COVID-19 e seu impacto aos Santos dos Últimos Dias em todo o mundo

A Igreja divulgou a seguinte declaração:

A preocupação recente em relação ao COVID-19 (coronavirus) tem atraído a atenção das pessoas e causado mudanças significativas nas viagens, interações pessoais e nas diretrizes prescritas por funcionários da área da saúde sobre como lidar com a crescente preocupação.

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias tem acompanhado cuidadosamente estes acontecimentos e está tomando as medidas necessárias em várias áreas para prestar assistência, ajudar os missionários a estarem seguros e a trabalharem com eficácia e tratar as preocupações sobre a segurança dos membros e planos para os próximos eventos. Estas medidas estão sendo tomadas para cumprir com as melhores práticas ou orientações fornecidas pelas organizações de saúde pública de vários governos nacionais.

Trabalho missionário

A Igreja está tomando medidas para reduzir o número de missionários em áreas onde o vírus é uma preocupação. Estes passos vão dar aos presidentes das missões mais flexibilidade para garantir que os missionários trabalhem eficazmente e permaneçam seguros e que há espaço adequado para abrigar missionários se eles são movidos para fora das cidades onde há maiores preocupações sobre a infecção.

Estas instruções aplicam-se às seguintes missões:

  • Missão Camboja Phnom Penh
  • Missão Japão Fukuoka
  • Missão Japão Kobe
  • Missão Japão Nagoia
  • Missão Japão Sapporo
  • Missão Japão Tóquio Norte
  • Missão Japão Tóquio Sul
  • Missão Coreia Busan
  • Missão Coreia Seul
  • Missão Coreia Seul Sul
  • Missão Mongólia Ulã Bator
  • Missão Singapura
  • Missão Tailândia Banguecoque

Camboja, Coreia, Singapura, Tailândia: Todos os futuros missionários que se preparam para servir nessas missões ou que são nativos desses países, adiarão sua data de início de serviço ou receberão uma missão temporária. Além disso, todos os missionários que estão atualmente nessas missões e que estão se aproximando do fim de seu tempo de serviço voltarão para casa mais cedo. Todos os missionários sêniores e todos os jovens missionários com problemas crônicos de saúde também voltarão para casa ou serão temporariamente redesignados para uma missão em seus países de origem. Alguns missionários sêniores continuarão a apoiar a missão remotamente.

Japão: Todos os missionários que se preparam para servir no Japão irão adiar a sua data de início de serviço ou receber novas missões temporárias.

Mongólia: Todos os missionários que não são nativos da Mongólia serão temporariamente transferidos do país. Aqueles que estão se aproximando de sua data de desobrigação voltarão para casa mais cedo, enquanto o resto dos missionários receberão novas atribuições temporárias.

Cada missionário que voltar para casa será convidado a ficar de quarentena por 14 dias, seguindo instruções da Organização Mundial de Saúde e dos Centros De Controle e prevenção de doenças dos Estados Unidos.

Missionários que permanecem nesses países tomarão precauções para se manterem saudáveis, incluindo ficar em seus apartamentos tanto quanto possível, evitando a interação pessoal com outras pessoas e ensinando através de telefonemas ou outras tecnologias.

Todos os missionários, independentemente de onde estão servindo, foram lembrados de seguir práticas básicas de saúde preventiva para evitar a doença. É importante notar que os jovens missionários geralmente não possuem riscos de passar por complicações graves do coronavírus.

Fonte: churchofjesuschrist.org

Adoração no Templo

Vários templos foram fechados por causa da preocupação com os oficiantes e com aqueles que frequentam o templo. Um grande número de oficiantes do templo e membros são de uma demografia mais antiga, que tem uma maior susceptibilidade às complicações do coronavírus. Estas resoluções estão em conformidade com as recomendações das agências locais de saúde pública. Os seguintes templos foram temporariamente fechados:

  • Templo de Taipei Taiwan
  • Templo de Seul Coreia
  • Templo de Fukuoka Japão
  • Templo de Sapporo Japão

(Fechado anteriormente para renovação)

  • Templo de Hong Kong China
  • Templo de Tóquio Japão

Reuniões de adoração

Sob a direção das Presidências da Área, algumas regiões limitaram ou suspenderam temporariamente reuniões de membros, incluindo as reuniões de adoração dominicais. Estes locais incluem:

  • Hong Kong
  • Mongólia
  • Coreia
  • Japão

Isso incluiu a adoração dominical mais curta em algumas áreas (reuniões sacramentais apenas) ou o cancelamento de serviços de adoração em outras. Em circunstâncias em que os membros são incapazes de se reunir para a adoração, eles aprendem, ensinam e participam do sacramento como famílias, como guiados por líderes locais do sacerdócio.

Conferência Geral

Em um anúncio recente a todos os membros da Igreja, a Primeira Presidência forneceu novas diretrizes para a participação na Conferência Geral.

Sessões de Liderança da Conferência Geral de abril de 2020 foram adiadas

Oferecer ajuda

Desde a sua doação inicial de máscaras, óculos de proteção e camisolas hospitalares para a China, a Igreja recebeu numerosos pedidos de assistência similares. Esses pedidos estão sendo avaliados a medida que a Igreja é capaz de fazê-los, embora a nossa capacidade de fornecer e entregar esses produtos é limitada pela demanda global por tais recursos.

Resumo

Somos gratos pelas muitas manifestações de apoio e preocupação que foram compartilhadas. A Igreja continuará a acompanhar de perto os acontecimentos e a fazer quaisquer outros ajustes necessários. Continuamos a orar por todos os afetados pelo vírus.

Fonte: Newsroom

Relacionado:

Sessões de Liderança da Conferência Geral de abril de 2020 foram adiadas

| Notícias

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *