Presidente Nelson fala sobre o poder de cura da gratidão e faz dois convites

Russell M. Nelson, um líder religioso global e presidente de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, tem uma nova mensagem de esperança, cura e união para nos ajudar sair das profundezas da COVID-19 e erradicar outras pragas como o ódio e a falta de civilidade.

O profeta ofereceu uma oração de gratidão e também convidou todos, em todos os lugares, a fazer duas coisas importantes para ajudar a curar nossas relações destruídas e nossas comunidades:

  1. Convido vocês durante os próximos sete dias, a fazer de suas mídias sociais seu diário de gratidão pessoal. Façam uma publicação diária mencionando pelo que vocês são gratos, a quem vocês são gratos e por que vocês são gratos. Depois desses sete dias, observem se vocês se sentem mais felizes e com mais paz. Usem a hashtag #SerGrato. Trabalhando juntos, podemos inundar as mídias sociais com uma onda de gratidão que atingirá os quatro cantos da terra.
  2. Faço um convite para que nos unamos em agradecimento a Deus, orando diariamente. Jesus Cristo ensinou a Seus discípulos que devemos orar primeiramente expressando gratidão a Deus e depois rogando a Ele pelas coisas de que precisamos.

Ao expressar sua própria gratidão pelos cientistas e pesquisadores que estão desenvolvendo uma vacina para a COVID-19, o profeta (um ex-cirurgião cardiovascular e torácico pioneiro em sua área) nos lembrou que “não há medicamento ou cirurgias que possam curar as aflições males espirituais que enfrentamos” como uma sociedade global coletiva. Incluindo os vícios do ódio, da agitação civil, do racismo, da violência, da desonestidade e da falta de civilidade. “No entanto, há um remédio—um remédio que pode parecer surpreendente porque contradiz nossas intuições naturais”, disse o Presidente Nelson. “Não obstante, os efeitos desse remédio têm sido validados por cientistas, e por homens e mulheres de fé. Refiro-me ao poder de cura da gratidão.”

Acesse sergrato.org 

 

| Headlines

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *