Depois de servir aos membros da Igreja no Pacífico por seis décadas, o templo de Hamilton Nova Zelândia (o primeiro templo no hemisfério sul) fechou para uma ampla reforma de três anos.

Anunciado em 1955 e dedicado em 20 de abril de 1958, pelo Presidente David O. McKay, o templo tornou-se o 13º templo em construído na Igreja e o 11º em funcionamento.

nova zelândia

Imagem de como ficarão os edifícios adjacentes ao Templo de Hamilton na Nova Zelândia após a reforma: Intellectual Reserve, Inc.

Localização do Templo da Nova Zelândia

Localizado em Temple View, um subúrbio fora de Hamilton, Nova Zelândia, o templo de Hamilton foi o segundo a ser construído fora dos Estados Unidos e do Canadá (o primeiro foi o templo de Berna, Suíça).
Hoje, o templo de Hamilton serve cerca de 115 mil membros da Igreja que vivem na Nova Zelândia, Nova Caledônia e nas Ilhas Cook.

Os membros da Igreja na área viajarão para templos em todo o Pacífico – Austrália, Fiji, Samoa, Taiti e Tonga – para adoração durante os poucos anos em que o templo estará fechado.

nova zelândia

Projeto para o batistério no templo de Hamilton Nova Zelândia após a reforma. Foto: Intellectual Reserve, Inc.

Resumo da reforma

As mudanças da reforma incluirão o fortalecimento sísmico e desenvolvimentos significativos para os sistemas mecânicos, de encanamento e elétricos. Outras mudanças incluem um novo telhado e um novo acesso para o batistério. O mobiliário interno passará por renovação, bem como os jardins e o estacionamento.

O templo foi um dos edifícios construídos pelos “missionários de construção” — voluntários com experiência e jovens missionários que foram chamados para ajudar na construção do templo. Mais de 1.500 missionários de construção ajudaram a edificar o templo, junto com muitos moradores locais — muitos dos quais não eram membros da Igreja.

nova zelândia

Templo de Hamilton ao fundo e os alojamentos dos missionários. Foto: Intellectual Reserve, Inc.

Por causa da natureza histórica do edifício, todas as reformas serão feitas de acordo com critérios patrimoniais estritos.
As reformas estão previstas para terminar em 2021. Depois da conclusão das obras, haverá um período de visitação e a rededicação.

Fonte: Church News

Relacionado:

50 fotos incríveis de templos mórmons pelo mundo

Templo de Jordan River – Porque os templos mórmons passam por processo de renovação