Já que esse artigo fala sobre a amada trilogia de O Senhor dos Anéis, eu achei que seria apropriado escrever o restante dele usando um dos dois idiomas élficos criados por J.R.R. Tolkien.

“Pedin i phith in aníron, a nin ú-cheniog.”

Que significa “Eu posso falar o que quiser, e você não vai me entender.”

Na verdade, eu só peguei essa frase na internet. Português já é difícil o suficiente para mim.

Entrentato, acho incrível a capacidade que Tolkien teve de criar um mundo e idiomas do nada. É por isso que muitas pessoas perguntam “Se Tolkien foi capaz de criar tudo isso, Joseph Smith poderia ter feito o mesmo. Certo?”

Errado!

Um estudo recente da BYU aborda essa questão.

Ele foi escrito por quatro professores da BYU e centraliza-se em unidades sonoras chamadas “fonemas.” Quando analizados, eles funcionam como uma impressão digital na escrita. Dessa forma, é possível identificar diferentes autores.

Basicamente, quando um autor cria um nome, ele usa uma unidade sonora característica de seu processo de escrita. Usando essa idea, o estudo da BYU comparou os nomes encontrados no Livro de Mórmon (um livro de vários autores diferentes) com os nomes encontrados na trilogia de O Senhor dos Anéis.

Livro de Mórmon e a Frase "E aconteceu que" - testemunho

Se o Livro de Mórmon foi realmente escrito por diversos autores, ele mostraria o uso de diversos fonemas. Da mesma forma, os nomes de O Senhor dos Anéis mostrariam a característica do uso de fonemas de apenas um autor.

É importante lembrar que Tolkien era um renomado linguista. Ele se esforçou ao máximo para basear os nomes que ele criou em culturas e idiomas diferentes, para evitar essa “impressão digital” na escrita. Mas apesar de seus esforços, o estudo mostra que os nomes que Tolkien criou tinham uma unidade sonora característica.

O Livro de Mórmon, por outro lado contém o seguinte número de semelhanças em unidades sonoras:

Zero.

O estudo diz:

“Os resultados sugerem que Tolkien tinha uma uma ‘impressão digital’ na escrita na qual ele não conseguiu escapar quando ele criou os nomes dos personagens, mesmo tendo usado outros idiomas como base. Em contraste, os nomes encontrados no Livro de Mórmon, nenhuma dessas ‘impressões digitais’ surgiu.

Os fonemas encontrados nos grupos de nomes variaram da maneira que é esperado em culturas distintas. Portanto, os nomes encontrados no Livro de Mórmon são significativamente mais diversos que os nomes criados por Tolkien.

Se os nomes do Livro de Mórmon foram criados por uma pessoa, eles foram criados através de um processo diferente ou baseado em idiomas e culturas complexas mais consistentes do que foram usados por Tolkien.”

ler as escrituras em isaías

Então o estudo enfatiza a diferença entre Tolkien e Joseph Smith. Tolkien viveu antes seus 81 anos de idades e era um especialista em sua área. Joseph Smith era um fazendeiro que não chegou a ver o seu aniversário de 40 anos, devido ao seu assassinato.

“Mesmo sendo talentoso linguisticamente, Tolkien não foi capaz de usar unidades de som de forma consistente segundo a origem dos idiomas que os nomes foram derivados, mesmo ele sendo o criador desses idiomas. Conscientemente ou não, parece que Tolkien não foi capaz de escapar de suas tendências pessoais de usar certos fonemas ao criar ou selecionar nomes.

Se Joseph Smith escreveu o Livro de Mórmon, ele teria inventado um número incrível de nomes sem deixar para trás nenhuma evidência de fonemas ou ‘impressões digitais’ na escrita. Isso teria pedido uma flexibilidade que nem mesmo Tolkien, apesar de seu incrível repertório de sons e símbolos, não foi capaz de alcançar.”

autenticidade

“Joseph Smith Translating the Book of Mórmon”, Gospel Art Pictures, lds.org

Como Joseph Smith teria sido capaz de escrever um livro em três meses que é mais complexo e único do que um livro escrito por um linguista famoso durante toda a sua vida?

Se você perguntar isso pra mim, a resposta é simples: Joseph Smith não escreveu o Livro de Mórmon. O Livro de Mórmon é um registro antigo que foi traduzido pelo dom e poder de Deus.

Para saber mais, leia o Livro. Peça um gratuitamente aqui.

Relacionado:

7 evidências que mostram que Joseph Smith não escreveu o Livro de Mórmon