Conheça Laysa Lage: a jovem Santo dos Últimos Dias que descobriu um asteroide e foi reconhecida pela NASA

Laysa Peixoto Sena Lage tem 18 anos e mora em Contagem-MG. Sua história como membro de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias começou há um tempo atrás, com sua avó e sua bisavó.

“Minha avó foi a primeira membro da Igreja em minha família. Ela descobriu a Igreja de uma maneira muito interessante. Ela estava andando na rua com minha bisavó e quando ela passou ao lado da Igreja, ela sentiu que deveria entrar! 

Então, ela entrou e os missionários estavam na capela. Ela aceitou prontamente receber as lições dos missionários e duas semanas depois, ela se batizou na Igreja. A decisão que ela tomou, inspirada pelo Espírito, mudou completamente a minha vida. Como sou grata ao Pai Celestial pela dádiva de conhecer seu evangelho desde o início da minha vida mortal.”

Laysa conta que sua mãe e suas tias também se uniram à Igreja na época, mas que sua mãe se afastou do evangelho logo depois do nascimento de Laysa.

Também pode ser interessante: Conheça Diogo e Diego, os santos dos últimos dias que participaram do Shark Tank Brasil

Edifício Mórmon

O milagre do batismo

“Apesar disso, minha casa sempre teve a presença das sísteres e dos élderes, minha avó sempre fez reuniões familiares conosco, me ensinou a ler as escrituras e me levou à Igreja sempre com ela, o que me ajudou a adquirir um testemunho forte a respeito do evangelho.”

Entretanto, o batismo de Laysa não aconteceu aos seus 8 anos, como ela desejava. Seus pais não permitiram que se batizasse na Igreja, mesmo com seu forte testemunho da ordenança e do convênio do batismo, além de sua fé em Cristo e o desejo de seguí-Lo.

“Continuei tendo fé que me tornaria membro da Igreja em breve. Depois de 3 anos, recebi o convite para discursar na reunião sacramental especial da primária, que seria minha última participação na primária. O tema do discurso era sobre o batismo […] Preparei meu discurso e para minha alegria, minha mãe aceitou o convite de ir assistir à apresentação. 

Me emocionei enquanto prestava meu testemunho sobre o batismo. Vi meus amigos da primária que estavam sentados ao meu lado também se emocionarem comigo. Vi também no rosto de seus pais, de minha avó e no rosto de minha mãe, lágrimas de emoção. 

Depois de ter prestado meu testemunho com muita fé e convicção, meus amigos da primária me abraçaram e ao fim da reunião, minha mãe, com lágrimas nos olhos, me permitiu ser batizada. Nunca me esquecerei daquele dia. 

Sou grata por esses momentos difíceis que tive, pois através deles, obtive um forte testemunho. Sou grata por tudo isso ter acontecido exatamente como aconteceu, no plano e no tempo do Senhor.”

Amor pelas estrelas e o universo

Essa jovem de grande fé faz parte da Ala Contagem II e além de seu grande amor pelo Salvador e Sua Igreja, ela sempre amou as estrelas e a astronomia.

Durante seus anos de Ensino Médio, passou por certos desafios, onde precisou equilibrar a escola, curso técnico, a música (sim, ela toca violino em uma orquestra!) e o seminário. O Senhor sempre foi uma prioridade na vida de Laysa e a oração sempre esteve em primeiro lugar.

“Aprendi muito nesses quatro anos [de Seminário] que direcionaram minha vida e me ajudaram muito em todas as minhas decisões, inclusive ao escolher qual carreira seguir.”

Atualmente, Laysa estuda Física na Universidade Federal de Minas Gerais e faz parte do Observatório Astronômico da UFMG.

Sobre a física e a astronomia, ela compartilha:

“Desde criança gosto de observar as estrelas e gosto de entender como as coisas funcionam. Eu sempre fiz muitas perguntas e sempre quis conhecer as coisas como elas são. E foi assim com a astronomia.” 

O seu segredo para o sucesso

Em 2020, esse grande interesse pelas estrelas, universo e galáxia levou Laysa a participar da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, onde conquistou a medalha de prata. Depois, participou da final da Competição Internacional de Astronomia e Astronáutica, onde recebeu a medalha de bronze.

Toda sua preparação e experiência durante essas e outras competições fizeram com que seu interesse em aprofundar seus conhecimentos aumentasse. E foi assim que ela decidiu cursar física na universidade.

E Laysa revela o segredo para tantas coisas estarem dando certo: a oração. Sempre antes de estudar, tanto para as olimpíadas quanto para outras provas desafiadoras, a jovem ora ao Senhor pedindo orientação e ajuda para ter sua mente iluminada.

“[O Seminário] me ajudou muito a estabelecer essas metas e realmente orei muito ao Senhor para que eu conseguisse cumprir cada uma delas. O Senhor esteve comigo em cada decisão que eu tomei em relação à minha carreira, inclusive na Caça aos Asteroides [da Nasa]”, compartilhou.

A Caça aos Asteroides é um programa do Ministério da Ciência, Tecnologias e Informações em parceria com a Nasa, que incentiva jovens cientistas a fazerem descobertas atronômicas. Laysa participou do programa e recentemente, a jovem recebeu um certificado da NASA por descobrir um novo asteroide. Ela compartilha:

“Desde o início do ano, participo da caçada aos asteroides da Nasa. Eu vejo as imagens pelo telescópio e estudei o sistema solar do instituto no Havaí. Analiso pixel por pixel da imagem, percebo algumas características e valores. Aí fui enviando relatório para eles. Depois de um tempo, eles comprovaram que era um asteroide mesmo e, por enquanto, ele terá as iniciais do meu nome. Ganhei até certificado”.

Para a Equipe Mais Fé, Laysa compartilhou:

“Fiquei muitos meses analisando essas imagens em busca de um asteroide, e às vezes, fiquei um pouco desanimada. Eu já tinha enviado diversos relatórios e objetos que tinha identificado, então orei ao Senhor para que Ele me ajudasse, me desse forças para analisar as imagens com muita atenção e cautela. 

Senti a ajuda do Senhor em todos os momentos e consegui ter sucesso. O asteroide que detectei foi confirmado na lista de descobertas recentes da Nasa, em colaboração com a União Internacional de Colaboração Astronômica.

Me senti muito feliz. O Senhor tem me abençoado na astrofísica também.”

Laysa batizou sua descoberta com as suas iniciais, LPS 003.

E ela encerra:

“Quanto mais eu estudo o universo, as suas leis e as leis da física, mais eu me sinto próxima do Senhor, é como eu conheci meu Salvador.”

| Santos no Brasil

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *