No seminário para novos líderes de missão, o segundo conselheiro na Primeira Presidência, Élder Henry B. Eyring falou sobre a importância de sabermos que nunca estamos sozinhos ao servir na obra do Senhor.

O apóstolo falou sobre os 135 casais e suas diversas experiências de vida e circunstâncias e como isto pode impactá-los em seu novo chamado como líderes de missão.

“Talvez tenham momentos em que você pode pensar que o chamado que tem está além de sua capacidade. Eu já passei por tais momentos, e aprendi o quão importante é bani-los rapidamente. Se permitir que eles se prolonguem, eles crescem e então o seu poder de servir diminui. Isto será um perigo tanto para os seus missionários quanto é para você e para mim.”

O Presidente Eyring compartilhou uma impressão que permeia sua mente e seu coração quando ele sente dúvidas quanto a um chamado recebido pelo Senhor.

“É esta simples afirmação: Você e seus missionários nunca estão sozinhos no trabalho do Senhor.”

Ele falou sobre como a certeza de que alguém é qualificado para um chamado sagrado vem do Senhor, e como o mais importante é “como os nossos corações mudaram através de nossa fé e obediência. E somente Deus sabe disso”.

O Presidente Eyring também ensinou que no trabalho do Senhor, a ajuda do Espírito Santo vem somente depois que um servo oferece tudo o que ele ou ela tem para oferecer. Para um presidente de missão e sua companheira, “isto pode significar no final de um longo dia quando você liga para um missionário que precisa de você. É o Espírito Santo que nos purifica e transmite a aprovação do Senhor”.

Ele também relembrou o que aprendemos com a Alegoria das Oliveiras em Jacó 5, que nos lembra da alegria que podemos sentir ao servirmos ao lado do Senhor em sua vinha.

“Tenho visto com os olhos da fé não somente que não trabalhei sozinho, mas que o Senhor e outros servos foram muito generosos ao permitir-me compartilhar da alegria pelos meus pequenos esforços.”

Fonte: Church News

Relacionado:

Élder Bednar fala sobre 3 verdades fundamentais sobre o arrependimento