Élder Uchtdorf fala aos missionários no Chile

No último sábado, dia 15, o Élder Dieter F. Uchtdorf, do Quórum dos Doze Apóstolos, e sua esposa Harriet, estiveram em Santiago, Chile para um devocional com missionários de tempo integral. O Élder Benjamin De Hoyos, Setenta Autoridade Geral que preside a Área América do Sul Sul, e sua esposa, Irmã Evelia De Hoyos, acompanharam o casal Uchtdorf.

Trabalho missionário com o Espírito

O Élder Uchtdorf começou seu discurso, falando sobre sua experiência ao ensinar uma família chilena juntamente com as sisteres. “Foi maravilhoso”, disse e acrescentou a importância de incluir os membros locais na integração e no ensino de pessoas interessadas. 

Ele também ressaltou o poder do Livro de Mórmon combinado com o Espírito para convidar as pessoas a lerem. “Vocês verão o poder do Espírito Santo combinado com a Luz de Cristo”, compartilhou.

Ser genuínos

Segundo o apóstolo, os missionários não devem hesitar ao convidar as pessoas a serem batizadas, pois o próprio Salvador estendeu essa tarefa a eles, Seus discípulos. Os missionários de tempo integral são extensões dos braços do Quórum dos Doze Apóstolos e devem servir a Cristo. Para fazê-lo, não precisam incorporar um tipo específico de missionário, mas devem usar “sua personalidade única”, usar seus talentos e gostos para ajudar as pessoas a se sentirem próximos deles e dos membros.

A Primeira Visão 

O convite de estudar a Primeira Visão, dado pelo Presidente Nelson, foi reforçado.

“Recomendo que leiam, semanalmente, o relato de Joseph sobre a Primeira Visão. Vocês perceberão que receberão forças. É uma mensagem extraordinária de um rapaz que queria saber o que fazer”, disse.

Sorrir sempre

A Irmã Harriet Uchtdorf compartilhou um pouco de sua história de conversão e também do grande carinho que tem pelos missionários, pois foi por meio deles que ela conheceu a Igreja. Ela nunca esquecerá os sorrisos nos rostos daqueles missionários que bateram em sua porta e encorajou os missionários presentes na reunião a sorrirem mais.

Ela também aconselhou os missionários a decidir fazer o seu melhor a cada dia, para que possam sempre ter boas memórias da missão. Ela disse que conheceu um ex-missionário que sentia remorso por não ter dado o seu melhor em sua missão. “Lhes digo isso na esperança de que não se lamentem depois”.

O Élder De Hoyos e sua esposa desafiaram os missionários a sorrirem mais e a compartilharem o evangelho destemidamente com amor, reforçando os convites feitos pelo casal Uchtdorf.

Fonte: Church News

Relacionado:

O que fazer para não sentir tanta saudade do seu filho que está na missão?

| Notícias

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *