As maiores riquezas da vida são espirituais, e frequentemente estão relacionadas a família, amigos e o evangelho.

Você já ouviu alguém comentar que é “caro fazer parte da igreja.” Eu sim. Pertenço a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias – algumas vezes, inadvertidamente chamada de Igreja Mórmon – desde que nasci, e minha experiência diz que a declaração acima não é nem um pouco verdadeira. Na verdade é muito econômico ser membro de A Igreja de Jesus Cristo. Talvez, isso seja verdade se nos apegarmos a um visão estritamente contábil, mas eu não sou uma garota que gostava de matemática. Entretanto, como diretora financeira da Montague Family Inc., eu posso certificar do fato que se os números não fecham, sempre tivemos o suficiente e um pouco para gastar naquilo que mais importava. Qual é o nosso segredo? Deixe-me responder a esta pergunta em 8 tópicos.

  • Pagamos honestamente nosso dizimo e ofertas ao Senhor

Os membros de A Igreja de Jesus Cristo pagam um dizimo honesto, ou seja, 10% da sua renda anual, ao Senhor. Também nos abstemos de comida e agua por duas refeições, geralmente no primeiro domingo de cada mês. Pegamos o dinheiro que teríamos gasto nas mesmas e doamos ao Senhor – isto é chamado oferta de jejum. Uma oferta de jejum não esta limitada na cifra que não gastamos – somos convidados a fazer ofertas generosas, porque cada centavo é usado para ajudar os necessitados. Por que eu comecei a minha lista falando sobre a lei do dizimo e ofertas? Porque é ai que o desafio financeiro começa.

A lei do dizimo, como é encontrada em Malaquias 3:10 se resume a isto: você paga o dizimo e o Senhor irá abrir as janelas dos céus e derramar suas bênçãos. Isto não significa que as janelas do céu se abriram e dinheiro cairá delas. Algumas vezes as bênçãos são financeiras – e outras vezes elas nos ajudam financeiramente. Elder David A. Bednar, um membros do Quórum dos Doze Apóstolos (junto com a Primeira Presidência, compõe o corpo governante da Igreja de Jesus Cristo), disse:

Quando vivemos a lei do dízimo, com frequência recebemos bênçãos significativas, porém sutis, que nem sempre são esperadas e que facilmente passam despercebidas. A família não havia recebido nenhum aumento súbito ou evidente na renda familiar. Em vez disso, o amoroso Pai Celestial tinha concedido uma bênção simples de modo aparentemente comum. (As Janelas do Céu, David A. Bednar)

Nossa família tem experimentado a mesma situação muitas e muitas vezes. Não somos ricos, mas sempre tivemos o alimento e roupas para nossos filhos. Muitas vezes, com o passar dos anos, quando meus filhos precisavam de roupas ou sapatos, uma amigo iria me presentear com uma sacola de roupas e alguns sapatos, dizendo: Meus filhos cresceram, e eu achei que os seus poderiam usar estas roupas.” E elas eram do tamanho certo e aquilo que precisava naquele momento.

As bênçãos do dizimo são inúmeras, mas o Senhor sempre cumpre Suas promessas a nós quando pagamos nosso dizimo. Ele abre as janelas do céu e derrama as bênçãos – mas elas não são sempre do modo que esperamos.

  • Seguimos uma lei de saúde chamada A Palavra de Sabedoria

mormon-familia-jantar2A Palavra de Sabedoria é um código de saúde que nos ajuda a cuidar de nossos corpos. Longe de ser uma lista das coisas que podemos ou não comer, a Palavra de Sabedoria é um guia. Os conselhos incluem comer frutas frescas e grãos, pouca carne, se exercitar regularmente e dormir adequadamente. A Palavra de Sabedoria foi dada como uma revelação a Joseph Smith – o profeta que restaurou a Igreja de Jesus Cristo – em 1833. Ted Adams, Ph.D., e diretor do programa no LDS Hospital Fitness Institute na Cidade do Lago Salgado, disse:

O código de saúde … revelado há mais de cem anos atrás, se encaixa perfeitamente naquilo que o mundo cientifico atual tem afirmado em termos de melhorar a saúde e manter a qualidade de vida.

Este código de saúde é um principio com promessa. Obediência ao principio traz as bênçãos, que são aquelas que seguem este mandamento “E todos os santos que se lembrarem de guardar e fazer estas coisas, obedecendo aos mandamentos, receberão saúde para o umbigo e medula para os ossos;

E encontrarão sabedoria e grandes tesouros de conhecimento, sim, tesouros ocultos;

E correrão e não se cansarão; e caminharão e não desfalecerão. (Doutrina e Convênios 89:18-20).

