A importância de ‘A Família: Proclamação ao Mundo’ para os Santos e para o mundo

Em 23 de setembro de 1995, o Presidente Gordon B. Hinckley apresentou pela primeira vez ‘A Família: Proclamação ao Mundo’, que declara e reafirma os padrões, doutrina e práticas da Igreja relacionados à família, como parte de sua mensagem na Reunião Geral da Sociedade de Socorro.

Após ler a proclamação, o profeta afirmou:

“Recomendamos a todos uma leitura cuidadosa, ponderada e fervorosa dessa proclamação. A força de qualquer nação baseia-se no que acontece dentro das paredes do lar. Instamos nosso povo em todo o mundo a fortalecer a família, segundo esses valores que o tempo consagrou.”

Desde então, os ensinamentos contidos na proclamação da família têm sido mundialmente compartilhados por líderes da Igreja em reuniões com os Santos dos Últimos Dias e em cenários inter-religiosos.

A Família: Proclamação ao Mundo apresenta o propósito divino das famílias no plano de salvação. Deixa claro que o casamento entre homem e mulher foi ordenado por Deus e todos os seres humanos são amados filhos e filhas espirituais de pais celestiais. A proclamação também ensina sobre as sagradas responsabilidades de cônjuges e pais e os princípios do casamento e da vida familiar.

A importância da proclamação da família

A conferência geral de outubro de 2005 marcou o aniversário de 10 anos da proclamação e o Élder M. Russell Ballard, do Quórum dos Doze apóstolos disse que “a proclamação é um texto profético, não apenas porque foi publicada pelos profetas, mas porque estava à frente do seu tempo”.

“A linguagem clara e simples da proclamação contrasta inteiramente com as noções confusas e complexas de uma sociedade que não consegue nem concordar com uma definição de família, que dirá oferecer a ajuda e o apoio de que os pais e as famílias precisam.”

Ele também conclamou todos os membros a fazer da proclamação um “estandarte da liberdade”, e a se comprometerem a “viver de acordo com seus preceitos”.

Desde que a Igreja foi estabelecida em 1830, somente seis proclamações foram emitidas pelos líderes da Igreja, sendo que as duas mais recentes são a proclamação da família e “A Restauração da Plenitude do Evangelho de Jesus Cristo: Uma Proclamação Bicentenária ao Mundo”, que foi lida pelo Presidente Nelson durante a conferência geral de abril de 2020.

As outras incluem a proclamação de 1841 que detalha o progresso da Igreja, a proclamação sobre a Restauração do evangelho de 1845, a proclamação de 1865 sobre a natureza de Deus e a proclamação de 1980 sobre o aniversário de 150 anos da organização da Igreja.

As proclamações não são somente para os Santos dos Últimos Dias, mas para todo o mundo.

Como os líderes da Igreja têm usado a proclamação da família

Nos últimos 25 anos, “A Família: Proclamação ao Mundo” foi citada mais de 150 vezes em conferências gerais e usada em discussões inter-religiosas no Vaticano e em outros palcos internacionais.

Em agosto de 2009, o Presidente Nelson – na época membro do Quórum dos Doze Apóstolos – citou trechos da proclamação para enfatizar a importância da família como unidade fundamental da sociedade, durante o Congresso Mundial das Famílias. Ele disse:

“A família está sobre ataque de todos os lados. Muitos imaginam se a instituição não é mais necessária. Nossa resposta é certa. Se há qualquer esperança para o futuro das nações, essa esperança reside na família. Nossos filhos são nossa riqueza; nossos filhos são nossa força; nossos filhos são de fato o nosso futuro!”

Papa Francisco

Em novembro de 2014, ao falar para líderes religiosos no Vaticano, o presidente Henry B. Eyring da Primeira Presidência pediu “um renascimento de casamentos felizes e famílias produtivas”, ao usar os princípios da proclamação da família.

“Ao trabalharmos para construir e encorajar fiéis e amoroso casamentos no quais homens e mulheres se tornam um e nutrem suas famílias, o Senhor multiplicará nossos esforços.”

Em abril de 2017, durante um painel de discussão sobre imigração de refugiados em Nova York, a presidente geral da Sociedade de Socorro Jean B. Bingham falou sobre a importância da família.

“Como definido pela minha religião e pelas Nações Unidas, a família é a unidade fundamental da sociedade. Portanto, cuidados devem ser tomados para proteger a família, especialmente aquele em circunstâncias difíceis.”

Em maio de 2018 ao falar para membros do Senado e da Câmara de Deputados na Argentina, o Élder Jeffrey R. Holland do Quórum dos Doze Apóstolos, disse que a família é como a pedra angular da sociedade. Depois de apresentar a proclamação da família, ele disse:

“Meu amigos, a família importa. De fato, os valores e pontos fortes de uma nação são apenas a soma total dos valores e pontos fortes de suas famílias.”

Como você aplica e compartilha os princípios que aprende com a proclamação da família? Compartilhe conosco.

Fonte: Church News

Relacionado:

25 anos da declaração “A Família: Proclamação ao Mundo”

| Fortalecendo as Famílias

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *