Você sabe o que Deus espera de você até o final do ano?

Recentemente, vi algumas pessoas fazendo publicações nas redes sociais sobre como faltam menos de 100 dias para o ano terminar e como temos mais ou menos 100 oportunidades de mudar algo, de melhorarmos nossa vida, abandonarmos um mau hábito, etc etc. Mas tudo isso me levou a pensar: O que será que Deus espera de mim até o final do ano?

Neste último final de semana, tivemos a oportunidade de ouvir as palavras de Deus por meio de Seus apóstolos, profetas, videntes e reveladores. Escutamos mensagens incríveis, que certamente eram o que nossos corações precisavam.

Foi uma oportunidade única de aprender o que nosso Pai deseja de nós e o que precisamos fazer para alcançar essas expectativas. Além disso, foi um momento para levar perguntas para Deus e receber respostas dos céus.

Também pode ser interessante: Élder Aidukaitis ensina sobre a importância das metas e da organização

E posso dizer, com certeza, de que minha pergunta foi respondida, e de uma maneira bem enfática.

Percebi que durante a Conferência Geral de outubro de 2021, uma palavra específica apareceu em cerca de 90% dos discursos. Mais precisamente, a palavra alegria foi citada 55 vezes durante toda a conferência (sem contar suas variações, e sim, eu contei).

Outro dado interessante, é que uma citação específica do Presidente Russell M. Nelson foi citada 4 vezes por líderes diferentes: O Élder Rasband, o Élder Villanueva, o Élder Perkins e o Élder Douglas. A citação diz:

“A alegria que sentimos tem pouco a ver com as circunstâncias de nossa vida e tem tudo a ver com o enfoque de nossa vida.”

Também pode ser interessante: Um caminho confiável para a alegria

Pronto, aí estava a resposta para a minha pergunta. E uma resposta de foi repetida mais de 50 vezes. Deus espera que eu tenha alegria. Ele espera que você tenham mais alegria. Mas não uma alegria qualquer, uma alegria que nos vem por focarmos em Jesus Cristo.

O Dicionário define alegria como ‘estado de viva satisfação, de vivo contentamento; regozijo, júbilo, prazer.’ E se é um estado, é algo que pode mudar a qualquer momento.

Vivemos em um momento difícil, não só por causa de uma pandemia, mas também pelas consequências que ela causou na vida de muitos. Se não perdemos alguém que amamos, desenvolvemos preocupações com nossa família, amigos ou até mesmo nós mesmos.

Além disso, estamos cada vez mais próximos da Segunda Vinda do Salvador, e sabemos que as coisas não ficarão mais fáceis.

Então faz sentido o Senhor pedir que tenhamos alegria. Ele é nosso Pai Celestial, que nos ama e que sabe de todas as coisas. Ele sabe o que está por vir e por isso, deseja que possamos estar preparados por meio da alegria que sentimos em Cristo.

Ter alegria não tornará tudo magicamente perfeito de repente, mas nos ajudará a encontrar a luz em dias sombrios. 

Que possamos aproveitar os próximos 100 dias para encontrar alegria em Cristo e nos aproximar cada vez mais de quem nosso Pai deseja que nos tornemos. 

| Para refletir
Publicado por: Marie Sunaga
Tradutora e intérprete e estudante de Letras na PUC-PR. Trabalhou como instrutora e supervisora no Centro de Treinamento Missionário. Fez missão em Manaus - Brasil, ama ler, tocar violão e comer sushi. É a gerente de conteúdo do time português na More Good Foundation.
Como é a obra missionária durante uma pandemia
Dia 24 de julho é instituído o Dia Estadual do Programa Mãos de...

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *