Como manter nossos filhos longe da cultura da pornografia

criança usando tablet

“Instrui a criança no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele” é a escritura de Provérbios 22:6 que deve nortear nossas ações no que diz respeito a ensinar nossos filhos os caminhos que devem seguir.

Quando crianças, seus corações são puros e não há maldade neles. O avançar da idade, pode trazer coisas perigosas para suas vidas e uma delas é a pornografia. A pornografia chega aos nossos lares, sem que percebamos e pode causar danos inimagináveis na vida de nossas crianças, jovens e também adultos.

Uma atenção redobrada e constante se faz necessária, por parte dos pais de nossa geração. Há alguns anos, o acesso a material pornográfico era de mais difícil acesso, hoje, no entanto, está disponível em um clique.

Os tempos em que hoje vivemos, já foi descrito nas escrituras como tempos trabalhosos (2 Timóteo 2:1) e eles de fato, estão sendo muito trabalhosos.

A pornografia muitas vezes vem mascarada em um site de jogos online, onde personagens usam trajes impróprios, está em cenas de filmes com situações inapropriadas, músicas com palavras inadequadas e muitos outros meios. A mídia de fato, tem um grande peso nisso tudo, mas o maior peso em toda a história é o que fazemos com essas influências. Nós estamos deixando com que elas entrem em nosso lar ou estamos banindo todo conteúdo que possa vir a se tornar uma ameaça em nossos lares?

tempo consagrado

“O maior filtro do mundo é o filtro pessoal interno que advém de um profundo e firme testemunho”, ensinou Linda S. Reeves. Temos um profundo e firme testemunho de que essas influências podem nos prejudicar e prejudicar a todos de nossa família?

Somos admoestados a evitar a aparência do mal em todas as coisas e em todos os momentos. Aparentemente, aquele jogo, aquele filme, aquela música, aquela conversa não tem “nada a ver”, como costumamos dizer, mas elas são as portas de entrada para coisas piores e mais destrutivas.

Estamos cientes de que os celulares com acesso à Internet, e não os computadores, são os maiores vilões?

“Como pais e líderes, precisamos aconselhar continuamente nossas crianças e nossos jovens, ouvindo com amor e compreensão. Eles precisam saber dos perigos da pornografia e de como ela domina a vida das pessoas, causando a perda do Espírito, sentimentos distorcidos, enganos, relacionamentos prejudicados, perda de autocontrole e um consumo quase total de tempo, pensamentos e energia.

A pornografia está mais sórdida, maligna e explícita do que nunca. Ao nos reunirmos em conselho com nossos filhos, juntos podemos criar um plano da família com padrões e limites, sendo proativos na proteção de nosso lar com filtros nos dispositivos eletrônicos.” Ensinou-nos Linda S. Reeves.

Mídias sociais e solidão

Como pais, precisamos estar atentos aos conteúdos que nossos filhos acessam. Precisamos procurar adentrar o mundo deles, por mais difícil que isso possa parecer a princípio. É de extrema importância que possamos ter diálogos uns com os outros e criar uma ponte segura, na qual eles possam confiar em busca de ajuda.

Além de filtros e contato constante, precisamos dar bons exemplos. Não podemos pedir que nossos filhos tenham corações e mentes limpos, se nós não o temos. Nosso linguajar deve ser adequado. Nossas roupas condizentes com os padrões que defendemos e acreditamos. O conteúdo que acessamos deve ser limpo e adequado também. A palavra convence, mas o exemplo arrasta.

Nossos filhos serão nosso reflexo: que tipos de filhos, estamos criando?

Relacionado:

Presidente Geral da Primária discursa em conferência contra a pornografia

 

| Fortalecendo as Famílias
Publicado por: Inaê Leandro
Inaê Leandro é estudante de Administração, escritora e foi Jovem Senadora em terceiro lugar por Minas Gerais, no Prêmio Jovem Senador, do Senado Federal. Atua como voluntária no Instituto Oikon e mantém juntamente com amigos, o site suscitare.com.br.
Homem pensando
Obediência e Felicidade – Como essas duas coisas estão...
Uma cópia do Livro de Mórmon ao lado de uma cópia de O Senhor dos Anéis
Estudo compara O Livro de Mórmon com O Senhor dos Anéis

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *