adulto solteiro atividade

Quantas vezes não fazemos metas de fim de ano, ano após ano. Já viu alguma semelhança entre elas? Ficamos desanimados e cansados quando tentamos cumprir, ano após ano, nossas metas, sem nenhum resultado. Tais situações podem nos deixar desanimados. Podemos deixar de fazer metas. Ou mesmo podemos pensar que não sabemos fazer metas!

Mas não podemos parar de sonhar! Sonhar e esperar por um futuro melhor é um elemento essencial da fé. O profeta Alma ensinou, “portanto, se tendes fé, tendes esperança nas coisas que se não veem e que são verdadeiras”. Quando deixamos de realizar metas, deixamos de exercer fé. “Ora, sem fé é impossível agradar a Deus; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam” (Hebreus 11:6)

O Poder de Um Novo Começo

Todo começo de ano pode ser um novo começo. Todo mês, toda semana, todo dia. Essa é uma das maravilhas do Evangelho Restaurado: poder começar de novo.

Dar o passo inicial não é fácil. Mas se estabelecemos metas e nos comprometemos a cumpri-las, então estamos exercendo fé. Já começamos a agradar ao Senhor, se essas metas são justas.

O presidente James E. Faust disse, certa vez, que “ao cumprir qualquer coisa, a parte mais difícil é começar”. Começar exige fé.

Coragem De Tentar Novamente

O presidente Faust também ensinou: “Para aqueles que podem se adaptar, que são flexíveis, que podem modificar, que podem melhorar, espera-se grandes oportunidades. Algumas vezes precisamos ter a força de não tomar conselho de nossos medos. Isso exige coragem”.

Não exercemos coragem somente quando estabelecemos uma meta, mas quando enfrentamos reveses para alcançá-las. Disse o presidente Monson, “É preciso coragem para o impulso inicial rumo à meta sonhada, mas necessitamos de ainda mais coragem quando tropeçamos e temos de envidar novos esforços para vencer”. Como ele mesmo cita mais tarde, às vezes, a coragem é aquela pequena voz ao fim do dia (ou do ano) que diz, “Tentarei de novo amanhã”.

Se não conseguimos cumprir uma meta esse ano, e se a meta é justa e da vontade do Senhor, então precisamos tentar de novo. E de novo. E de novo.

Não Estamos Sozinhos

E quem disse que estamos sozinhos nessa empreitada? Élder Bednar, em seu livro “Power To Become”, ensina que as pessoas ignoram o verdadeiro poder da Expiação. Sabemos que o Senhor morreu por nós. É importante sabermos disso. Mas precisamos saber também que o Salvador vive em nós, não somente para nos dirigir, mas para nos dar poder.

A Expiação é para os santos também, para as pessoas boas, honradas e esforçadas. Sabemos que a jornada de pessoas “ruins” para “boas” exige o poder da Expiação. Mas erramos quando pensamos que devemos fazer a jornada de pessoas “boas” para “muito boas” somente com nosso esforço pessoal, nossa força de vontade, nossa disciplina e nossas capacidades tão limitadas. Então, por que tentar cumprir nossas metas sem a ajuda do poder da Expiação?

Pelas notícias atuais, tempos difíceis estão por vir. Problemas econômicos, políticos e sociais de toda espécie.  No entanto, o Salvador bem sabia disso quando ensinou sobre os sinais futuros, dizendo inclusive da situação das pessoas: “Homens desfalecendo de terror, na expectativa das coisas que sobrevirão ao mundo” (Lucas 21:26). O mesmo Salvador nos dá um conselho: “Tenho-vos dito essas coisas para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflição, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo” (João 16:33). Ele também nos dá uma promessa: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vô-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize” (João 14:27).

Cristo Ensinando

Imagem via LDS.org.

Se tivermos fé em Jesus Cristo, podemos ter esperança num mundo melhor. Esperança de mudar. Esperança de encontrar a plenitude da alegria. Como disse uma vez o Élder Holland num serão local em São Paulo: “Essa é a Igreja dos finais felizes!”

Felicidade na Jornada

Mas não precisamos nos limitar a encontrar felicidade somente no final de nossas metas, nem num mundo futuro. Podemos encontrar felicidade hoje!

O presidente Dieter F. Uchtdorf disse: “Às vezes na vida, ficamos tão concentrados na linha de chegada que deixamos de encontrar alegria na jornada … Não devemos esperar até que cheguemos a um ponto futuro para sermos felizes, ou para descobrir que a felicidade já estava a nosso alcance — o tempo todo! A vida não foi feita apenas para ser apreciada retrospectivamente”.

Irmãos e irmãs, sejam quais forem as circunstâncias, sejam quais forem nossos desafios ou nossas provações, há algo em cada dia para entesourar e valorizar. Há algo em cada dia que pode suscitar gratidão e alegria, se apenas o virmos e apreciarmos. – Dieter F. Uchtdorf

Verdadeiro Sucesso e Vida em Abundância

Para finalizar, lembro de uma promessa deixada pelo presidente Monson em Janeiro de 2012:

Tenham a determinação de empreender os esforços, a obstinação de lutar para atingir uma meta digna e a coragem não só de enfrentar os desafios que inevitavelmente virão, mas também de redobrar os esforços, caso necessário. “Às vezes, a coragem é aquela pequena voz ao fim do dia que diz: ‘Tentarei de novo amanhã’”.

 

Tenhamos em mente esses princípios ao iniciarmos nossa jornada no ano-novo, cultivando uma atitude positiva, a crença de que podemos alcançar nossas metas e resoluções, e a coragem de enfrentar todos os desafios que porventura surgirem em nosso caminho. Então, teremos vida em abundância.