Mórmons Apoiam Respeito e Inclusão Promovido por Evento LGBTQ

Dan Reynolds do Imagine Dragons

Dan Reynolds do Imagine Dragons

SALT LAKE CITY — Pela primeira vez na história, um evento LGBTQ beneficente organizado por jovens trará vários grandes artistas a Orem durante este mês e agora com uma declaração de apoio de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

O festival LoveLoud acontecerá no dia 26 de agosto no estádio Brent Brown da Universidade de Utah Valley e será o palco de apresentações de bandas como Imagine Dragons e Neon Trees, cujos caminhos para o estrelato começaram em Utah.

Eles estarão entre aqueles que se apresentarão no evento LGBTQ, que também contará com palavras de apoio do membro do Hall da Fama da NLF, ex-aluno e jogador de futebol americano da BYU, Steve Young e da jurada do programa Dancing With The Stars, Julianne Hough que estão emprestando as vozes para o que os organizadores esperam que aconteça em todo o estado de Utah: o apoio à juventude.

A Declaração

“Elogiamos o Festival LoveLoud pelo esforço da juventude LGBTQ em reunir os adolescentes em um local seguro e expressar respeito e amor a todos os filhos de Deus”, diz um comunicado divulgado pela Igreja Mórmon. “Unimos nossa voz à de todos os que se unem para promover uma comunidade de inclusão na qual ninguém é maltratado por causa de quem é ou em que acredita”.

A declaração continua: “Compartilhamos crenças comuns, entre as quais a alta estima que temos por nossa juventude e o valor das famílias. Esperamos sinceramente que este festival e outros esforços relacionados possam edificar a comunicação respeitosa, o melhor entendimento e a civilidade ao aprendermos uns dos outros”.

O evento LGBTQ está sendo organizado por Dan Reynolds, vocalista da banda ganhadora do Grammy, Imagine Dragons, que estava procurando um lugar seguro para colocar as diferenças de lado entre as comunidades LGBTQ e as comunidades religiosas e promover o amor e aceitação da juventude LGBTQ.

“O LoveLoud serve para reunir nossa comunidade e conversar sobre como podemos amar nossa juventude LGBT e fazê-los sentir-se aceitos e amados na comunidade, para que assim as taxas de suicídio entre eles caiam”, disse Reynolds, ressaltando o aumento do risco de suicídio entre os jovens LGBT e outros que se sentem intimidados ou marginalizados.

Beneficente

Todo o dinheiro arrecadado no evento LGBTQ irá para a Fundação LoveLoud, que oferece apoio às instituições de caridade de Utah Encircle e Stand4Kind, bem como para outras duas instituições de caridade nacionais, The Trevor Project e GLAAD.

Os organizadores do evento estão trabalhando há meses para realizar um evento que pode focar no bem comum de ajudar a juventude em um ambiente seguro e livre de diferenças políticas. O organizador do evento, Lance Lowry, enfatizou a “necessidade de ter uma comunidade mais segura”.

“Podemos trabalhar juntos para ter mais amor. Por mais clichê que pareça, o amor é algo em que todos nós acreditamos, pelo menos aqueles que estão envolvidos no evento, e sabemos que nada de ruim pode resultar por se amar mais”, disse Lowry.

Tom Christofferson, irmão do Élder D. Todd Christofferson que é membro do quórum dos Doze Apóstolos da Igreja Mórmon, também vai falar no evento. Alex Boye, cantor e ex-membro do Coro do Tabernáculo Mórmon, será o mestre de cerimônias do evento.

Dan Raynolds

Reynolds, que se identifica como mórmon e serviu uma missão pela Igreja no Nebraska, ultimamente tem apoiado abertamente as causas LGBT e por causa da popularidade da banda Imagine Dragons sua voz tem maior alcance.

“Sempre que eu faço entrevistas com a imprensa sobre a banda, quando as pessoas me perguntam se eu sou mórmon ou não, muitas vezes os entrevistadores me deixavam desconfortável”, ele disse. “Isso acontecia porque embora eu seja mórmon e me identifique como mórmon, eu sou um mórmon diferente. Tenho meus pontos de vista pessoais sobre as coisas e minhas próprias dificuldades com minhas crenças, então normalmente fugia da pergunta”, disse ele.

“Mas uma das razões que tornava difícil para mim falar sobre isso era que eu sabia o que dizia meu coração, sabe, o que penso sobre Deus e sobre o relacionamento de Deus com a comunidade LGBTQ”.

Arrependimento

Recentemente, Reynolds expressou frustrações com o modo como as questões LGBT são encaradas por aqueles que partilham as mesmas crenças que ele, pois foram feitos alguns comentários que fizeram alguns religiosos se perguntarem se há espaço para encontrar um propósito comum em um evento como o festival LoveLoud.

“Meu único arrependimento até agora, onde acho que errei, é que não acredito que os mórmons são pessoas intolerantes”, disse Reynolds, comentando sobre declarações que ele fez em entrevistas anteriores.

“Eu fiz uma entrevista com a Billboard e acho que, quando estamos fazendo entrevistas e… principalmente quando falo no calor do momento, e eu falo o que está no meu coração e às vezes sem pensar, as coisas podem ser enviesadas e eles colocam nossas declarações de uma maneira que pode ofender as pessoas. Então quando o artigo da Billboard saiu eu entendi que as pessoas poderiam considerar minhas declarações ofensivas e que os mórmons achariam que eu estava julgando outros mórmons ou algo assim, e me arrependo por isso. Não acredito que os mórmons sejam um povo preconceituoso”, ele afirmou.

O Objetivo do Evento LGBTQ

Reynolds disse que o evento LGBTQ não será voltado para ele ou suas crenças pessoais. O objetivo, declarou ele, será criar um ambiente onde todas as pessoas se sintam seguras e confortáveis. Embora seja difícil retirar a religião da equação porque Utah é uma área densamente povoada por mórmons, Reynolds disse que se trata de uma questão que vai “além dos mórmons”.

“Os mórmons e as pessoas de crenças ortodoxas deveriam ser capazes de se assumir e sentir-se respeitadas e amadas, não se sentir como algumas pessoas que declaram que é preciso mudar as crenças. Em vez disso elas deveriam dizer: ‘Como podemos todos ser melhores, mais amorosos e aceitar mais uns aos outros?’”

Lowry, que também é assistente de Reynold, confirmou que as mensagens promovidas do palco serão coerentes.

“O ponto forte de Dan sempre foi sua honestidade e sua franqueza”, disse Lowry. “Ele sempre fala o que está no coração. Ele sempre fala o que pensa. É uma das coisas pelas quais somos gratos porque ele não usa eufemismos. Ele sempre diz como se sente.

Ele enfatizou que o evento LGBTQ “não se trata da pregação de uma mensagem em particular. Não queremos concluir quem está certo e quem está errado. Trata-se de um modo de todos sermos melhores”.

Bilheteria

Lowry, disse que, embora a venda de ingressos esteja satisfatória até o momento, o apoio da Igreja deve ajudar.

“Sabemos que o anúncio e endosso do evento pela Igreja ajudará as pessoas a sentirem-se seguras e dará a elas a confiança de que precisam para participarem”, disse Lowry. “Conheço várias pessoas que estão interessadas e querem participar, mas não têm certeza de como proceder e se envolver com este tópico, mas com a Igreja incentivando as pessoas a se envolver, creio que vamos esgotar os ingressos. Estamos nos preparando para aumentar a capacidade para conseguir lidar com isso.”

A capacidade prevista para o evento é de 18.000 pessoas, mas os organizadores estão trabalhando com bombeiros para provavelmente aumentar a capacidade para mais de 20.000.

Escrito por Morgan Jones e traduzido por Luciana Fiallo.

Fonte: www.deseretnews.com e Mormon Newsroom (Site oficial da Igreja em Inglês)

Saiba mais sobre o tema:

https://mormonsud.net/a-igreja-de-jesus-cristo/mormons-liberdade-religiosa-e-homossexualidade/

| Notícias
Publicado por: Luciana Fiallo
Tradutora e intérprete de formação e paixão. Escolheu essa profissão para, no futuro, poder fazer lição de casa com os filhos e continuar trabalhando.
Apóstolo Mórmon Recebe Prêmio Mundial da Paz na Indía
Por Que Não Me Casei Com Um Missionário Retornado

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *