Em 2015, sozinha, A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias(SUD) foi amplamente conhecida pelos serviços humanitários que forneceu em todo o mundo. No mês passado, durante uma palestra dada na Universidade de Oxford, o Élder Dallin H. Oaks, membro do Quórum dos Doze Apóstolos da Igreja SUD, disse que a Igreja gasta cerca de US $ 40 milhões em projetos humanitários, de bem-estar e de caridade, mundialmente, a cada ano. Tem feito isso nos últimos 30 anos. Além disso, os voluntários da Igreja dedicam milhões de horas de trabalho a cada ano para ajudar nos projetos.

Ajuda de bem-estar e esforços humanitários

Pelos números fornecidos pelo Elder Oaks, a Igreja SUD até agora gastou cerca de US $ 1,2 bilhão em esforços humanitários e em assistência social.

“Através de uma teologia de obediência e sacrifício e um forte compromisso com o dízimo e o serviço, os Santos dos Últimos Dias são cidadãos modelo” – Professor Ram Cnaan

Élder Oaks disse ainda que, em 2015, a Igreja respondeu a 177 situações de emergência em 56 países. Além disso, eles também iniciaram um grande número de projetos que incluíram fornecimento de água limpa, cuidados com a visão e imunização, que realmente afetaram mais de um milhão de pessoas. A Igreja fornece esses serviços sem qualquer consideração à afiliação religiosa de uma pessoa. Além disso, os esforços humanitários da Igreja são separados dos esforços missionários mundiais da Igreja SUD.

Os membros da Igreja SUD doam seu tempo sem expectativa de recompensa, publicidade ou elogio, enfatiza a Igreja. Como discípulos de Jesus Cristo, estão seguindo o que Jesus pediu para fazer- alimentar os famintos, vestir os nus, e assim por diante.

De acordo com a Igreja, uma boa parte dos custos administrativos e gerais associados aos diversos programas humanitários são privados pela própria Igreja.

Emergências e Desastres Naturais

No ano passado, foi o Élder Jeffrey R. Holland, outro membro do Quórum dos Doze Apóstolos da Igreja SUD que compartilhou com o mundo os esforços humanitários da Igreja. Ele fez isso enquanto dirigia uma reunião nas Casas do Parlamento, localizadas no Palácio de Westminster. Naquele momento, ele apontou os 132 desastres que a Igreja ajudou no ano anterior, incluindo o surto de Ebola na África Ocidental, um importante tufão nas Filipinas e a crise dos refugiados no Iraque / Síria.

Os esforços humanitários e de bem-estar da Igreja são coordenados pelo departamento da Igreja conhecido como LDS Philanthropies, sob a direção do Bispo Presidente.

humanitários

De acordo com a Igreja, o sucesso dos programas de assistência social pode ser atribuído principalmente aos esforços individuais dos membros SUD e seus vizinhos. Eles voluntariamente fornecem seu tempo e apoio e dão dinheiro para ajudar aqueles que precisam.

De acordo com um estudo recente patrocinado pela Escola de Política e Prática Social, da Universidade da Pensilvânia, os Santos dos Últimos Dias doam e se voluntariam significativamente mais do que a média nacional.

Esse artigo foi traduzido do Inglês por Inaê Leandro. Para acessar o artigo original clique aqui.