Em um mundo cheio de depravação sexual, vícios diversos, disfunção familiar, plataformas sociais lascivas, mídia manipuladora e pessoas iradas de todas as idades, é possível ter esperança de que nossos filhos mantenham a inocência?

Uma ida rotineira ao supermercado, por exemplo, pode iniciar no cérebro de uma criança o processamento nas direções sexuais e disfuncionais. O que os pais podem fazer sobre este problema? Como uma família pode viver no mundo, mas não fazer parte de toda a lascívia e crueldade da qual tantos na sociedade estão rindo?

A Ilusão da Inocência: Vivendo no Mundo

Por muitos anos eu levei meus filhos, e muitas vezes outras crianças ao Festival de Shakespeare de Utah. Toda vez antes de ir, eu ligo para o festival e verifico se a peça é apropriada para crianças e preservará sua inocência.

Este ano eu fiz as perguntas usuais sobre lascívia, insinuações e conduta sexual inadequada para o pessoal do festival. Disseram para mim que a apresentação era “para toda a família” e “apropriada para todas as idades”. Foi dito a mim que a peça era a mesma vista por crianças em idade escolar esse ano.

Ficamos horrorizados quando vimos que a peça tinha conteúdo de assédio e violência sexual contra mulheres, inclusive simulações de estupro e de arrancar as roupas de mulheres. Também havia personagens correndo em suas roupas íntimas por longos períodos de tempo e fazendo gestos sexuais.

Felizmente, muitas das crianças tinham sido treinadas para não olhar para essa imundície. Elas cobriram os olhos e viraram a cabeça durante essas exposições decepcionantes.

Um Mundo Distorcido

A promoção desta peça como “apropriada para todas as idades” é um exemplo perfeito do que eu chamo de “ilusão da inocência”. A produção é chamada de “apropriada”. Então todos presumem que o que verão é adequado — mesmo se estiver promovendo relações destrutivas e atos de violência sexual contra mulheres. Essas ilusões estão cada vez mais prevalecentes.

Recentemente, também fui a um concurso de talentos promovido para todos os públicos. Deparei-me com uma sátira feita pela equipe do evento totalmente sobre órgãos sexuais. Algumas pessoas da peça ficaram agarrando e tateando um ao outro no palco, como no festival com simulação de violência sexual. Quando expressei minha opinião e decepção eles simplesmente responderam: “Era tudo na brincadeira”. Sim, sei.

Mais uma vez um evento ao vivo classificado como “para todas as idades” e acabou promovendo a má conduta sexual disfuncional e desrespeitosa em nome da “diversão”.

inocência

Como Classificar

O que faz um programa ser inocente? Diversão significa que o conteúdo é bom e adequado? Qual é a escala de medição usada para classificar algo como bom quando o material é criado e comercializado?

Estes são exemplos de ilusões de inocência que estão acontecendo em eventos ao vivo e teatrais — mas as ilusões não param por aí. Vídeos, jogos, livros, artigos, músicas e sites de mídia social estão dando como antiquada a compreensão histórica de o que é apropriado para crianças em detrimento de uma nova versão da inocência infantil.

Desde que essa ilusão da inocência apareceu, os pais devem ser cautelosos. Não é de admirar que cada vez mais visualizam conteúdos de mídias e limitam as influências sociais e digitais. Esses pais são sábios. Estes pais estão permitindo que seus filhos realmente vivam a inocência em vez da ilusão de inocência. A ilusão da inocência está levando a mais más condutas sexuais e vícios de menores do que antes.

Como Permitir Que as Crianças Mantenham a Inocência

Quando os adultos expõem as crianças a conteúdo sexual e delinquente durante seus anos de formação, eles não estão permitindo que seus filhos sejam inocentes. Esses pais estão violando a consciência e a modéstia natural da criança, e a criança se sente deslocada.

Costumo falar a pais e filhos sobre como fortalecer os relacionamentos familiares. Às vezes eles me dizem que as crianças têm sido moldadas pelos jogos de vídeo ou meios de comunicação sociais a ansiar por atividades e imagens sexualmente explícitas. Muitas vezes, os pais me dizem que essas crianças têm padrões morais elevados para si. Essas crianças expressam o desejo de ter princípios e moral fortes, apesar do fato de já terem visto tanta porcaria. Alguns jovens me perguntaram se é possível sentir-se inocente quando eles já viram tanto conteúdo impróprio.

Meu coração dói por essas crianças. Claro, mesmo os pais mais diligentes têm filhos que acidentalmente veem algo perturbador. Contudo, muitas dessas crianças acabam tendo estilos de vida duplos porque os pais não estavam perto o suficiente. Quando os pais não observam atentamente e estabelecem limites firmes, as crianças podem facilmente perder a oportunidade de ser inocente.

Inocente não quer dizer burro. Inocente significa bom, virtuoso e puro. Algumas pessoas acham que ser inocente significa ser ingênuo ou desinformado. Um pai pode ensinar uma criança a permanecer inocente em uma sociedade moralmente corrupta e não inocente. Este método de criação de fato leva a mais informações, não menos.

inocência

Quando a aparência for ruim…

Um cartaz ficou pendurado na parede na minha casa durante minha infância por muitos anos. Ele dizia: “Quando a aparência for ruim, olhe para cima”. Muitas vezes olhei para este cartaz e pensei. “É verdade. Voltar-se para Deus vai ajudar não importa o que esteja acontecendo ao meu redor.”

Para ajudar a preservar a inocência das crianças, os pais devem ser os primeiros a ensinar seus filhos sobre todos os desafios prejudiciais que enfrentamos na sociedade de hoje, incluindo tendências sexuais, problemas de identidade, controvérsias políticas e dilema ético, bem como a relevância histórica da moralidade e conduta virtuosa. Os pais devem informar as crianças sobre o que está acontecendo nas notícias e apresentá-las de forma que os ajuda a se sentir suficientemente informados. Esta é a chave para eliminar (ou pelo menos diminuir) o choque que eles podem sentir quando professores ou outros membros da sociedade compartilharem essas informações ou agirem de modo contrário aos valores da criança.

As crianças devem sentir que sabem mais do que a maioria das outras pessoas sobre um assunto. Isso as ajuda a suportar o choque emocional e mental que pode ocorrer quando é necessário que elas processem conteúdo não adequado para sua idade. É importante notar que só os pais podem dar “mais” informações e exercer um efeito positivo. Apenas os pais são capazes de ensinar as crianças a ver notícias e experiências pela lente da virtude e fé. A maioria dos outros adultos sentem-se limitados a apenas lógica quando aconselham os jovens devido às tendências relativistas morais.

Isto não significa que os pais devem expor os seus filhos excessivamente. Os pais não precisam contar detalhes gráficos para ajudar uma criança a se sentir informada. Em vez disso, os pais devem estar em oração ao instruir proativamente as crianças sobre assuntos delicados.

Como Ensinar as Crianças

Mais importante ainda, os pais precisam ensinar as crianças a seguir a Deus em todas as coisas. Ele é o Mestre dos mestres. Os pais que ensinam a seus filhos a vontade de Deus oferecem a segurança e identidade a seus filhos que lhes dará força e segurança na sociedade de nosso mundo que está sempre mudando.

Seus filhos devem aprender a considerar você, não o mundo, como principal professor. Como pai, você deve ser absolutamente implacável ao ensinar-lhes princípios corretos — principalmente os princípios de Deus.

E, finalmente, ensine-os a rejeitar automaticamente tudo o que faz com que eles se sintam mal ou desconfortável. A decisão de rejeitar não é feita no momento do confronto real, mas é feita muito antes. Esta é uma habilidade vital para ir ao shopping, supermercado e outros locais públicos. Ela também vai ajudá-los a enfrentar a faculdade com a moral deles intacta.

Como Proteger Seu Trabalho e Seu Produto

O produto mais valioso que qualquer sociedade produz é sua próxima geração de pessoas. Os pais estão, de certo modo, criando “produtos”. Nós esforçamos bastante para ensinar nossos filhos e proteger sua inocência para simplesmente entregá-los para qualquer filme, jogo, vizinho ou babá. Alguns pais caem na armadilha de conveniência. Eles se esforçam muito para manter a inocência das suas crianças, e de repente abaixam seus padrões em uma situação social ou quando um vizinho está cuidando das crianças.

Seja criterioso. Uma vez que as crianças têm de aprender a discernir, cabe aos pais ajudá-las com o discernimento inicial, participar do desenvolvimento do discernimento e acompanhar até que estes jovens adultos tenham alcançado a capacidade de proteger-se como adultos. É um processo gradual. Leva tempo. Mas, ele criará o tipo de inocência que uma pessoa anseia para ter uma vida alegre.

Escrito por Nicholeen Peck e traduzido por Luciana Fiallo Alves

Fonte: ldsmag.com

Relacionado:

Como Falar com Seus Filhos Sobre o Assunto Delicado da Castidade

5 Maneiras de Ajudar Seus Filhos a Atingir o Potencial que Eles Têm