6 simbolismos do templo e suas explicações

Mesmo com os templos fechados por causa da COVID-19, podemos continuar aprendendo bastante sobre a Casa do Senhor.

É como o Presidente Russell M. Nelson disse na conferência de abril desse ano,

“Aproveitem esse momento em que os templos estão fechados para continuarem a viver de modo digno para entrarem no templo ou para se tornarem dignos de entrar no templo […] Estudem e orem para aprender mais sobre o poder e o conhecimento com os quais foram investidos – ou como os quais ainda serão investidos.”

Então como ainda estamos no processo de reabertura dos templos, seria legal aprender mais sobre eles enquanto não podemos ir lá pessoalmente. 

Por isso trouxemos 6 simbolismos que encontramos nos templos (e suas explicações) e como eles nos levam em direção a Jesus Cristo. 

Bora começar?

Alfa e Ômega

A frase “Eu sou Alfa e Ômega” está escrita em pedras angulares próximas a portas no templo de Salt Lake City e é frequentemente encontrada nas escrituras.

Essas duas letras do alfabeto grego, se traduzidas seriam como o nosso A e o nosso Z, respectivamente. A ideia é que Jesus Cristo é o começo e o fim, ou ‘aquele que é eterno’. Ele é um Deus eterno.

Torres e pináculos no templo de Salt Lake

Já percebeu que as torres no templo de Salt Lake City têm tamanhos diferentes? Três torres são mais altas e as outras três são mais baixas. Segundo o professor Donald W. Parry,  especialista em religião e escrituras, professor de Bíblia hebraica na Brigham Young University, essas torres mais altas representam o Sacerdócio de Melquisedeque e as torres mais baixas representam o Sacerdócio Aarônico.

Torres e pináculos de outros templos

Como essas torres e pináculos normalmente apontam para cima, elas nos ajudam a elevar nossa visão e olhar para Deus (olhar para cima) e também nos incentivam a nos tornar mais como Jesus Cristo.

Templo de Roma, Italia. Créditos: Jarvie Photography

Círculo dentro de um quadrado

Esse símbolo pode ser encontrado em muitos templos no mundo todo. Basicamente o círculo representa a abóbada dos céus e o quadrado representa os quatro cantos da terra, fazendo com que lembremos que somos mortais e que temos o potencial que nos tornarmos divinos. O círculo dentro do quadrado também simboliza que precisamos nos juntar a Deus, por meio da expiação de Jesus Cristo e dos convênios.

Templo de Bountiful, Utah

Estrela com oito pontas

Figuras com oito pontas, para o cristianismo antigo, significam ressurreição e renascimento espiritual. Nos templos modernos, essa estrela com oito pontas representa a necessidade de mudarmos de um estado mortal, que é decaído, para um estado santificado e celestial. Tudo isso por meio de Jesus Cristo e de Sua ressurreição (ver Mosias 27:25).

Templo de San Diego, Califórnia

Árvore da Vida

Encontramos muitas árvores dentro dos templos. Elas representam a Árvore da Vida do sonho de Leí, que representa a jornada do homem de volta à presença de Deus. Nos templos, essa árvore simboliza o término dessa jornada.

Templo de São Paulo

Esse artigo é uma adaptação de dois artigos que podem ser encontrados no LDS Living, “Ever wanted to attend the temple with a Hebrew expert? Ponder the symbolism with Donald W. Parry” e “4 Symbols to Watch for the Next Time You’re Outside a Temple”.

| Templos

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *