Atualização – Conferência Geral de abril de 2020

“Os convido para mais um jejum mundial. A todos aqueles cuja saúde permitir, vamos jejuar, orar e unir nossa fé mais uma vez. Que imploremos em oração para termos alívio dessa pandemia mundial.

Convido a todos, inclusive os que não são membros de nossa Igreja, a jejuar e orar na Sexta-feira da Paixão, dia 10 de abril, para que esta pandemia seja controlada, que os cuidadores sejam protegidos, que a economia seja fortalecida e a vida normalizada.“ – Russell M. Nelson


26 de março

O presidente Russell M. Nelson convida as pessoas em todo o mundo a, no dia 29 de março de 2020, jejuar por ajuda durante essa pandemia mundial do coronavírus.

Assista:

O que é jejum?

O Senhor disponibilizou para todos os seus filhos uma arma tão poderosa que pode interferir diretamente nos nossos desejos e anseios mais justos. Essa bênção de poder solicitar um auxílio maior é chamada de jejum.

O jejum é: “abster-se voluntariamente de comer ou beber, com o propósito de chegar mais perto do Senhor e invocar as Suas bênçãos. Quando os indivíduos ou grupos jejuam, devem também orar para entender a vontade de Deus e desenvolver maior vigor espiritual.

Na Igreja, atualmente, um Domingo de cada mês é designado para se jejuar. Durante o mesmo, os membros da Igreja abstêm-se de alimentos e bebidas por um período de tempo. Então eles doam à Igreja o dinheiro que gastariam em alimentos para aquelas refeições. Esse dinheiro é chamado de oferta de jejum. A Igreja utiliza as ofertas de jejum para ajudar os pobres e necessitados”.

Além de oferecer saúde física e benefícios pessoais, o jejum também traz consigo bênçãos específicas. Isaías nos orientou sobre o verdadeiro jejum e deixou algumas promessas para aqueles que o fazem. Quatro delas serão listadas aqui. O objetivo é incentivar homens e mulheres, em condições físicas saudáveis, a receberem essas bênçãos especificas.

Pres. Ballard diz que o mundo vencerá a guerra contra a COVID-19