O seguinte texto é parte do livro do Presidente Oaks chamado “Life’s Lessons Learned.”

Eu aprendi por meio de experiências pessoais inesquecíveis que não importa o quanto uma pessoa tenha caído, sempre há a possibilidade de que com alguma ajuda, ela pode se recuperar e seguir em frente em direção a coisas melhores.

Anos turbulentos e terríveis

Para mim, os anos subsequentes ao falecimento de meu pai em junho de 1940 foram turbulentos e terríveis. Primeiramente, eu perdi meu pai. Então, seis meses depois, eu perdi minha mãe durante um ano.

Em janeiro de 1941, ansiosa para buscar qualificação para sustentar três filhos, minha mãe nos deixou em Utah com seus pais para viajar para a cidade de Nova York para finalizar seu mestrado na universidade de Columbia. Isso foi muito precoce para ela. A solidão por causa da separação de seus filhos logo após a morte de seu marido, combinada com os rigores da universidade, sobrecarregou minha mãe até um ponto extremo. Em maio de 1941 ele sofreu uma crise nervosa, que precisou de acompanhamento médico e a separação de sua família por muitos meses. Com fé, bênçãos do sacerdócio e o apoio de sua família, ela foi capaz de continuar sua carreira e seu papel como mãe em agosto de 1942. Sua força espiritual e emocional foi um exemplo durante o restante de seus 37 anos de vida em sua liderança e serviços em posições profissionais, civis e religiosas.

Apesar do cuidado e carinho de avós amorosos, meu terceiro e quarto ano no ensino fundamental, dos 8 aos 10 anos de idade, foram terrivelmente tristes para mim. Eu pegava um ônibus na fazenda que ficava um pouco mais de 3 quilômetros ao sul da cidade de Payson, Utah. Os estudantes mais novos neste ônibus para estudantes de ensino médio sofriam bullying frequentemente. Eu lembro de ser tratado como um ninguém e ser jogado de um lado para o outro como um boneco de pano. O ônibus parava na escola de ensino médio, então eu tinha que andar cerca de 2 quilômetros até a escola Peteetneet de ensino fundamental, normalmente sozinho. Se eu me atrasava para pegar o ônibus depois da escola, eu andava mais 3 quilômetros extras até em casa.

Eu não gostava do meu professor do quarto ano. Um homem preocupado durante aquela época da Segunda Guerra Mundial que tinha que ensinar uma classe com três fileiras de estudantes do quinto anos e duas fileiras de estudantes do quarto ano. Minha pior memória daquela época é quando tínhamos que entregar nossos exames de aritmética para frente para que fossem avaliados publicamente. Os resultados me colocavam abaixo de todo mundo na classe. Em um exercício com 20 problemas, eu errava 15 ou 16. Eu sabia que eu era o menos inteligente na sala de aula. Eu lembro de uma ocasião onde meus colegas de classe jogaram bolas de neve em mim e me chamaram de burro.

Uma mãe maravilhosa e uma professora amorosa

Em agosto de 1942, minha mãe melhorou muito e nossa pequena família estava pronta para funcionar sem nenhuma assistência, e nós nos mudamos para Vernal, Utah, onde minha mãe tinha sido contratada como professora na Escola de Ensino Médio Uintah. E lá estava eu sendo abençoado com um lar estável e um ambiente familiar com a liderança de minha maravilhosa mãe. Eu também fui abençoado com uma incrível professora de quinto ano, Senhora Pearl Schaefer, que era madura e amável. Por meio de uma combinação de confiança e desafios, ela me colocou de volta no caminho do aprendizado e proporcionou muitas memórias felizes.

Estas experiências me ensinaram em primeira mão que quando uma pessoa não está tendo sucesso, há muitas razões possíveis, inclusive algumas que não foram escolhidas por ela. Eu sou eternamente grato por ter tido uma mãe maravilhosa e uma professora sábia e amorosa. Sua fé em mim encorajou meu pensamento de que eu tinha algum valor.

Sendo oferecidos amor e oportunidades, cada criança e adulto pode se recuperar. Todos os que sabem disso e tem a capacidade de ajudar devem fazê-lo conforme o possível.

Fonte: LDSLiving

sobre o Brasil

Atualmente, Presidente Oaks é o Primeiro Conselheiro na Primeira Presidência.O Presidente Oaks é formado pela Universidade Brigham Young (1954) e pela Faculdade de Direito da Universidade de Chicago (1957). Seguiu a carreira de advogado e ensinou Direito em Chicago. Ele foi presidente da Universidade Brigham Young, de 1971 a 1980, e Juiz da Suprema Corte de Utah de 1980, até demitir-se em 1984, a fim de aceitar seu chamado para o apostolado.

Ele participou ou foi membro da junta de muitas organizações comerciais, educacionais e de caridade. É o autor ou co-autor de muitos livros e artigos sobre assuntos religiosos e legais.

Relacionado:

Conheça o novo presidente da Igreja SUD e seus conselheiros