Presidente Nelson compartilha seus sentimentos sobre sua experiência com o sacramento no lar

Nas mídias sociais, o Presidente Russell M. Nelson compartilhou seus sentimentos de reverência e gratidão pelo sacramento e descreve sua experiência pessoal ao participar do sacramento no lar durante a pandemia do COVID-19. Ele também deu conselhos para aqueles que desejam participar do sacramento, mas que não foram capazes de fazê-lo.

“Certo dia, um amigo de nossa família perguntou à minha esposa, Wendy, como tem sido a experiência de ter o sacramento no lar. Ela escreveu a seguinte resposta:

‘Por sabermos que nossa mesa de jantar se tornará a mesa do sacramento no domingo, nós tomamos cuidados especiais no sábado para garantir que nosso lar esteja limpo e organizado. Meu marido sente muita ALEGRIA ao dobrar as roupas e aspirar o chão. E alegro-me com a alegria dele!

Para mim, a melhor parte é ouvir meu marido abençoar o sacramento. Posso sentir o quanto ele ama o Senhor e quão grato é pela Expiação do Salvador, pela maneira terna com que ele pronuncia cada palavra. Posso sentir sua sinceridade a respeito do privilégio que nós temos — naquele momento sagrado em nossa casa — de renovar nossos convênios batismais e fazer um novo convênio com Deus sobre como viveremos a semana seguinte. Fico emocionada todos os domingos’.

Wendy e eu temos amado passar esses momentos especiais juntos, mas também sentimos falta de partilhar do sacramento com os membros. Há poucos dias, a Primeira Presidência anunciou planos para autorizar a retomada de nossas reuniões dominicais de maneira cuidadosa e gradual. Aos poucos, as reuniões sacramentais voltarão a acontecer, em conformidade com as restrições locais.

Alguns países já escaparam da pandemia. Outros estão passando por um aumento contínuo dela. Nesses países, o Dia do Senhor no lar se prolongará por mais tempo. Estou profundamente preocupado com aquelas pessoas que desejam partilhar do sacramento, mas não têm um portador digno do sacerdócio em seu lar. Elas devem comunicar ao bispo que gostariam de receber em seu lar representantes designados para administrar o sacramento. Se desejarem, elas podem oferecer seu próprio pão e água, de acordo com suas necessidades específicas.

Partilhar do sacramento é um privilégio sagrado e santificador. Ao fazê-lo, podemos acessar o poder do Senhor mais plenamente. Desejamos que todas as pessoas que tenham o desejo de partilhar do sacramento o façam.

Amo vocês, meus queridos irmãos e irmãs, e asseguro-lhes que o Senhor está cuidando de cada um de vocês.”

Relacionado:

Redes sociais: Nossos líderes ensinam a como encontrar esperança através de Cristo

| Profetas Hoje

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *