Como o estudo do evangelho pode me ajudar na universidade

Quando comecei minha graduação, vi que muitos de meus colegas tinham dificuldades de ler a literatura proposta pelos professores. Mas para mim, era normal. Não havia grandes esforços em ter um horário definido, sentar-me, abrir o livro e ler. Então, pensei o que poderia ser diferente entre nós e foi quando pensei no estudo do evangelho.

Como membros da Igreja, somos um povo que lê muito (ou pelo menos, deveríamos ser). Temos um horário de estudo das escrituras todos os dias. Preparamos-nos para dar aulas, para fazer discursos. Frequentamos o Instituto e Seminário. Lemos livros sobre nossa história. Livros escritos pelos líderes da Igreja e temos grande afinidade também por assuntos seculares. Todo esse conjunto de coisas fez-me pensar em como a Igreja e o estudo do Evangelho me ajudou na graduação e continua a me ajudar em minha pós-graduação nos dias atuais.

Enumerei alguns pontos para mostrar a correlação existente entre o estudo do Evangelho e a universidade.

aproveitar a conferência ao máximo

Constância

O fato de termos um compromisso diário em estudar as escrituras, faz de nós pessoas constantes. Sim, pessoas constantes em buscar novos conhecimentos. Não importa quantas coisas temos para fazer, o estudo das escrituras é feito todos os dias. Essa constância pode nos ajudar muito na universidade também!

ler as escrituras em isaías

Comprometimento

Além dessa constância, somos pessoas comprometidas. Se não entendemos algo do evangelho, nós vamos à busca, até encontrar todas as respostas. De forma semelhante, é na universidade – quando não entendemos algo, vamos buscando, estudando, até entendermos plenamente. Essa similaridade, eu só fui notar quando um amigo disse-me que eu tratava a faculdade, como o estudo do Livro de Mórmon – enquanto você não entende você não para de pesquisar. E ele tinha razão.

Temos um bom vocabulário

Como leitores, adquirimos conhecimento de novas palavras todos os dias. Nosso vocabulário tende a ser rico e diversificado. Isso também pode nos ajudar nos estudos universitários. Temos mais facilidade em expressar ideias, tanto de forma escrita, como de forma falada. Já pensou nisso?

Jovem moça participando de aula dos jovens da escola dominical nas Filipinas

Somos bons oradores

E falar em público? Óbvio, que não são todos, mas a maioria dos membros da Igreja não tem inibição ao falar em público, pois como já o fazem na Igreja, estão acostumados! Na Igreja, expressamos o que aprendemos em nossos estudos diários das escrituras, o que aprendemos nas aulas, o que aprendemos lendo um livro etc. Nós discursamos o tempo todo, mesmo até sem ver! E quanto é nossa vez de apresentar algo na faculdade, tendemos a fazer de forma natural e com maestria.

Quais outros pontos o estudo do evangelho ajuda você na universidade? Compartilhe conosco!

| Vida dos Santos dos Últimos Dias
Publicado por: Inaê Leandro
Inaê Leandro é estudante de Administração, escritora e foi Jovem Senadora em terceiro lugar por Minas Gerais, no Prêmio Jovem Senador, do Senado Federal. Atua como voluntária no Instituto Oikon e mantém juntamente com amigos, o site suscitare.com.br.
Como parar de amar o pecado
Seminário
Seminário vai adotar o novo currículo ‘Vem, e Segue-Me’

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *