Hoje a quantidade de curtidas e comentários em uma foto parece ser um prêmio ou mesmo uma forma de medir o quanto você é importante. Até mesmo o número de seguidores é uma métrica de vaidade, em que podemos demonstrar nosso status social.

Muito do que contém as redes sociais são uma aparência formatada para agradar aqueles que veem, e nem sempre essa aparência é aceita ou “curtida” da forma que esperamos. Nos esforçamos para criar uma identidade online em que todos possam olhar e ver o quanto eu faço, como me visto ou como tudo a minha volta é legal. Porém, nada disso é importante.

Podemos ter muitos seguidores? E quais são esses seguidores? Qual o propósito de conquistar essas pessoas?

Essas podem ser algumas de nossas perguntas ao usar as redes sociais. Mas a mais importante é: como estou ajudando meus seguidores?

mídias sociais

Dentro de todo o conhecimento que temos e recebemos do evangelho de Cristo, podemos mudar muitas almas por meio de nossa influência online a medida que mostramos que o discipulado vai além dos domingos, das aulas, mas sim do nosso dia a dia, da nossa escola, das conversas entre amigos, dos momentos de diversão em que cada momento de nossas vidas possa atrair a presença de Deus e o espirito santo.

Lembre-se que quando Cristo multiplicou os pães e peixes ele alimentou 5.000 pessoas que o ouviam e diziam ser seus seguidores, logo em sua morte, triste e dolorosa, apenas restavam poucos, que se podiam contar nos dedos. Mas, seu poder de influência e mudança mudou a todos, mais que todas as redes sociais juntas podem impactar, mais que tudo que podemos imaginar. Seu legado e exemplo mudou a mim e a você.

sem celular

Podemos ter alguns seguidores e amigos em nossas redes sociais ou milhares, tudo que contará no final é como eu ajudo essas pessoas a seguirem a Cristo. Ele foi e sempre será o único que jamais deixará de nos seguir. Ele nos ama e sempre estará presente e disponível para nós. Siga a Cristo!

Escrito por Daniel Costa