O Presidente Benson viu e tocou Cristo ressuscitado? Leia esse testemunho poderoso

Nota do editor: o seguinte artigo é um trecho de um livro sobre testemunhos sobre Jesus Cristo

Em 1979, o presidente Ezra Taft Benson deu ao menos dois discursos em que utilizou frases cuidadosamente elaboradas para indicar que viu ao Senhor Jesus Cristo e, provavelmente, tocou seu corpo ressuscitado.

O primeiro discurso foi ministrado a estudantes que frequentavam um instituto perto da Universidade de Utah.

Nessa ocasião ele compartilhou seu sublime testemunho:

Também pode ser interessante: Como o profeta faz parte do milagre que salvou a vida do meu pai

“Digo, a ressurreição de Jesus Cristo é o maior acontecimento histórico do mundo até agora.

Nesta dispensação, começando com o profeta Joseph Smith, as testemunhas são uma legião.

Como um dos chamados como testemunho especial, adiciono meu testemunho ao dos meus companheiros apóstolos: Ele vive! Vive com um corpo ressuscitado.

No há verdade ou fato do qual eu esteja mais seguro, ou conheça melhor por experiência pessoal, que a verdade da ressurreição do nosso Senhor.”

Logo, o presidente Benson fez uma declaração parecida. Ou, poderia se dizer, que ainda mais clara. Nesta oportunidade, se dirigiu aos Santos da Califórnia:

Porque Ele era Deus, ou seja, o Filho de Deus, só Ele tinha o poder da ressurreição.

Assim que, no terceiro dia depois do seu enterro, saiu vivo da tumba e se mostrou a muitos. Então, houve testemunho que o viram.

Muitos nesta dispensação o viram. Como uma dessas assim chamadas testemunhas especiais, neste dia testifico a vocês que Ele vive. Vive com um corpo ressuscitado.

No há verdade ou fato que eu esteja mais seguro que a verdade da ressurreição do nosso Senhor.”

Também pode ser interessante: Presidente Snow revive garota: relato incrível sobre o mundo espiritual

Outras declarações do irmão Benson antes de se converter à presidente da Igreja foram:

“Jesus vive hoje. Ele ressuscitou, eu sei…Sim, Jesus Cristo é divino. Vive hoje. Ressuscitou. Ele é o filho de Deus, o redentor do mundo”.

Novamente:

“Agora, só me resta uma coisa mais para fazer hoje e é dar meu testemunho pessoal.

Sei que Deus vive, que é uma pessoa, o Pai de nossos espíritos, que ama seus filhos, e escuta e responde suas orações justas.

Sei que Jesus Cristo é o filho de Deus, nosso irmão mais velho, o mesmo Criador e Redentor do mundo.

Sei que Deus estabeleceu novamente seu reino na terra em cumprimento da profecia e que nunca será vencido. Portanto, finalmente terá domínio universal na Terra e Jesus Cristo reinará para sempre.

Sei que Deus em sua bondade se revelou novamente desde os céus e que Joseph Smith foi chamado por Deus para reestabelecer esse reino: a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Testifico que Ele levou a cabo esta obra, que sentou as bases e que entregou à Igreja as chaves e os poderes para continuar a grande obra dos últimos dias, que começou sob a direção do Deus Todo poderoso.

Também pode ser interessante: De acordo com Êxodo 33:20, como Joseph Smith viu Deus e Jesus?

Sei que Joseph Smith, apesar de ter sido assassinada como mártir da verdade, ainda vive e que, como cabeça dessa dispensação, a maior de todas as dispensações do Evangelho, seguirá de pé com o passar das eternidades que estão por vir.

É um profeta de Deus, um vidente e revelador e igualmente seus sucessores.

Sei que a inspiração do Senhor está dirigindo a Igreja hoje porque tenho sentido seu poder.

Sei que a Primeira Presidência e outras Autoridade Gerais da Igreja tem como objetivo e propósito a glória de Deus e a exaltação de seus filhos.

Finalmente, sei que nenhuma pessoa que não receba essa obra pode se salvar no reino celestial de Deus e escapar da condenação do Juiz de todos nós.

Com humildade e oração, deixo este testemunho, sabendo muito bem que finalmente devo me encontrar com meu Criador e comparecer com todos os homens ante o tribunal de Deus.

Mais que nada no mundo todo, me sinto grato por este testemunho da divindade dessa grande obra dos últimos dias e insisto a todos os homens em todo o mundo que prestem atenção nela.”

Novamente:

“Compartilho meu testemunho, meus amados irmãos e irmãs, de que Deus vive. Ele não está morto. Testifico que Deus nosso Padre e Seu Amado Filho, nosso Salvador e Redentor, apareceram a Joseph Smith. Sei que isso como sei que estou vivo. Testifico que há um Deus no céu que escuta e responde nossas orações. Sei que isso é verdade”.

A seguinte declaração é o testemunho que o Presidente Benson compartilhou na Universidade Brigham Young.

Este discurso também inclui uma forte advertência para os estudiosos e acadêmicos que questionavam e duvidavam ou buscavam negar a realidade da Primeira Visão:

“Ele vive hoje; disso dou solene testemunho.

Esse mesmo Jesus já veio à Terra em nossos dias.

O Cristo ressuscitado, glorificado, exaltado, o Deus desse mundo depois do Pai, apareceu ao jovem Joseph Smith em 1820.

Esse mesmo Jesus, o Deus de Abraão, Isaac e Jacó, o Deus de Moisés, o Criador dessa terra chegou em nossos dias.

O Pai apresentou Jesus Cristo a Joseph Smith com essas palavras: “Esse é Meu Filho Amado. Ouve-o” (Joseph Smith 2:17 [JS – H 1:17]).

Há alguns entre nós que promovem o sofisma de que essa aparição de Deus, o Pai, e de seu Filho, Jesus Cristo, foi produto da imaginação do Profeta. Isso é uma mentira absoluta.

Não é só uma tentativa de desacreditar o testemunho de Joseph Smith; desacreditaria o testemunho do mesmo Jesus, que literalmente se apareceu ao Profeta como testemunha de sua própria ressurreição.”.

Na década de 1980, o presidente Benson pronunciou alguns discursos em conferências em que deu testemunho de Jesus e compartilhou experiências espirituais sagradas que teve e lhe proporcionaram um conhecimento seguro.

A continuação, alguns abstratos breves de seu testemunho, mas poderosos:

“Possuir um testemunho de Jesus é saber que Ele voluntariamente tomou sobre si mesmo os pecados de toda a humanidade no Jardim de Getsêmani, o que o fez sofrer tanto no corpo como no espírito e sangrar por cada poro. Ele fez tudo isso para que nós não tivéssemos que sofrer caso nos arrependêssemos”. (Doutrina e Convênios 19:16,18)

“Possuir um testemunho de Jesus é saber que Ele saiu triunfalmente da tumba com um corpo físico e ressuscitado. Porque Ele vive, toda a humanidade também viverá”.

“Possuir um testemunho de Jesus é saber que Deus, o Pai, e Jesus Cristo realmente apareceram ao profeta Joseph Smith, para estabelecer uma nova dispensação de Seu evangelho e para que a salvação possa ser pregada a todas as nações antes de que Ele volte”.

“Dou testemunho de que essa é a Igreja de Jesus Cristo. Ele a preside e está próximo de seus servos”.

“Testifico humildemente que Ele hoje é o mesmo Senhor amoroso e compassivo que caminhava pelos caminhos empoeirados da Palestina. Ele está perto de seus servos nessa terra”.

“Testifico que Deus vive e que hoje comunica aos seus servos sua vontade”.

“Sei que a inspiração do Senhor está dirigindo a Igreja hoje porque tenho sentido seu poder”.

“No mundo dos espíritos não está longe. Toda nossa obra é um grande programa que se realiza em ambos os lados do véu. Às vezes, o véu entre esta vida e a vida do outro lado é muito fino. Isso eu sei! Nossos seres queridos que faleceram não estão longe de nós”.

Essa é uma tradução do artigo que foi escrito originalmente por Dennis B. Horne e foi publicado em LDS Living com o título “Did President Benson see and touch the resurrected Savior? Read this carefully worded witness of Christ”.

| Fé em Jesus Cristo

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *