A história do Livro de Mórmon levado à lua na missão da Apollo 16

A única cópia do Livro de Mórmon que foi para o espaço chegará em Utah nesta semana.

Antes do lançamento da Apollo 16 em 1972, o fotógrafo da NASA, M. Edward Thomas, persuadiu o comandante da missão, John Young, para levar uma tríplice branca em tamanho de bolso para o espaço.

Essa rara tríplice, publicada em 1964, será exibida na quinta-feira, 3 de outubro, na sala do Presidente no Joseph Smith Memorial Building, em Salt Lake City .

A contracapa do Livro de Mórmon que foi para a lua com a Apollo 16 mostra uma inscrição de John Young depois de retornar do espaço.

Robert Livingston, um dos organizadores e o vice-presidente executivo do leilão RR, disse que este livro de escrituras é “absolutamente único.”

“Pelo o que sabemos, é o único Livro de Mórmon que foi à lua”, disse Livingston. Havia microfilmes da Bíblia na Apollo 13 e na Apollo 14, mas nunca um Livro de Mórmon, devido ao peso limitado e restrições de espaço. Os astronautas não podiam levar objetos grandes com eles. Este é o único Livro de Mórmon em tamanho de bolso que foi levado numa missão Apollo.”

A origem do livro e sua viagem de ida e volta está bem documentada.

Durante essa época de viagens espaciais nos anos 60 e 70, os astronautas receberam muitos pedidos para levar itens para o espaço, disse Livingston.

Como Thomas tinha contato com os astronautas, ele primeiro perguntou a Young se ele estaria disposto a levar uma Bíblia com ele para o espaço. Young pensou que ter um livro religioso durante a missão era uma boa ideia. O Thomas prometeu lhe dar um, de acordo com um comunicado do leilão da RR.

A esposa de Thomas hesitou em enviar a Bíblia da família para o espaço no caso de algo dar errado. Assim, um membro da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias lhe enviou uma pequena combinação tríplice branca com o Livro de Mórmon, Doutrina e Convênios, e Pérola de Grande Valor.

A combinação tríplice que foi para a lua com John Young na Apollo 16 em 1972. Young é visto em uma fotografia aceitando o livro de Thomas e o livro foi listado entre seus itens no voo.

Young devolveu o Livro de Mórmon a Thomas após a missão. Na contracapa, está esta inscrição: Este livro de Mórmon viajou na Apollo 16 para a lua e retornou à terra, John Young, 7/7/72.”

Thomas mais tarde se converteu à Igreja, disse Livingston.

“É um importante texto sagrado levado para a lua que se provou fundamental na conversão de um homem”, disse Livingston. “Esta é uma relíquia verdadeiramente inspiradora da Apollo 16.”

O falecido M. Edward Thomas foi um fotógrafo da NASA que mais tarde se juntou à Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Thomas morreu em 5 de janeiro de 2001, aos 80 anos em Kaysville.

Fonte: LDS Living

| Vida Mórmon

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *