O que fazer quando você sente que está perdendo seu testemunho?

testemunho

Talvez, você nunca tenha passado por isso. Talvez, você esteja passando por isso ou talvez, já tenha passado por essa situação em algum momento. A verdade, é que a sensação de estar perdendo nosso testemunho sobre o Evangelho, pode acontecer com qualquer pessoa em qualquer momento.

O artigo de hoje, vem ao encontro daqueles que estão nesse momento de suas vidas. Naquele momento, em que podem chegar a pensar “será que é realmente verdadeiro?”.

A escritura de 2 Timóteo capítulo 3 versículo 2, nos diz que nos últimos dias nós teríamos tempos trabalhosos. Por “tempos trabalhosos”, podemos entender várias coisas e uma delas, pode ser entendida, como a dificuldade de separar o joio do trigo, o falso e o verdadeiro, a fim de mantermos firme nossos testemunhos.

encontrar a verdade, síndrome de impostor

À medida que o tempo passa, nós, como membros da Igreja, podemos começar a questionar coisas que antes acreditávamos sem sombra nenhuma de dúvida.  Ter dúvidas, não é algo que deve ser combatido ou tido como algo ruim, as dúvidas, nos fazem crescer. No entanto, é necessário observar o que as dúvidas têm feito conosco – nos faz progredir ou regredir?

“É natural ter dúvidas — a semente da dúvida sincera, com frequência, brota e amadurece até se tornar uma grande árvore de conhecimento. Há poucos membros da Igreja que, em uma ocasião ou outra, não se debateram com dúvidas sérias ou delicadas. Um dos propósitos da Igreja é nutrir e cultivar a semente da fé, mesmo que às vezes seja no solo arenoso da dúvida e da incerteza”.

(“Dieter F.Uchtforf, Venham, Juntem-se a Nós”, A Liahona, novembro de 2013, p. 23).

E o Élder Dieter F.Utchdorf também aconselhou:

“Meus queridos amigos, por favor, duvidem de suas dúvidas antes de duvidarem de sua fé. Jamais podemos permitir que a dúvida nos aprisione e nos impeça de receber o divino amor, a paz e as dádivas que vêm por meio da fé no Senhor Jesus Cristo”.

Mas o que podemos fazer quando sentirmos que estamos perdendo nosso testemunho?

revelação pessoal

1)   Não deixe de orar

A primeira coisa que muitos de nós faz quando sente seu testemunho se enfraquecendo, é deixar de orar. Isso não é bom! Quando temos uma relação abalada com alguém, o que nós normalmente fazemos? Nós procuramos essa pessoa, conversamos e tentamos fortalecer nossa união/relação. O mesmo deve ser feito com o Pai Celestial! Nós devemos orar a Ele, conversar com Ele, para que Ele possa nos fortalecer. A oração, nada mais é que uma conversa entre nós e nosso Pai Celestial e se queremos, ter um testemunho sobre Ele e o Evangelho de Cristo, devemos e podemos recorrer à verdadeira fonte. Talvez, continuar a orar seja muito difícil no inicio, porque dependendo de nossas dúvidas, podemos inclusive, duvidar da existência de Deus e fazer orações para alguém que não acreditamos existir, é complicado. No entanto, esforce-se para acreditar que há alguém, em algum lugar ouvindo sua prece.

irmão e irmã

2)   Não deixe de ir à Igreja

A tendência que temos, quando nosso testemunho começa a se enfraquecer, é achar as reuniões da Igreja todas chatas e sem muito proveito. Essa é mais uma armadilha de Satanás para nós afastar de nosso Pai Celestial. As reuniões que temos na Igreja são verdadeiras dádivas de Deus, para seus filhos. Através das reuniões, podemos fortalecer nosso testemunho, reforçar o que já sabemos, aprender coisas novas e conviver uns com os outros, o que pode grandemente aumentar nosso testemunho. As reuniões, são banquetes para nossa alma, assim como o alimento é para nosso corpo físico. Podemos ainda, ter experiências espirituais que virão confirmando ainda mais aquilo que acreditamos.

escrituras em malaio

3)   Estude as Escrituras e leia a Liahona

É difícil estudar as escrituras quando temos dúvidas se elas são realmente inspiradas e verdadeiras. No entanto, o que sugeriríamos no inicio, é lê-las como se fosse um livro secular e aos poucos, a veracidade e divindade delas lhe será manifestada pelo poder do Espírito Santo. Quando eu ganhei meu Livro de Mórmon, em Dezembro de 2012, eu não acreditava que ele era tudo aquilo que os missionários haviam me dito. No entanto, eu aceitei lê-lo e comecei a fazer isso, pensando em se tratar de um livro bom, porém, não inspirado como haviam falado. No decorrer da leitura, minha visão fora mudando e um testemunho eu adquiri. E por mais que em algum momento você tenha tido forte testemunho sobre as Escrituras e hoje não, você pode começar de novo, do zero!

aproveitar a conferência ao máximo

4)   Procure respostas para suas perguntas particulares

Às vezes, você até tem um testemunho forte sobre algumas coisas do Evangelho, porém, no tocante a outras, você pode estar titubeando. E o melhor caminho para se entender e conhecer algo, é estudar sobre isso. E estudar de fato, procurar em boas fontes, como os manuais, tópicos do Evangelho, Guia para Estudo das Escrituras, sites oficiais da Igreja e sites com bons conteúdos sobre a Igreja também, irão lhe ajudar. Praticamente tudo o que precisa, irá encontrar respostas! As perguntas que todos temos, podem ser respondidas em seu devido tempo.

estudo diário

5)   Lembre-se do que trouxe você aqui

Sabe aquelas experiências que você teve quando entrou para a Igreja? Sabe aqueles sentimentos bons que sentia com os missionários ou dos sentimentos doces que sentia ao ouvir os discursos nas reuniões? Lembra-se daquela conferência geral que parecia que falavam diretamente a você? E sua primeira visita ao templo? Vamos trazer a memória as coisas que nos trouxeram para o Evangelho de Cristo e essas memórias, irão fortalecer-nos. Algumas traduções da Bíblia Sagrada em Lamentações capítulo 3 versículo 21 diz: “Quero trazer à memória o que me pode dar esperança” e em algumas outras traduções está “Disso me recordarei no meu coração; por isso esperarei”, seja qual for a tradução escolhida, ela pode nos ajudar a lembrar do que nos trouxe aqui e nos dar paz para prosseguir.

6)   Não desista

O processo é longo e não é fácil, no entanto, é recompensador. O preço que iremos pagar se hoje deixarmos o Evangelho é muito caro. Nossa decisão de não seguir a Cristo e seu Evangelho, impactará não somente nossas vidas, bem como a vida de muitas gerações, já pensou nisso?  Não desistir, é o melhor que podemos fazer.

Lembre-se: Deus ama seus filhos.

Relacionado:

Néfi teve uma crise de fé também

 

| Para refletir
Publicado por: Inaê Leandro
Inaê Leandro é estudante de Administração, escritora e foi Jovem Senadora em terceiro lugar por Minas Gerais, no Prêmio Jovem Senador, do Senado Federal. Atua como voluntária no Instituto Oikon e mantém juntamente com amigos, o site suscitare.com.br.
sobre você
O que Deus pensa sobre você?
dos templos
Qual a importância dos templos em nossas vidas?

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *