BISPO EM COMA

Um bispo mórmon está lutando pela vida, em coma, após ser arrastado pela rua enquanto tentava parar ladrões de roubarem seu carro.

O bispo mórmon David Charmbury, de 45 anos, foi atacado por ladrões enquanto abria a capela para começar os serviços dominicais. Ele se agarrou ao seu carro (Mazda CX5) para parar os ladrões de carro, e acabou sofrendo graves ferimentos, entre eles um ferimento na cabeça, costelas quebradas e danos no pélvis. O incidente ocorreu em Birmingham, Inglaterra.

bispo mórmon luta pela vida

Imagens via DailyMail.co.uk.

De acordo com entrevistados, o bispo David era muito querido em sua comunidade, em especial por causa dos serviços que prestava. Ele é membro da Igreja a três anos, e foi chamado como bispo da ala Chelmsley Wood a 18 meses. Ele é pai de dois filhos, de 18 e 20 anos, e vive com sua esposa Rachael e seus dois filhos, um de 13 e 10 anos.

O bispo foi achado inconsciente próximo da capela onde serve. Ele foi colocado num coma induzido, e está internado no hospital Queen Elizabeth, em Birmingham.

O ocorrido

O conselheiro dele, David Morley, de 62 anos, contou o ocorrido ao jornal:

“Ele foi para a Igreja para abrí-la, como de costume, e estacionou o carro para destrancar o portão. O que assumimos é que o ladrão entrou no carro para fugir. Parece que o carro passou por ele, e ele quebrou algumas costelas, a pélvis, e teve ferimentos na cabeça”. Ele também conta que foi um grande choque chegar na Igreja de manhã e ver o bispo ferido e inconsciente.

Os vizinhos disseram que ouviram um grande barulho de manhã, e pensaram ser um acidente de carro. Quando saíram, o viram no chão, gravemente ferido.

Um membro da ala, que não quis se identificar, disse: “É muito cedo para dizer o que ocorreu. Ele é um homem encantador e uma pessoa bem conhecida nesta comunidade. Ele é o último homem a merecer isso. Ele tem um coração de ouro”.

A polícia está trabalhando no caso para capturar os ladrões envolvidos nesse crime.

O bispo realizará uma operação no pélvis hoje. Toda ajuda e oração para a recuperação é bem recebida.

Artigo publicado em DailyMail.co.uk e traduzido por Esdras Kutomi