“E deixando logo as suas redes, o seguiram”: Você tem redes que precisa deixar para seguir Jesus?

Há mais de dois mil anos, Jesus Cristo andou pela praia do mar da Galileia e viu alguns homens pescando. Pedro e André eram pescadores e também eram irmãos, que foram chamados pelo Salvador para fazer parte do Quórum dos Doze Apóstolos.

O registro dessa ocasião está em Mateus 4, mas o que mais me chama a atenção não é que eram homens simples ou que Jesus estava na praia, mas sim o que está no versículo 20 – talvez um dos versículos mais curtos desse capítulo.

“Então eles, deixando logo as redes, seguiram-no.”

Pedro e André não hesitaram. Eles largaram bem rápido as redes que seguravam e foram atrás do Salvador. Interessante, né?

Pensar sobre esse versículo me fez analisar minha própria vida. Será que eu deixei minhas “redes” rapidamente e segui Jesus Cristo? Será que ainda preciso deixar algumas redes para ser uma melhor seguidora do Mestre?

Deixar nossas redes nem sempre é o trabalho mais fácil do mundo. Talvez, elas estejam em nossas vidas por muito tempo, fazem parte de nosso dia-a-dia ou até sejam o nosso ganha-pão. Mas deixar as redes é algo fundamental para nos tornarmos verdadeiros discípulos de Jesus Cristo.

Não seria possível para Pedro e André continuarem com sua profissão de pescadores ao mesmo tempo que serviam como Apóstolos. Imagine o que eles perderiam se estivessem pescando. Eles não veriam Jesus curando a mulher com fluxo de sangue, não ouviriam as bem-aventuranças, não testemunhariam os milagres que Jesus Cristo realizou.

As “redes” em nossas vidas podem nos impedir de testemunhar milagres, ser abençoados ou mesmo de compreender os mistérios de Deus. Mas o Salvador não nos disse que precisamos deixá-las sozinhos.

O Élder Joseph B. Wirthlin ensinou:

Sim, não estou dizendo que o caminho seja fácil. Mas presto-lhes meu testemunho de que aqueles que deixam suas redes, com fé, e seguem o Salvador terão uma alegria que está muito além de sua capacidade de compreender. […]

Tal como Jesus, o Cristo, às margens do mar da Galiléia, há 2000 anos, chamou os fiéis pescadores, Ele está agora estendendo o mesmo chamado a todos os que escutam Sua voz: “Vinde após Mim!””

Que possamos abandonar as redes que atrapalham o nosso discipulado, seguir nosso Mestre e nos tornar cada dia mais parecidos com Ele.

| Fé em Jesus Cristo
Publicado por: Marie Sunaga
Tradutora e intérprete e estudante de Letras na PUC-PR. Trabalhou como instrutora e supervisora no Centro de Treinamento Missionário. Fez missão em Manaus - Brasil, ama ler, tocar violão e comer sushi. É a gerente de conteúdo do time português na More Good Foundation.
Passeios presenciais à Praça do Templo reabrirão ao público
Como encontrar a cura para qualquer desafio ao dar passo de cada vez

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *