O Golias que Davi não derrotou, mas você precisa derrotar: a pornografia.

Livrando-se da pornografia

A pornografia é um mal terrível, que tem destruído indivíduos e famílias. Todos os profetas vivos levantaram a voz contra esse mal. Alguns anos atrás, o Presidente Dallin H. Oaks, que na época era membro do Quórum dos Doze Apóstolos falou sobre o mal da pornografia. Ele disse:

As imagens pornográficas são “piores do que comida suja e contaminada. O corpo possui defesas para livrar-se de alimentos insalubres. Com algumas poucas exceções que causariam a morte, a comida estragada irá apenas fazê-los passar mal; porém, não causam danos permanentes. Por outro lado, uma pessoa que se alimenta de histórias sujas e filmes e literatura [e imagens] pornográfica ou erótica, grava-as neste maravilhoso sistema de arquivos chamado cérebro. O cérebro não vomitará a imundície. Uma vez registrada, permanecerá para sempre sujeita à lembrança, enviando à mente flashes de suas imagens pervertidas e desviando-os das coisas saudáveis da vida.”

vinda de cristo

Então, o Presidente Oaks contou a história de Davi, o poderoso rei de Israel, que foi extremamente abençoado pelo Senhor, mas se desviou ao olhar uma mulher nua se banhando.

“Consideremos o trágico exemplo do rei Davi. Apesar de ser um gigante espiritual em Israel, ele se permitiu olhar para algo que não deveria ter visto. (Ver II Samuel 11.) Tentado pelo que vira, violou dois dos Dez Mandamentos do Senhor, começando com “Não adulterarás”. (Êxodo 20:14) Dessa maneira o rei-profeta perdeu sua exaltação. (Ver D&C 132:39.)

Mas a boa notícia é que ninguém precisa seguir o caminho do mal que leva ao tormento. Todos apanhados nessa terrível escada rolante possuem a chave para reverter seu curso. Ele pode escapar. Através do arrependimento ele pode ficar limpo.”

Davi, chamado pleo presidente Oaks de rei-profeta, perdeu sua exaltação. Ele que havia derrotado o gigante Golias, não venceu o Golias da pornografia.

Efeitos da pornografia

Os efeitos maléficos da pornografia são espirituais, mentais, sociais e físicos. O Presidente Oaks citou alguns:

  • Os que olham ou lêem pornografia também perdem a companhia do Espírito. A pornografia produz fantasias que destroem a espiritualidade. “A inclinação da carne é morte” — morte espiritual. (Romanos 8:6; ver também 2 Néfi 9:39.)
  • A pornografia prejudica a capacidade de alguém desfrutar um relacionamento emocional, romântico e espiritual com uma pessoa do sexo oposto.
  • A pornografia corrói as barreiras que estão erguidas contra o comportamento impróprio, anormal ou ilegal. À medida que a consciência perde a sensibilidade, os usuários de pornografia são levados a representar aquilo que testemunharam, a despeito de seus efeitos em sua vida e na vida de outros.
  • A pornografia também causa danos terríveis em nossos relacionamentos pessoais mais preciosos.
  • A pornografia também induz ao vício. Ela prejudica a habilidade de se tomar decisões e “amarra” seus usuários, fazendo com que voltem obsessivamente para mais e mais.

Como vencer a pornografia

O Presidente Dallin H. Oaks testificou que existe uma maneira de vencer o vício em pornografia. Ele disse:

“Meus irmãos que foram capturados por esse vício ou perturbados por essa tentação: existe um caminho.

Primeiro, reconheçam o mal. Não o defendam nem tentem justificar-se. (…)

quereis

Segundo, busquem a ajuda do Senhor e de Seus servos. Ouçam e dêem ouvidos a estas palavras do Presidente Gordon B. Hinckley:

“Suplique ao Senhor do fundo de sua alma para que Ele remova de você o vício que o escraviza. E tenha a coragem de procurar a amorosa orientação de seu bispo e, se necessário, o conselho de profissionais atenciosos.” (A Liahona, novembro de 2004, p. 62.)

Homem pensando

Terceiro, façam tudo o que puderem para evitar a pornografia.

Se algum dia encontrarem-se diante dela — o que pode acontecer a qualquer um no mundo em que vivemos — sigam o exemplo de José do Egito. Quando a tentação o prendeu com suas garras, ele fugiu da tentação e “saiu para fora”. (Gênesis 39:12)

Não se conformem com nenhum grau de tentação. Previnam-se contra o pecado e evitem ter que lidar com sua destruição inevitável. Então, desliguem-na! Olhem para o outro lado! Evitem-na a todo custo. Voltem seus pensamentos para caminhos edificantes. Lembrem-se de seus convênios e frequentem o templo fielmente. [Um] bispo sábio (…)  relatou que “a queda de um portador do sacerdócio que fez sua investidura jamais ocorre durante os períodos de adoração regular no templo; ela ocorre quando ele se torna indiferente à adoração no templo”. (…)

sem celular

Por fim, não sejam condescendentes com a pornografia. Não usem seu poder de compra para apoiar a degradação moral. E moças, entendam que caso não se vistam com recato, vocês estarão aumentando esse problema, tornando-se pornografia para alguns dos homens que olharem para vocês.”

Caso você sinta que esta com problemas com a pornografia vá falar com seu bispo. Ele te ajudará a vencer esse mal.

Para ler o discurso original citado nesta artigo acesse aqui. Conferência Geral abril de 2005.

Relacionado:

Meu marido me culpa por ele ver pornografia

| Para refletir
Publicado por: Lucas Guerreiro
Escritor, Advogado, Membro da Comissão de Direito e Liberdade Religiosa da OAB/SP, Membro da J. Reuben Clark Law Society São Paulo. Fez Missão em Curitiba - Brasil. Gosta de desenhar, estudar filosofia, fotografar, viajar e assistir series de super-heróis.
Perguntas e Respostas: "Os apóstolos modernos podem ver o Senhor...
decisão decisões
Três palavras que ajudam qualquer um a tomar decisões difíceis

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *