Duque de York com Voluntários do Mãos que Ajudam

Duque de York com Voluntários do programa Mãos que Ajudam. Imagem via mormonnewsroom.org.uk.

O Príncipe Andrew, Duque de York, reuniu-se com voluntários do programa Mãos Que Ajudam em York (em 7 de janeiro desse ano) como parte de uma reunião de agentes comunitários e o pessoal de serviço de emergência após as inundações graves que atingiram a cidade histórica nas últimas semanas.

O príncipe elogiou os esforços dos voluntários mórmons e outros grupos locais e salientou o espírito de comunidade que é a marca registrada dos esforços contra a inundação.

Outro membro da família real, a Duquesa de Kent, elogiou anteriormente o trabalho de apoio contra a inundação no centro de York quando se encontrou com voluntários do Mãos Que Ajudam (em 6 de janeiro).

Caroline Kimberling, um membro da Igreja em York, foi fundamental para este esforço do Mãos Que Ajudam, organizando as propriedades da Igreja para serem utilizados como local de doação de suprimentos.

Élder Paul Culbert e a irmã Ethel Culbert, missionários de tempo integral para a Igreja, ajudaram a coordenar o trabalho de ajuda. Elder Culbert disse: “Os membros do grupo da Igreja explicaram ao duque o escopo do trabalho que tinham realizado, incluindo  a forma como identificaram as necessidades por meio de uma variedade de métodos, incluindo o uso das mídias sociais, conversando na rua com as pessoas, conversando boca a boca e recebendo referências do Conselho da cidade de York. Eles, então, explicaram como satisfizeram essas necessidades. O Duque expressou sua gratidão ao grupo pelo trabalho que haviam realizado”.

Também representando a Igreja e os seus parceiros comunitários no encontro com o príncipe Andrew estavam o Presidente Bill Kimberling da presidência da Estaca York (liderança regional), o bispo Mark Plumridge (um líder de uma congregação em York), Stefania Finch, Helen Woodall e Katie Miller da comunidade local.

Presidente Bill Kimberling

Presidente Bill Kimberling, junto dos voluntários do programa.

A resposta de emergência da Igreja atraiu a atenção de muitos amigos do bairro que colocaram o colete do ‘Mãos que Ajudam’ como uma demonstração do apoio da comunidade.

Presidente Kent Mayall, líder regional (presidente da estaca) de York e arredores, disse: “Tem sido duas semanas incríveis. O esforço do programa mórmon Mãos Que Ajudam tem sido impulsionado por voluntários que são membros da Igreja e também por aqueles que não são de nossa fé. Tivemos centenas de voluntários que ajudaram com muitos projetos. A partir da crise e da catástrofe o Senhor ajudou a sustentar a comunidade por meio de pessoas boas e de bom coração. Temos sido verdadeiramente abençoados”.

A prédio da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias em York foi usado para armazenar e distribuir itens para as vítimas das enchentes depois que centenas de pessoas foram evacuadas de suas casas. O centro foi preenchido rapidamente com mais de 10.000 itens de alimentação, produtos de higiene pessoal, roupas e produtos de limpeza.

Centenas de pessoas em York contribuíram sob um logo mórmon, sendo que muitos deles colocaram o colete do Mãos Que Ajudam e saíram ao resgate da comunidade, entregando pacotes de cuidados, limpando casas, retirando pertences danificados e ajudando da maneira que puderam.

 

Notícia original em mormonnewsroom.org.uk. Traduzido por Esdras Kutomi.