Seminário vai adotar o novo currículo ‘Vem, e Segue-Me’

Seminário

Em uma mudança significativa ocorrerá para o currículo seguido pelos Seminários da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. O estudo do seminário agora se alinhará com o currículo e cronograma do “Vem, e Segue-Me”, a Primeira Presidência anunciou sexta-feira.

“Fazer essa mudança aumentará a abordagem centrada no lar, com a Igreja apoiando o estudo do evangelho por meio de um estudo unificado em casa, na Escola Dominical e no seminário”, escreveu a Primeira Presidência em uma carta datada de 22 de março.

“Incentivamos todos os jovens a participarem plenamente no seminário ao procurarem aumentar seu amor pelo Pai Celestial e por Jesus Cristo e aprofundar sua conversão ao evangelho restaurado.”

Em janeiro de 2020, nós vamos mudar de um calendário que segue o ano letivo americano para um calendário anual. Assim, será possível alinhar o currículo do seminário com o “Vem, e Segue-Me”, disse o Élder Holland em um vídeo. Em junho deste ano, nós vamos mudar e começar a estudar o Novo Testamento.

Embora os estudos do seminário continuem a ser baseados nas escrituras, os líderes da Igreja explicaram que o currículo será mais baseado em doutrina e ajudará a fortalecer, proteger e preparar os jovens para a missão, o casamento e o serviço na Igreja.

Uma moça estudando as escrituras. Foto: intelectual Reserve, Inc.

Uma abordagem simplificada

O novo alinhamento trará muitas mudanças, explicou os líderes da Igreja, mas eles observaram que, por estarem abertos à mudança e dispostos a aprender, o novo currículo e calendário será eficaz para os seminários no mundo todo.

Ao invés de estudar um livro de escrituras diferente para a escola dominical, o seminário e seu estudo pessoal, as mudanças permitirão que os jovens passem mais tempo entendendo e aplicando os ensinamentos de Cristo a partir de um único livro de escrituras, os líderes da Igreja explicaram.

Fonte: Church News

Relacionado:

Bata de Leve: controlando o comportamento dos alunos do seminário

| Notícias

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *