O que significa quando dizemos “Eu sinto o Espírito”?

O que significa quando dizemos “Eu sinto o Espírito”?

Essa é uma frase que escutamos em quase todas as atividades da igreja, desde experiências vividas dentro do templo até as rodas de conversa em acampamentos. Existe uma grande confusão relacionada a esse assunto. Por que é tão difícil para membros da igreja terem a certeza de que sentem o Espírito? Por que existem tantos membros que descrevem diferentes maneiras do que significa sentir o Espírito? Por que algumas pessoas (presumindo que todas tenham níveis de retidão iguais) sentem o Espírito em momentos diferentes?

O que significa quando dizemos “Eu sinto o Espírito”?

responde, sentir-se excluído

Quem é o Espírito e como alguém sente ele?

O Espírito Santos é o terceiro membro da Trindade. Ele é um personagem em espírito, sem carne e ossos (ver D&C 130:22). Ele também é conhecido como o Espírito, Espírito Santo, O Santo Espírito de Deus, o Espírito do Senhor, ou o Consolador.

Ele “testifica do Pai e do Filho” (2 Néfi 31:18), ele revela e ensina “a verdade de todas as coisas” (Morôni 10:5). Uma pessoa pode receber um testemunho do Pai Celestial e de Jesus Cristo somente pelo poder do Espírito Santo. A comunicação entre o Espírito Santo e o seu espírito é tão certa quanto qualquer outra maneira de comunicação espiritual.

Como alguém sente o Espírito Santo? Pense em algumas palavras das escrituras que descrevem essa coisa de ‘sentir o espírito’. Um ardor, uma sensação de ser furado, provar, ver, ouvir, receber e sentir a manifestação de algo. Quando vemos a palavra sentir nas escrituras, com frequência ela está sozinha: sinta as emoções, sinta as palavras de Deus, sinta o amor redentor.

Outras definições da palavra ‘sentir’ talvez nos ajudem a ter um profundo  entendimento de como o Senhor nos faria entender sobre as interações com o Espírito.

“Estar atentos, examinar através da busca ou toque, ter a capacidade de sentir, dar a sensação física quando tocado, considerar-se o único em uma situação específica.”

“Estar atentos” é provavelmente a definição mais pertinente. Ler as escrituras parece indicar que ter uma interação com o Espírito Santo é mais acentuada do que uma sensação física ou emocional. Isto é diferente do uso que a maioria dos falantes da língua inglesa aplicam para a palavra ‘sentir’. O mais comum é usarmos para nos referir a estados emocionais como raiva, tristeza, etc. Porém, as escrituras não parecem indicar esses tipos de sentimentos nas histórias relatadas. A melhor descrição para “sentir o Espírito” é “Estou ciente da presença do Espírito Santo.”

Fotografia feita por Camila Soares Ribeiro

O que mais poderia significar?

Pesquisadores estudaram o cérebro de monges e freiras, e apesar das diferenças nas práticas e crenças entre essas duas religiões, os cérebros dos dois grupos reagiram da mesma maneira quando eles estavam tendo suas ‘experiências espirituais’. Quando usamos o senso comum da palavra sentir, provavelmente estamos identificando os sentimentos que as freiras e monges e pessoas religiosas têm. Esses sentimentos são ruins? Não. Alegria, amor e paz vêm de Deus

No entanto, receber o Espírito Santo como testemunha da verdade, é completamente diferente desse sentimentos

Como é completamente diferente? A diferença é conhecer uma pessoa e não conhecer uma pessoa.

Imagine uma multidão de mulheres. Imagine que você tem a tarefa de descrever a sua mãe para que outra pessoa a identifique em meia a multidão. Seria difícil para um estranho procurar a sua mãe, mas para você, sendo filho ou filha, não seria tão difícil identificar a sua mãe.

Se você presumir que sentir o Espírito é saber, ou conhecer o Espírito Santo, então é muito difícil, senão impossível O descrever (ou o Seu poder, influência, etc.) para outra pessoa identificá-Lo em meio a uma multidão de outros sentimentos ou estímulos. De certa maneira, é inútil descrever a diferença do que o mundo reconhece como Deus e o que um membro da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias conhece como o Espírito Santo.