As prometidas bênçãos são encontradas não somente naquilo que devemos comer, mas também, no que somos aconselhados a evitar – bebidas alcoólicas de todos os tipos, tabaco, cigarros, drogas ilegais, café e chá preto. Pesquisadores modernos descobriram que muitas destas substancias são viciantes – e estes vícios podem se tornar difíceis de se livrar. Eles também causam danos a saúde, como câncer e doenças do pulmão. Álcool, drogas, café, chá, fumo – todos eles tem efeitos devastante em nosso corpo e nos impedem de “correr e não se cansar e caminhar e não desfalecer.”

Uma vez eu estava indo da casa para a escola, e decidi ir para o trabalho junto com a minha mãe, que estava prestando serviço em uma escola para crianças problemáticas. Uma das moças da cantina perguntou a ela se poderia se dirigir a todas as crianças – e sua mensagem era de paz. Ela disse que havia fumado por muitos anos e foi diagnosticada com enfisema. Ela tinha problemas para respirar, e os médicos lhe disseram que havia pouco tempo de vida. Os médicos também lhe disseram que se ela não largasse o fumo, poderia provavelmente vier mais. Ela disse que sua família estava implorando para que ela abandonasse o cigarro, mas simplesmente ela não conseguia – era muito difícil. Então, ela disse a estas crianças problemáticas: Nunca comecem a fumar. Não é legal, e vai matar você. Aquela historia sempre ficou em minha mente. Era trágico que seu próprio vicio havia tomado conta de sua vida.

Obediência a este mandamento traz as bênçãos da saúde, poucas doenças e menos despesas medicas. Mas o custo de comprar álcool, cigarros, café, chá e drogas ilegais, especialmente regularmente – pode nos destruir financeiramente.

  • Somos incentivados a ser autossuficientes e estocar alimento para os dias difíceis

A Igreja de Jesus Cristo ensina aos seus membros os princípios da autossuficiência e do armazenamento de alimentos. Ser autossuficiente significa evitar dividas desnecessárias – incluindo cartões de credito e financiamentos. Você deve comprar somente a vista – com a exceção da casa própria. Também somos ensinados a poupar. Estes princípios permitem que as pessoas evitem pagar juros de dividas desnecessárias. Viver com nossos meios nos permitem ser livres financeiramente – mas também significa gastar dinheiro de modo responsável. Aqueles que possuem os meios de comprar coisas mais caras, podem faze-lo. Aqueles que ganham menos, devem viver com menos e não tentar mostrar aquilo que não podem comprar.

Fazer nosso armazenamento de alimentos. Nos primeiros anos de casamento,  isto parecia ser uma tarefa impossível. Aonde eu poderia aprender em como armazenar alimento para um ano? E o que eu deveria fazer com latas e latas de arroz e feijão? Os anos se passaram, e eu aprendi as respostas a estas questões. Primeiro, compramos apenas o que nossa família come – e você compra um pouco de cada vez. Meu marido e eu estocamos duas vezes por ano durante a temporada de descontos.

O principio fundante da armazenagem de alimentos é compra-los com o menor preço possível e estocar para aqueles dias difíceis. Isto pode significar comprar um monte de pêssegos e então fazer conservas com eles, congela-los ou fazer geleias. Pode significar cultivar sua própria horta. Aquilo que servir para a sua família. Aprender a usar os recursos sabiamente – comprar o que precisamos, economizar e fazer nosso armazenamento – nos ajuda a economizar dinheiro a longo prazo. Evitamos pagar juros exorbitantes, e ganhar tempo para se concentrar naquilo que importa – as coisas que o dinheiro não pode comprar: nossa família, amigos e servir ao Senhor.

  • Sabemos como nos divertir sem gastar um monte de dinheiro

Não é necessário de dinheiro para se divertir – somente um pouco de criatividade e usar o que você tem. Algumas vezes, requer um pouquinho de investimento – mas, mais econômico do que ir ao cinema toda a semana. Por exemplo, temos amigos que compraram uns patins usados – o suficiente para emprestar. Minha família também resolveu fazer isto. Agora, podemos todos juntos – convidar os amigos – na igreja ou em qualquer lugar, e patinar até cair. Podemos jogar futebol, basquete, vôlei. É tão divertido – e de graça porque já temos aquilo que necessitamos. Presidente Dieter F. Uchtdorf, segundo conselheiro na Primeira Presidência, disse:

Um dos relacionamentos essenciais (nesta vida) é com nossa família. Como “nenhum sucesso pode compensar o fracasso no lar” 12 , precisamos dar alta prioridade à família. Edificamos um relacionamento familiar profundo e amoroso fazendo coisas simples, como o jantar em família e a reunião de noite familiar, ou simplesmente nos divertindo juntos. No relacionamento familiar, o amor se soletra assim: t-e-m-p-o, tempo.” (As Coisas Que Mais Importam, Dieter F. Uchtdorf)

E assim como o amor, o tempo não custa nada.

  • Temos uma rede de amigos não importa onde estejamos

mormon-JesusMeu marido e eu mudamos sete vezes nos últimos 15 anos. E não importa para onde mudamos, sempre podíamos contar com uma rede de apoio esperando por nós: nossa família da ala (a congregação local). Uma semana antes de mudarmos para nossa casa atual, mais ou menos 2 anos e meio atrás, meu marido teve que fazer uma cirurgia no pé e por isso, não podia levantar nada por 6 semanas. Eu havia passada semanas antes de sua cirurgia empacotando s coisas feito uma louca, pois eu sabia que ele não poderia me ajudar depois. No dia da mudança, tivemos 25-30 homens, mulheres e jovens e 6 pequenos caminhões, fazendo a mudança para nós. Eles eram amigos que levavam nossas coisas para a casa nova e ainda cuidavam da limpeza. Esta não é uma situação rara. Posso contar historias similares em todas as vezes que mudamos. Este é o espirito de serviço ao próximo da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, algumas vezes somos aqueles que são ajudados, e outras somos aqueles que ajudam. Podemos ainda fazer os dois papeis no mesmo dia!

As bênçãos financeiras podem ser calculadas – especialmente quando você não tem que pagar por uma empresa de mudança ou limpeza. Mas as bênçãos espirituais e emocionais no tem preço.

  • Acreditamos em nos casar e ter filhos – nesta ordem

Na Igreja de Jesus Cristo, acreditamos em famílias. As famílias são as unidades fundamentais da sociedade – e da Igreja. O padrão do Senhor para as famílias, casamento e o uso dos poderes de procriação são bem diferentes daqueles do mundo. Mas o custo – financeiro, emocional, espiritual e social – de fazer as coisas do modo do Senhor é minúsculo quando comparado aos caminhos do mundo.

genealogia-mormonPrimeiramente, os Santos dos Últimos Dias acreditam na total abstinência sexual antes do casamento e fidelidade absoluta depois dele. O mundo considera isto algo restritivo – mas a obediência aos mandamentos de Deus são sempre libertadoras. A abstinência elimina o risco de contrair doenças sexualmente transmissíveis – como o custo de trata-las. Não esquecendo de mencionar a dor e o desconforto de lidar com tais enfermidades e as complicações que podem suceder. A abstinência também elimina o risco de uma gravidez indesejada. Uma recente pesquisa nos Estados Unidos descobriu que:

Mulheres e homens que tem filhos fora do casamento são mais jovens que a média, tem menor escolaridade, e ganham menos que seus pais… Filhos que nascem de pais que não são casados tem mais probabilidade de viverem na pobreza e terem menores oportunidades. … e maior instabilidade familiar.

Além disso, a intimidade sexual é uma parte importante do casamento. Elder Jeffrey R. Holland, um apostolo de Jesus Cristo, explicou:

Em segundo lugar, a intimidade humana é reservada para os casais casados porque é o símbolo supremo da união completa, uma totalidade e uma união ordenadas e definidas por Deus. Desde o Jardim do Éden, o casamento foi instituído com o objetivo de criar uma fusão plena de um homem com uma mulher — unindo corações, esperanças, vidas, amor, família, futuro, tudo.

Essa união é tão completa que usamos a palavra selar para transmitir sua promessa eterna. Mas essa junção total entre um homem e uma mulher só pode ocorrer com a estabilidade proporcionada pelo convênio matrimonial, com promessas solenes e a entrega irrestrita de tudo o que possuem: sua própria mente e coração, todos os seus dias e todos os seus sonhos.

Não conseguem ver que é uma incoerência do ponto de vista moral quando duas pessoas fingem ser unas, simulam ter feito promessas solenes perante Deus e partilham os símbolos físicos e a intimidade carnal de sua união ilegítima, mas ao mesmo tempo se esquivam de todos os demais aspectos do que deveria ser uma obrigação total? (Pureza Sexual, Jeffrey R. Holland)

Na Igreja de Jesus Cristo, as famílias são uma parte central do plano de felicidade de Deus para Seus filhos. O casamento é definido – e ordenando – pelo próprio Deus como a união entre um homem e uma mulher. Os padrões de Deus são claros: total abstinência sexual antes do casamento e fidelidade completa depois dele. Esta é a base para a felicidade, para casamentos saudáveis e famílias estáveis. E o custo de não ter que lidar com problemas emocionais, físicos e espirituais por haver desobedecido as leis de Deus? Liberdade.

  • O Casamento faz bem para a sua carteira e a sua saúde

mormon-temple-Bountiful-Utah2Estou casada há 15 anos. Estudos recentes demonstraram que famílias compostas por um pai e uma mãe – homem e mulher – tem mais sucesso que aquelas compostas por um único pai ou mãe. Elder M. Russell Ballard, um apostolo do Senhor Jesus Cristo disse o seguinte:

Ao contrário do que muitos pensavam, a prosperidade e a instrução parecem estar ligadas a uma maior probabilidade de se ter uma família e valores tradicionais. Quando as pessoas assumem compromissos familiares e religiosos em relação aos princípios do evangelho, elas começam a progredir espiritualmente e, com frequência, materialmente também. (Para Encontrar a Que Se Perdeu, M. Russell Ballard)

E os estudos sustentam este fato. Albert Mohler, presidente do Seminário Teológico Batista do Sul, escreveu:

Derek Thompson , escrevendo para o jornal O Atlântico, … identifica os pontos de analise de uma pesquisa que revela as enormes consequências econômicas quando [abandonamos o casamento] . O ponto é que se alguém não consegue se casar, as probabilidades de pobreza e declínio econômico aumentam drasticamente.

[Thompson diz] que a crise no casamento está aumentando a desigualdade de renda. Aqueles que se casam e permanecem casados são, em média , mais ricos. Em contraste, aqueles que não são casados estão ficando para trás, e rápido. Adicione a isso o fato de que quando as pessoas se casam , elas tendem a se casar com alguém que compartilha a mesma ética de trabalho que possuem. Os fortes ficam cada vez mais forte e os fracos ficam cada vez mais fracos.

Além do casamento ser bom economicamente para o casal, também faz bem para a saúde. Mohler cita evidências do Journal of Clinical Oncology, onde os pesquisadores têm documentado o fato de que, em média, os pacientes com câncer casados vivem mais do que aqueles que não são casados. Mohler continua:

Você não vai se surpreender ao saber que os homens solteiros estão em maior risco. Esposas fazem uma enorme diferença nos hábitos de saúde de seus maridos, elas fazem com que eles façam mais consultas médicas e tomem os medicamentos prescritos. No entanto, as mulheres casadas também sobrevivem por mais tempo do que as mulheres solteiras com a mesma doença. Até mesmo os maridos realmente podem ajudar. Os pacientes solteiros são muito mais vulneráveis .

Maridos e mulheres trabalham juntos e cuidam um do outro. Eles juntam os corações, esperanças, sonhos, vidas – enfim, tudo. E ao fazê-lo, como Mohler e Thompson apontam, nós redescobrimos este simples conceito matemático: Dois é melhor do que um.

  • Famílias grandes pagam grandes dividendos

Vamos dizer a verdade: Ter filhos requer um investimento emocional, físico e espiritual, e também, de recursos financeiros. Mas, como qualquer investimento, quanto maior os riscos (e custos), maior os dividendos. Mas os dividendos pagos em ter filhos não são financeiros – são espirituais e emocionais. Eles são pagos em abraços e beijos e cartões feitos a mão.

Minha cunhada – que criou 13 filhos – sempre lhes disse: “Muitas mãos aliviam o trabalho.” Meu pai costumava dizer: “Por que eu iria contratar um … (jardineiro, babá, motorista, governanta ou empregada)? É por isso que eu tenho oito filhos!” E eu acho que ele não estava apenas brincando. Na Igreja de Jesus Cristo, cremos em ter famílias e acreditamos em ensinar nossos filhos a trabalhar. Élder L. Tom Perry, um apóstolo de Jesus Cristo , disse:

Ensinar as crianças a alegria do trabalho honesto é um dos maiores de todos os presentes que você pode conceder-lhes. Ensine as crianças … a alegria do trabalho honesto … Vamos também ensinar nossos filhos a aprender que a tarefa dada deve ser concluída, e sentir o  orgulho de um trabalho bem feito. Podemos sentir uma verdadeira satisfação quando terminamos uma tarefa, especialmente quando se é o melhor trabalho que podemos fazer.

Meu marido e eu tentamos ensinar esses princípios aos nossas filhos. E nem sempre é fácil. Minha casa nem sempre esta limpa como gostaria, mas sei que esta tão limpa quanto a capacidade dos meus filhos em limpá-la. E no final , isso é o que conta.

Grandes famílias também oferecem um sistema enorme de apoio em momentos de necessidade. Eu soube de uma família em que um dos filhos precisou de assistência legal. Ele ficou preso durante varias semanas, à espera de uma audiência. Seus pais e todos os seus irmãos foram ao tribunal, e o juiz disse: “Eu sei que eu posso deixá-lo ir para casa e você vai ficar bem, porque você tem um forte sistema de apoio em casa.” E ele o fez. Esse é o poder e a força dos números.

Na Igreja de Jesus Cristo, cremos na busca de “ajuntai tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam.

Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.” (Mateus 6 :20 – 21 ) . Esses tesouros não vão nos fazer economizar dinheiro em termos de coisas mundanas, mas elas também fornecem abundantes bênçãos que o dinheiro não pode comprar.

Recursos Adicionais

Visite o site oficial da Igreja SUD