A felicidade que advém do casamento

Na Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias a família é essencial, e os membros sabem que o casamento foi ordenado por Deus, conforme a publicação da Igreja “A Família: Proclamação ao Mundo”.

A escolha do seu cônjuge é uma decisão pessoal, mas a decisão de se casar, certamente, trará uma jornada de muitas alegrias e de progresso, tanto espiritual, como materialmente, para esta vida e também para a eternidade.

Um estudo realizado pelo Dr. David Popenoe, Ph.D. pela Universidade de Rutgers (EUA) mostrou alguns números interessantes. Em seu trabalho intitulado The National Marriage Project, ele concluiu que pessoas casadas progridem financeiramente. Os homens tornam-se mais produtivos após o casamento e passam a ganhar de 10 a 40% a mais do que homens solteiros de mesmo nível educacional e experiência profissional. Além disso, o estudo mostrou que pessoas casadas experimentam uma satisfação emocional e física maior em sua vida sexual do que os solteiros ou aqueles que apenas coabitam.

O casamento traz progresso espiritual

O casamento é um mandamento e é o meio pelo qual Deus determinou que os casais tivessem filhos. Logo, a obediência ao mandamento de se casar traz bênçãos espirituais que não teríamos em nenhum outro relacionamento. Através do casamento poderemos voltar à presença de Deus.

Joseph F. Smith disse: “Não há ordenança de maior importância no evangelho de Jesus Cristo nem de natureza mais solene e sagrada nem mais necessária à [nossa] felicidade eterna (…) do que a do casamento. A plenitude do sacerdócio e do evangelho e suas bênçãos vêm do casamento eterno. Essa é a ordenança máxima do evangelho e a ordenança máxima do templo.” (Ensinamentos de Joseph Fielding Smith, cap. 15)

O casamento traz progresso material

O casamento nos motiva a progredir, a aprender e a estudar para desenvolvermos nossos talentos e trabalhar. Como não tomamos mais decisões sozinhos com relação ao nosso dinheiro, precisamos conversar e nos organizar melhor. Isso faz com que sejamos mais autossuficientes e mais responsáveis com o que gastamos.

“Como diz um provérbio africano, “se você quer ir rápido, vá sozinho. Se quiser ir longe, vá com alguém”. Eu ainda acrescentaria: “Vá com alguém, e com a ajuda do Senhor, vocês podem progredir juntos e completar um ao outro”. (Élder Carl B. Cook, Devocional Mundial para Jovens Adultos, maio de 2019)

Ambiente mais favorável para a criação de filhos

Quando temos um casamento feliz e fundamentado nos princípios ensinados por Jesus Cristo, nossos filhos, consequentemente, crescerão em um ambiente saudável e feliz. Teremos mais segurança para ensiná-los pois eles verão o nosso exemplo.

“O marido e a mulher têm a solene responsabilidade de amar-se mutuamente e amar os filhos, e de cuidar um do outro e dos filhos. “Os filhos são herança do Senhor” (Salmos 127:3). Os pais têm o sagrado dever de criar os filhos com amor e retidão, atender a suas necessidades físicas e espirituais, ensiná-los a amar e servir uns aos outros, guardar os mandamentos de Deus e ser cidadãos cumpridores da lei, onde quer que morem. O marido e a mulher—o pai e a mãe—serão considerados responsáveis perante Deus pelo cumprimento dessas obrigações. (…)

Os filhos têm o direito de nascer dentro dos laços do matrimônio e de ser criados por pai e mãe que honrem os votos matrimoniais com total fidelidade.” (A Família: Proclamação ao Mundo)

O casamento traz felicidade genuína

Nenhum outro relacionamento traz experiências tão enriquecedoras como no casamento e, sem dúvida, não pode haver felicidade sem amor. A nossa maior fonte de alegria e felicidade verdadeira é a família, e o casamento, sem dúvidas, é a base para um lar feliz.

Spencer W. Kimball disse: “Um casamento honrado, feliz e bem-sucedido é sem dúvida a principal meta de toda pessoal normal. O casamento é provavelmente a mais importante de todas as decisões e a que tem a maior repercussão a longo prazo, pois dela depende não apenas a felicidade imediata, mas também a alegria eterna. (…) O casamento pode ser um êxtase mais exultante do que a mente humana pode conceber. Isso está ao alcance de todo casal, toda pessoa.” (“Oneness in Marriage”, Ensign, março de 1977)

E “A Família: Proclamação ao Mundo” nos ensina: “A felicidade na vida familiar é mais provável de ser alcançada quando fundamentada nos ensinamentos do Senhor Jesus Cristo. O casamento e a família bem-sucedidos são estabelecidos e mantidos sob os princípios da fé, da oração, do arrependimento, do perdão, do respeito, do amor, da compaixão, do trabalho e de atividades recreativas salutares.”

Os casamentos podem ser para a eternidade

Na Igreja de Jesus Cristo são realizados os casamentos no templo, chamados de selamentos. Esta é a ordenança mais sagrada que existe, pois através do selamento os relacionamentos familiares podem se perpetuar para a eternidade. Assim, mesmo após a morte, as famílias poderão permanecer unidas. Que benção maior poderíamos querer do que a de estarmos com a nossa família para sempre?

“No templo, e somente ali, o noivo e a noiva casam-se para a eternidade. O contrato é infinito. (…) O amor que se contenta em terminar na morte é finito, fraco e desesperançado. O casamento que dura somente esta vida terrena é muito triste, porque o amor que é desenvolvido entre um homem e uma mulher, enquanto vivem juntos e criam sua família, não deveria morrer, mas, sim, viver e crescer por todos os anos da eternidade. O verdadeiro amor anseia e ora por uma continuação eterna.” (John A. Widtsoe, “Evidences and Reconciliations”)

Sou muito grata por esta ordenança eterna e infinita, que me permite viver eternamente com o meu marido e minhas filhas. Seria muito injusto perder esse amor após a morte. Felizmente o Pai Celestial preparou um plano de redenção e de felicidade para todos nós.

| Para refletir
Publicado por: Gabriela Gomes
Gabriela Gomes, é advogada, esposa do Jean, e mãe da Bella e da Liz. É do Rio de Janeiro, Ala Méier, membro da igreja há 16 anos e foi selada no templo de São Paulo em 2014. Serve atualmente como conselheira das Moças em sua ala.
O app Biblioteca para Crianças já está disponível em português
Igreja anuncia transmissão mundial sobre compartilhar o evangelho

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *