A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias anunciou ontem que as datas para a casa aberta e a dedicação do Templo de Washington D.C. foram adiadas indefinidamente devido aos efeitos da COVID-19.

Os eventos serão reprogramados para quando as reuniões públicas forem consideradas seguras.

As datas programadas para os eventos de rededicação do Templo de Washington D.C. foram anunciadas no final de fevereiro. A casa aberta estava programada para acontecer de 24 de setembro a 31 de outubro, excluindo os domingos e o fim de semana de conferência geral.

Também foi programando um devocional para os jovens no sábado, dia 12 de dezembro que precedia a data de dedicação, programada para acontecer no domingo, 13 de dezembro.

O templo fechou para renovações em 2018, para atualizar os sistemas mecânicos e elétricos, trocar os acabamentos e mobília e para melhorar a estrutura do terreno.

Uma vez remarcada, a casa aberta marcará a primeira vez que o público poderá visitar e conhecer o interior do Templo de Washington D.C. desde sua dedicação em 1974, quando se tornou o 16º templo operacional da Igreja.

Na primeira casa aberta em 1974, mais de 750 mil pessoas visitaram o templo, incluindo Betty Ford, esposa do então presidente dos Estados Unidos, Gerald Ford.

Hoje, existem 168 templos operacionais em todo o mundo. Eles também foram afetados pelas restrições e ajustes globais da pandemia da COVID-19.

O adiamento da dedicação do templo é semelhante ao anúncio de 18 de março para o Templo do Rio de Janeiro no Brasil.

Sua casa aberta estava agendada de 17 de abril a 2 de maio, com a dedicação marcada para o domingo, 17 de maio de 2020. Porém, estes eventos também foram adiados até que grandes reuniões públicas sejam consideradas seguras novamente.

Fonte: Church News

Relacionado:

Sobe para 92 o número de templos que começaram a reabertura gradual | COVID-19