O Élder Dieter F. Uchtdorf, na época que servia na Primeira Presidência, disse:

“A busca da verdade levou milhões de pessoas à Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Contudo, há alguns que saem da Igreja que anteriormente amavam.

Alguém poderia perguntar: “Se o evangelho é tão maravilhoso, por que alguém o abandonaria?”

Às vezes, presumimos que tenha sido porque eles foram ofendidos ou porque são preguiçosos ou pecadores. Na verdade não é assim tão simples. De fato, não há um único motivo que se aplique a todas as várias situações.”  (“Venham e Juntem-se a nós“, Conferência Geral outubro de 2013)

Seja lá o motivo que te levou para fora da Igreja, ou seja, para inatividade – é hora de voltar! Entretanto, muitos temores e dúvidas podem surgir na sua mente e coração:

  • Será que serei bem recebido?
  • Será que julgarão minha aparência?
  • Será que as pessoas vão me tratar bem?
  • Será que conseguirei encarar antigos membros que não falo a muitos anos – alguns dos quais me magoaram ou que magoei?
  • Será que conseguirei me desfazer de maus hábitos que adquiri?
  • Será que conseguirei lidar com minhas dúvidas sobre a doutrina e História da Igreja?
  • Será que conseguirei viver a altura dos padrões e princípios da Igreja agora, sendo que no passado não consegui?

Essas e outras perguntas podem te perturbar e te paralisar. Você pode concluir que não é a hora de voltar para o meio dos santos, mesmo com esse desejo no seu coração.

Então aqui vão algumas sugestão que podem te ajudar:

escrituras em malaio

Ore e leia as escrituras

O Pai Celestial te ama com um amor infinito. Ele tem um Plano pessoal para você, que inclui bênção inimagináveis. Entretanto, para obter essas bênção você precisa desenvolver seu relacionamento com Ele, por meio da oração e estudo das escrituras. A oração e as escrituras também te darão confiança e coragem. Ao achegar-se ao trono de Deus, em humildade, confessando seus pecados e falhas, e procurando aprender os padrões do evangelho na leitura das escrituras – revelações fluirão pra ti. Nunca suponha que você é indigno de receber o amor e orientação de Deus. As nuvens do pecado e erro bloqueiem a comunicação divina, se nos esforçarmos, porém, podemos contemplar a maravilhosa luz de Deus. Essa luz vai nos incentivar procurar mais e mais verdade.

Algo bem prático que você pode fazer  é decidir orar todos os dias ao acordar, antes das refeições e antes de dormir. Você também precisa estabelecer metas sobre leitura das escrituras. Nada lhe ajudará mais do que isso para resolver seus problemas e obter forças para voltar para Igreja.

Jejue

Jejum não é apenas abster-se de comer e beber por um dia inteiro. Significa sacrificar-se para atingir um propósito especial. Jejue especificamente para que receba forças para ir para Igreja. Durante o jejum mantenha seus pensamentos elevados e procure respostas para suas perguntas. Pondere sobre sua vida, suas escolhas, sobre o que deseja para seu futuro e daqueles que te cercam.

O jejum é tão poderoso! O jejum solta as ligaduras da impiedade, desfaz as ataduras do jugo e deixa livre os oprimidos, e despedace todo o jugo. O jejum verdadeiro exige que doemos a refeição que deixamos de consumir. E se assim procedemos temos a promessa que: a luz como a alva romperá sobre nós, e a nossa cura apressadamente brotará, a justiça irá adiante de nós, e a glória do Senhor será a nossa retaguarda. E ainda:

“Então clamarás, e o Senhor te responderá; gritarás, e ele dirá: Eis-me aqui. (…) E o Senhor te guiará continuamente, e fartará a tua alma em lugares áridos, e fortificará os teus ossos; e serás como um jardim regado, e como um manancial, cujas águas nunca faltam.” (Isaías 58:6-11)

irmão e irmã

Levante cedo no domingo, arrume-se e vá para Igreja

Você talvez já tenha tendado voltar para Igreja em ocasiões passadas. Mas, por alguma razão, isso não aconteceu. Então, levante no próximo domingo, arrume-se e vá para Igreja. Certamente alguns obstáculos surgiram, uns poderão ser inesperados. Insegurança, receio, acidentes, tentações, dúvidas. Mas não deixe que nada o impeça de ir.

Ao chegar no portão, adentre com confiança. Garanto que os irmãos e irmão vão recebê-lo bem. Eles vão sorrir e te cumprimentar. Eles vão sentar ao seu lado e te ajudar a se sentir bem-vindo.

Ao ouvir os hinos de Sião, e considerar os testemunhos prestados uma chama de fé ressurgirá em seu peito – e devido a teu ato de coragem, um testemunho renovado lhe será dado.

Se tiver sobrecarregado com pecados agende uma conversa com o bispo. Ele te ajudará a encontrar o caminho do arrependimento.

Determine que frequentará a Igreja por amor ao Salvador

Os membros da Igreja são imperfeitos, assim como você. Estamos todos juntos, tentando nos aperfeiçoar e chegar a unidade da fé. Quando problemas surgirem – seja a recaída devido a um vício, dúvidas angustiantes ou pessoas agindo de modo hipócrita – você precisa lembrar que vai na Igreja por Jesus Cristo. Ele é quem lhe convidou, e Ele é quem exige sua frequência. Ele é que deseja que tomes o sacramento e que guarde os mandamentos.

Adquira um testemunho Dele, e de Sua obra. Procure fazer o que Ele faria – servindo aos que estão ao seu redor. Evite criticar, fofocar ou acusar. Não seja sufocado pelas coisas do mundo. Dê ouvidos aos profetas e guarde os mandamentos. Uma paz, que excede ao entendimento humano, lhe preencherá e você terá o desejo de nunca desagradar a Deus.

O Élder Uchtdorf fez o convite amoroso:

“Para os que se afastaram da Igreja, digo, meus queridos amigos, que há lugar para vocês aqui.

Venham e acrescentem seus talentos, dons e sua energia aos nossos. Todos nos tornaremos pessoas melhores com isso.” (“Venham e Juntem-se a nós“, Conferência Geral outubro de 2013)

Você precisa da Igreja, a Igreja precisa de você. Venha depressa!

Relacionado:

Como é o processo de voltar para a Igreja depois de ter o nome removido?