fbpx

3 maneiras de deixar a Conferência Geral ainda melhor

Sempre aprendo novos princípios quando assisto a conferência geral. Lembro-me do amor de Deus por mim, entendo coisas novas sobre a Igreja e a Expiação de Jesus Cristo e vejo as escrituras sob uma nova perspectiva. É uma excelente oportunidade para ouvir profetas e apóstolos vivos.

Mas, às vezes tenho dificuldade em transformar esse novo conhecimento e entendimento em algo que eu possa agir, e como o Élder Dale G. Renlund, do Quórum dos Doze Apóstolos, explicou:

“De maneira semelhante, a maioria das bênçãos que Deus deseja nos conceder exige ação de nossa parte — ação com base em nossa fé em Jesus Cristo. Fé no Salvador é um princípio de ação e de poder”.

Recentemente, tenho tentado seguir esse conselho e sair da conferência sabendo formas concretas de agir. Aqui estão três dicas para criar um plano de pós-conferência eficiente

1. Tenha perguntas específicas

 

conferência geral em casa

Nós ouvimos isso o tempo todo, mas é verdade! Identificar o que você está procurando pode ajudar a concentrar seu estudo e preparação e obter informações específicas ao assistir ou ouvir a conferência geral.

Então, se você está procurando algo eficiente, tente incluir verbos em suas perguntas. Veja alguns exemplos:

  • Como posso estudar minhas escrituras de forma mais eficaz?
  • O que posso fazer para obter mais de minha adoração no templo?
  • Qual princípio posso acrescentar à minha vida que me aproximará do Pai Celestial e do Salvador?

2. Pense nos outros

Embora a conferência tenha mensagens maravilhosas para nos ajudar a melhorar nossas próprias vidas, também somos frequentemente advertidos a melhorar nossos relacionamentos e estar cientes das necessidades das pessoas ao nosso redor.

Vir à conferência com alguém em mente, um colega de quarto, seu cônjuge, um membro da família, um amigo, pode ajudar a ter uma experiência diferente na conferência geral.

Assim, você pode se sentir motivado a conhecer melhor aqueles a quem você ministra, fortalecer um relacionamento antigo ou até mesmo procurar alguém que você não conhece muito bem.

Como disse a irmã Sharon Eubank, primeira conselheira na presidência geral da Sociedade de Socorro:

“Irmãos e irmãs, por meio de sua ministração, suas doações, seu tempo e seu amor, vocês têm sido a resposta a muitas orações. E ainda há muito mais a fazer!  Como membros batizados da Igreja, fizemos o convênio de cuidar dos necessitados.  Nossos esforços individuais não exigem necessariamente dinheiro ou locais distantes; mas, exigem na verdade a orientação do Espírito Santo e um coração disposto a dizer ao Senhor: ‘Eis-me aqui, envia-me'”.

3. Esteja aberto às respostas do Espírito.

Conferência Geral

Nem todas as respostas provêm daquilo que os oradores realmente dizem. Esteja ciente do que o Espírito está tentando lhe dizer através de pensamentos e sentimentos. O Élder Dieter F. Uchtdorf, do Quórum dos Doze Apóstolos, disse:

“As respostas para suas orações específicas podem vir diretamente de um discurso ou de uma frase em particular.  Pode ser que as respostas lhes cheguem por meio de uma palavra, expressão ou hino, inexplicavelmente.  Um coração pleno de gratidão pelas bênçãos da vida e um desejo sincero de ouvir e seguir as palavras de conselho prepararão o caminho para a revelação pessoal.”

E uma vez que recebemos essa revelação, é importante anotá-la. Mesmo depois de uma forte experiência espiritual na conferência, nossas boas intenções podem desaparecer se não conseguirmos lembrar exatamente quais palavras ou histórias nos inspiraram, ou o que queríamos melhorar.

O Presidente Russell M. Nelson nos aconselhou:

“Orem em nome de Jesus Cristo sobre suas preocupações, seus medos, suas fraquezas — sim, os anseios de seu coração.  E então escutem!  Escrevam os pensamentos que vierem à sua mente.  Registrem os seus sentimentos e finalizem com as ações que foram inspirados a tomar. Registrem seus sentimentos e prossigam de acordo com as ações que forem inspirados a realizar. Ao repetirem esse processo dia após dia, mês após mês, ano após ano, crescerá ’em [vocês] um princípio de revelação'”.

Pedir ao Senhor que nos ajude a implementar novas mudanças em nossas vidas fará da conferência geral uma experiência mais pessoal.

Não precisa ser nada grande ou difícil, mesmo apenas sair com uma ou duas coisas que você deseja aplicar em sua vida pode ser benéfico. Como explicou o Élder Michael A. Dunn, dos Setenta:

“Porque todo esforço que fazemos para nos arrepender, não importa o quanto nos pareça pequeno, pode fazer uma grande diferença em nossa vida”. O Senhor vê os nossos esforços e continuará a guiar-nos enquanto procuramos o seu conselho e revisitamos o que aprendemos na conferência geral.

Fonte: churchofjesuschrist.org

| Inspiração

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *