Durante a sessão da manhã de sábado conferência geral, o Élder Gerrit W. Gong foi chamado um dos nossos novos apóstolos. Ele foi apoiado Setenta Autoridade Geral da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias no dia 3 de abril de 2010. Mais tarde, ele foi chamado para a Presidência dos Setenta em 6 de outubro de 2005. Veja algumas curiosidades sobre este novo apóstolo:

1. O Élder Gerrit W. Gong nasceu na Califórnia e tem ascendência chinesa.

Gerrit Walter Gong nasceu em Redwood City, Califórnia, em 23 de dezembro de 1953. Ele faz aniversário no mesmo dia em que Joseph Smith, que nasceu a 23 de dezembro de 1805. Os pais do Élder Gerrit W. Gong são Walter Gong e Jean Char, que o criaram em Palo Alto, Califórnia. O pai e a mãe têm ascendência chinesa. O Élder Gerrit W. Gong recebeu seu nome por causa do converso SUD Gerrit de Jong Jr, que foi o primeiro reitor da faculdade de belas artes da Universidade Brigham Young e que escreveu a letra e a música para o hino “Come, Sing to the Lord”.

2. O Élder Gong serviu missão em Taiwan e mais tarde serviu como membro da Presidência da Área Ásia.

O Élder Gerrit W. Gong passou a vida a serviço da Igreja, servindo como missionário em Taiwan e mais tarde como professor do seminário, bispo, presidente de missão da estaca, presidente de estaca e Setenta de Área. O Élder Gerrit W. Gong serviu na Presidência de Área Ásia da Igreja, com sede em Hong Kong, de 2011 a 2016, tornando-se o presidente da área em 2013. Quando o Élder Rasband foi chamado para o Quórum dos Doze Apóstolos, o Élder Gong foi chamado para servir na Presidência dos Setenta, onde serviu a Junta de Educação da Igreja e no Conselhos Diretores.

2. O Élder Gong tem quatro filhos.

O Élder Gerrit w. Gong conheceu sua esposa, Susan Lindsay, no CTM. Ele estava ensinando novos missionários sobre a cultura taiwanesa, e Sister Susan Lindsay era missionária e estava preparando-se para servir a época. Anos mais tarde, os dois retomaram contato e começaram a namorar. Eles foram selados no Templo de Salt Lake em 2 de janeiro de 1980. Eles têm quatro filhos.

4. O Élder Gong ajudou na cooperação de relações internacionais durante de sua carreira. 

O Élder Gerriet W. Gong levou a vida buscando conhecimento e melhorando relações internacionais. Ele recebeu o grau de bacharel em estudos universitários e asiáticos na BYU antes de se tornar um Rhodes Scholar em Oxford, onde fez mestrado de filosofia e doutorado em relações internacionais. Mais tarde ele atuou como professor na Universidade de Georgetown e na Universidade Johns Hopkins antes de se tornar assistente especial no Departamento de Estado dos Estados Unidos e mais tarde assistente especial do embaixador dos EUA em Pequim, na China. Desde 1989, o Élder Gerrit W. Gong serviu em diferentes posições no Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais em Washington, D.C. antes de se tornar assistente do presidente para o planeamento e avaliação da Universidade Brigham Young.

5. O Élder Gong tem um forte testemunho do Senhor.

Em seu último discurso na conferência geral de abril de 2016, o Élder Gong compartilhou maneiras pelas quais podemos sempre lembrar-nos do Senhor:

“Primeiro, podemos recordá-Lo sempre, tendo confiança em Seus convênios, Suas promessas e Suas garantias.

Segundo, podemos recordá-Lo sempre, reconhecendo com gratidão Sua mão em nossa vida. (…)

Terceiro, podemos recordá-Lo sempre confiando no Senhor quando Ele nos garante que ‘aquele que se arrependeu de seus pecados é perdoado e eu, o Senhor, deles não mais me lembro’. (…)

Quarto, Ele nos convida a lembrarmos de que sempre seremos bem-vindos em Sua casa. (…)

Quinto, podemos recordá-Lo sempre no Dia Santificado ao tomarmos o sacramento. (…)

Por fim, sexto: o Salvador nos convida a recordá-Lo sempre como Ele sempre Se lembra de nós. (…)”

O Élder Gong encerrou com seu testemunho:

“Houve épocas na história em que homens mortais foram executados por crucificação.  Mas somente o Salvador Jesus Cristo ainda nos abraça carregando as marcas do Seu puro amor.  Apenas Ele cumpre a profecia de ser levantado na cruz para atrair todos os homens a Si.

O Salvador declarou:

‘Sim, pode esquecer; eu, porém, não te esquecerei.

Eis que nas palmas das minhas mãos eu te gravei’.

Ele testifica: ‘Eu sou aquele que foi levantado. Eu sou Jesus, que foi crucificado.  Eu sou o Filho de Deus”.

Testifico humildemente e oro para que sempre nos lembremos Dele — em todos os momentos e em todas as coisas e em todos os lugares em que nos encontremos.

Escrito por Danielle B. Wagner e publicado em LDSLiving.com.

Relacionado:

Dois novos apóstolos chamados a servir