Como sentir o Espírito se torna uma evidência de Sua existência?

A maioria dos críticos ou não membros nos dizem: “Você não pode confiar em sentimentos pessoais ou experiências como base de evidências. Isso é muito subjetivo e não bíblico. Satanás pode aparecer em forma de anjo de luz e enganar nossos corações.”  Assim como outros sentimentos negativos, existe um conjunto padrão de diversas escrituras que podem ser usadas para justificar essas afirmações.

Toda essa crítica é válida? Talvez. Talvez devêssemos olhar para essas críticas e nos perguntar se não devemos ser mais precisos em nossas afirmações quando dizemos que sentimos o Espírito Santo.

Talvez fosse melhor se disséssemos, “Eu senti o Espírito Santo testificar do que o Irmão fulano de tal disse, era verdade” ou “Eu senti Deus falar comigo através do Espírito Santo.” Talvez não tenhamos o devido cuidado com a maneira que dizemos “Eu sinto o Espírito Santo.” O que queremos dizer é que a presença do Espírito Santo, seu poder, mente e vontade podem ser discerníveis de uma única vez.

Não é muito legal dizer que conhecemos o Espírito Santo, sabemos a diferença entre Ele e outra pessoa, mesmo que essa outra pessoa possa fingir se o Espírito Santo?

Concordo com os detratores. Sentimentos não são a base de um testemunho. No entanto, experiências espirituais são. Como eu sei que o livro de Mórmon é verdadeiro? Como é dito nas escrituras, eu diria que Deus manifestou essa verdade para mim por meio do poder do Espírito Santo. De maneira mais simples, eu diria que Deus se comunicou comigo, e uma das coisas que Ele disse é que o Livro de Mórmon é a Sua palavra.

Não se dê menos do que você merece. Nossas experiências espirituais na Igreja são muito mais do que aquela cena do filme O Grinch.

O que fazemos é mais do que sentir.

Seu testemunho sobre a veracidade do evangelho restaurado, vem do seu conhecimento e proximidade com um membro da Trindade.

E isso é maravilhoso.

Esta é uma tradução do artigo escrito pelo Dr. David T. Morgan e publicado originalmente no site thirdhour.org com o título “What Do We Mean When We Say “I Feel the Spirit”?”.

Sobre o autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Maisfe.org
Maisfe.orgterça-feira, maio 14th, 2019 at 4:12am
Puro amor: O verdadeiro sinal de todos os verdadeiros discípulos de Jesus Cristo.
.
.
.
#lds #sud #amor #amordecristo #fe #obediencia #Cristo #discipulos #evangelho #testemunho #maisfe #brasil #aigrejadejesuscristodossantosdosultimosdias
Maisfe.org
Maisfe.orgterça-feira, maio 14th, 2019 at 3:00am
Palavras e frases como "vingança", "justiça", "ira" e "persuasão" às vezes aparecem nas escrituras relacionadas a Deus, mas Ele se resume a isso? Descubra.
Maisfe.org
Maisfe.orgterça-feira, maio 14th, 2019 at 1:03am
Confira um pequeno trecho do livro "The Continuous Conversion" do irmão Brad Wilcox e entenda como a investidura no templo representa a Expiação de Cristo.
Maisfe.org
Maisfe.orgsegunda-feira, maio 13th, 2019 at 9:00am
Você conhece a parábola da ovelha perdida? Podemos aprender coisas novas ao estudá-la com uma nova perspectiva. Confira:
Maisfe.org
Maisfe.orgsegunda-feira, maio 13th, 2019 at 8:00am
Pode uma mãe esquecer-se do filho que mama, de maneira que não se compadeça do filho de seu ventre? Mas ainda que algo tão difícil aconteça, diz o Senhor: Eu jamais me esquecerei de ti. (Isaías 49:15)
.
.
.
#lds #maisfe #mae #diadasmaes #diadasmaes2019 #brasil #teamomae #sud #aigrejadejesuscristodossantosdosultimosdias

Vídeos Recentes

Carregando...

Pin It on Pinterest