Missionários chamados para servir na Europa e Ásia retornam às suas missões originais

A Sister Kendra DeLange chegou ao Centro de Treinamento Missionário de Provo no dia 4 de março de 2020 com os próximos 18 meses de sua vida definidos: passar cinco semanas em Provo aprendendo dinamarquês e, em seguida, voar pelo Atlântico para a missão Dinamarca Copenhague.

Mas quando a pandemia começou, a Sister DeLange, juntamente com cerca de 30 mil outros missionários, receberam uma mudança temporária de designação. No caso da Sister DeLange, sua designação temporária a levou para Gilbert, Arizona.

Depois de quatro meses no Arizona, em 26 de julho, a Sister DeLange finalmente voltou para a Dinamarca com um pequeno número de missionários que retornaram às suas missões originais na Europa e Ásia.

Na sexta-feira, 7 de agosto, o porta-voz da Igreja Daniel Woodruff compartilhou a seguinte declaração com a mídia:

“Ao longo das últimas semanas, a Igreja conseguiu enviar um pequeno número de missionários de volta para suas missões originais em alguns lugares da Europa e da Ásia. Nestas circunstâncias, os missionários têm documentação adequada para viajar e seguem rigorosamente as exigências locais relativas ao isolamento social ou quarentena. Enquanto continuam seus serviços nestas áreas, os missionários participam de atividades adequadas às circunstâncias locais. Viagens adicionais de missionários para missões fora de seus países de origem depende das condições locais e restrições de viagem.”

Fonte: LDS Living

Relacionado:

Anunciada a data da abertura de terra do Templo de San Pedro Sula, Honduras

| Notícias

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *