A Igreja de Jesus Cristo começa a enviar missionários para fora de seus países de origem de forma cautelosa

Daniel Woodruff, porta-voz de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, divulgou a seguinte declaração hoje, quarta-feira (4), sobre o envio de missionários para designações fora de seus países de origem:

“Desde o início da pandemia, muitos missionários aceitaram redesignações para servir em seus países de origem devido aos desafios impostos pelo coronavírus. Somos gratos por sua fé e otimismo nessas circunstâncias extraordinárias.

Neste momento, a Igreja começou a enviar um número muito limitado desses missionários para designações fora de seus países de origem. Este processo é deliberado e cauteloso. Por causa da atual pandemia, todas as viagens missionárias dependem das condições locais e restrições de viagens aéreas, fazendo com que alguns missionários não possam partir por vários meses. Reconhecemos que as condições podem mudar rapidamente e continuaremos monitorando de perto os eventos mundiais e fazendo os ajustes necessários. A segurança de nossos missionários e daqueles a quem servem é nossa principal prioridade.

Uma vez agendada a viagem, os escritórios da missão notificarão os missionários, que então compartilharão seus itinerários com suas famílias. Pedimos que os missionários e suas famílias não entrem em contato com o Escritório de Viagens da Igreja, embaixadas ou cônsules sobre seus planos de viagem ou documentos. Ao viajar, os missionários serão instruídos a seguir as diretrizes de saúde pública estabelecidas para prevenir a propagação do COVID-19. Depois de chegar às novas designações, os missionários ficarão em quarentena pelo período exigido e, em seguida, participarão de atividades apropriadas às circunstâncias locais.”

Fonte: Newsroom

| Notícias

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *