Quando compartilhamos o evangelho ou escrevemos sobre nossas crenças, a pergunta sempre aparece: Quando e como devo usar o termo “Mórmon”?

Porque temos que admitir, esse é o termo conhecido por todo mundo. No entanto, em 3 Néfi 27:8, lemos estas palavras do Salvador:

E como será a minha igreja, se não tiver o meu nome? Porque se uma igreja for chamada pelo nome de Moisés, então será a igreja de Moisés; ou se for chamada pelo nome de um homem, então será a igreja de um homem; mas se for chamada pelo meu nome, então será a minha igreja, desde que estejam edificados sobre o meu evangelho.”

Recentemente, o Presidente Russell M. Nelson divulgou um comunicado dizendo:

“Recebi do Senhor uma inspiração referente ao nome que Ele revelou para Sua Igreja, sim, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Temos a tarefa de nos colocar em harmonia com a Sua vontade.”

Como disse um artigo do Church News, o problema do uso do termo Mórmon ou muitos nomes abreviados de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é que isso elimina o foco central de nossa religião – Jesus Cristo.

Mas o que isso significa para os sites Sala de Imprensa Mórmon, MormonNewsroom, mormon.org e Church News? A Sala de Imprensa Mórmon já mudou seu título para Sala de Imprensa.

Presidente Nelson disse que futuras mudanças e mais informações estarão disponíveis nos próximos meses.

Enquanto isso, como saber que termos devemos usar?

Felizmente, a Igreja delineou algumas diretrizes para nos ajudar enquanto não temos ainda mais informações.

Nota: Embora seja bom estar atento e ciente dessas diretrizes, quando se trata de compartilhar nossa fé e o evangelho, não devemos deixar que aspectos técnicos ou essas preocupações nos impeçam de falar e compartilhar o que o Espírito deseja que compartilhemos. Nunca deixe seu medo de usar acidentalmente os termos errados impedir-lhe de compartilhar a bondade e a luz de Cristo.

desobrigação

Usando o termo “Mórmon”

Sobre o uso do termo “Mórmon”, a Sala de Imprensa esclarece:

  • Embora o termo “Igreja Mórmon” tenha sido utilizado publicamente por muito tempo como apelido da Igreja, não é um título autorizado, e a Igreja não incentiva o seu uso. Portanto, não se deve utilizar a abreviação “SUD” ou o apelido “mórmon” como substitutos para o nome da Igreja, como, por exemplo, “Igreja Mórmon”, “Igreja SUD” “ou “Igreja dos Santos dos Últimos Dias”.
  • Quando nos referimos aos membros da Igreja, é preferível utilizar o termo “membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias” ou “santos dos últimos dias”. Pedimos que o termo “mórmons” não seja utilizado.
  • O termo “mórmon” é corretamente utilizado em nomes próprios como o Livro de Mórmon ou quando utilizado como adjetivo em expressões históricas como “trilha mórmon”.
  • O termo “mormonismo” não é adequado e não deve ser utilizado. No que diz respeito à descrição da combinação de doutrina, cultura e estilo de vida exclusivos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, é preferível utilizar o termo “o evangelho restaurado de Jesus Cristo”.

Outro artigo do Newsroom esclarece a história do termo “Mórmon”:

“A maneira mais comum para o público identificar os membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é pelo termo “mórmons”. A maneira como a Igreja se sente em relação a esse termo e sua adequação na classificação de membros ou aspectos da Igreja é um tema comum de debate…

As pessoas começaram a chamar os santos dos últimos dias de”mórmons” no século XIX, pouco depois de a Igreja ter sido estabelecida. A palavra vem do Livro de Mórmon, um livro sagrado de escrituras usado pelos santos dos últimos dias, além da Bíblia. O apelido pegou e tem sido usado pelos membros da Igreja desde então como uma versão abreviada de “Santos dos Últimos Dias”.

Entretanto, o termo não substitui o nome da Igreja, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias foi o nome revelado em 1838. Usar os temos “Igreja Mórmon” ou “Igreja SUD” deixa de fora a parte mais central da Igreja: Jesus Cristo. Consequentemente, a Igreja não se refere a si mesma como “a Igreja Mórmon” e desencoraja o uso desse termo.”

cook

Como se referir à Igreja e seus membros

“À medida que a Igreja se espalha por vários países, culturas e línguas, o uso de seu nome revelado, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (ver D&C 115:4), torna-se cada vez mais importante em face da responsabilidade que a Igreja e seus membros têm de proclamar o nome do Salvador ao mundo inteiro. Consequentemente, a referência à Igreja deve incluir seu nome completo sempre que possível. Após uma referência inicial ao nome completo da Igreja, as abreviações “a Igreja” ou “a Igreja de Jesus Cristo” são aceitáveis.” – Manual 2, 21.1.34

Sala de Imprensa descreve essas diretrizes específicas para falar ou escrever sobre a Igreja:

  • Quando nos referimos à Igreja pela primeira vez, é preferível utilizar seu nome completo: “A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias”.
  • Quando for necessário utilizar uma referência abreviada, incentivamos a utilização dos termos “a Igreja” ou “a Igreja de Jesus Cristo”. O termo “a Igreja restaurada de Jesus Cristo” também é correto e seu uso é incentivado.
  • Embora o termo “Igreja Mórmon” tenha sido utilizado publicamente por muito tempo como apelido da Igreja, não é um título autorizado, e a Igreja não incentiva o seu uso. Portanto, não se deve utilizar a abreviação “SUD” ou o apelido “mórmon” como substitutos para o nome da Igreja, como, por exemplo, “Igreja Mórmon”, “Igreja SUD” “ou “Igreja dos Santos dos Últimos Dias”.
  • Quando nos referimos aos membros da Igreja, é preferível utilizar o termo “membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias” ou “santos dos últimos dias”. Pedimos que o termo “mórmons” não seja utilizado.
  • O termo “mórmon” é corretamente utilizado em nomes próprios como o Livro de Mórmon ou quando utilizado como adjetivo em expressões históricas como “trilha mórmon”.
  • O termo “mormonismo” não é adequado e não deve ser utilizado. No que diz respeito à descrição da combinação de doutrina, cultura e estilo de vida exclusivos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, é preferível utilizar o termo “o evangelho restaurado de Jesus Cristo”.
  • Quando nos referimos a pessoas ou a organizações que praticam a poligamia, deve-se declarar que A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias não está afiliada a grupos polígamos.

Fonte: LDSLiving

Relacionado:

Elder Andersen fala sobre a Revelação da Ênfase no Nome da Igreja