podemos estar nos sentindo machucados neste exato momento por causa da incerteza que existe em nosso mundo. O apóstolo reconheceu a natureza dolorosa de nossos sentimentos, mas encorajou seus seguidores a “nunca desistir.” Ele continuou: “Você está destinado a sobreviver espiritualmente e florescer em sua fé e confiança em Deus.”

Fonte: Church News e LDS Living

Relacionado:

Última Hora – Presidente Nelson compartilha uma mensagem de esperança e paz

Pres. Ballard diz que o mundo vencerá a guerra contra a COVID-19