Como a frase popular diz, ‘a pornografia mata o amor,’ mas também devemos lembra que o amor mata a pornografia,” disse Sister Joy D. Jones, presidente geral da organização da Primária de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Ela continuou:

“Isto não significa que nosso amor por alguém pode modificar o vício ou comportamento dessa pessoa. Mas o amor pode nos motivar e influenciar como nos preparamos, como reagirmos, como ouvimos, especialmente com nossos filhos”

Sister Jones foi a principal oradora na Conferência da Coalização de Utah Contra a Pornografia, realizado no dia 10 de março de 2018 em Salt Lake City.

“Eu estou aqui hoje como uma mulher, mãe, e avó preocupada. Este problema está afetando nossos meninos e meninas. Não estamos falando sobre isso o bastante.”

Ela continuou:

“Por alguma razão, não falamos com os jovens e crianças sobre as maiores tentações e desejos que eles irão enfrentar. Nossa relutância faz com que eles sejam ensinados em sua maioria pela internet, outras crianças ou jovens, ou até mesmo Hollywood.”

Aparelhos eletrônicos

A líder da primária disse que muitos pais talvez não percebem ainda o quão é fácil para uma criança acessar mídia imprópria em seus aparelhos celulares ou outros dispositivos:

“No mundo atual, eu vejo muitos pais entregando uma serpente nas mãos de seus filhos. Eu me refiro aos smartphones.  Mesmo em países menos desenvolvidos, eu vi crianças usando aparelhos celulares.”

Sister Jones sugeriu que os pais colocassem medidas de segurança em celulares e outros dispositivos eletrônicos. Algumas famílias usam seus aparelhos eletrônicos somente em áreas da casa com bastante presença da família. Ela também falou sobre como os pais devem falar com seus filhos em uma idade apropriada sobre a razão que eles devem evitar pornografia e o que eles devem fazer ao se deparar com esse mal. Ela disse:

“Quaisquer sejam as necessidades de nossas famílias, que possamos ensinar cada membro da família a usar tecnologia sabiamente e positivamente desde o princípio e desenvolver uma mentalidade moral. Que eduquemos as crianças de maneira construtiva para que eles possam usar a tecnologia para o bem.”

O amor batalha contra a pornografia

“Se esperamos ter qualquer esperança de erradicar essa praga do mundo, o amor deve ser a linha de frente e a fundação de todos os nossos esforços.”

“Primeiro, nós dizemos ‘eu te amo’ ao verdadeiramente protege-los. Segundo, nós dizemos ‘eu ainda te amo’ pela maneira que nós reagimos a sua exposição a pornografia, seja intencionalmente ou não. Terceiro, nós dizemos ‘eu sempre vou te amar’ ao prover amor e suporte em seu processo de cura se eles estiverem passando por vício ou uso compulsivo.”

“Ao procurar cura para você e seu ente querido, eu espero que você encontre forças naquele que tem poder para curar todas as feridas, unir as pessoas, e criar relacionamentos além de nossa presente capacidade de imaginar,” Ela concluiu.

Para ler o discurso completo na conferência contra a pornografia (em inglês) acesse: “It Starts With Us.”

Se você precisa de ajudar para se livrar da pornografia, acesse:  Sobrepujar a Pornografia

Relacionado:

Como Falar com Seus Filhos Sobre os Perigos da Pornografia

O Progresso Pessoal me Ajudou a Vencer o Vício da Pornografia