4 Comunicados recentes da Igreja: Registro de membro de filhos de pais divorciados, animais de serviço e mais

Durante o mês de setembro de 2020, muitos comunicados foram feitos e direcionados à liderança da Igreja

No dia primeiro de setembro, foi anunciado um comunicado sobre registro de membro para filhos de pais divorciados, que permite que um registro de membro fora da unidade seja criado para que o nome da criança  apareça nas listas de classe e para que ele ou ela possam receber um chamado aonde frequentarem.

Somente uma semana depois, a Igreja também fez um comunicado sobre o uso de animais de serviço e animais de apoio emocional nas capelas.

Mais tarde foi feito um comunicado sobre o efeito do coronavírus nos membros da Igreja. Neste comunicado, foi pedido aos líderes da Igreja que documentassem o impacto da COVID-19 como parte da história anual de suas unidades.

Como as reuniões virtuais se tornaram mais comuns na Igreja, também foram feitas algumas orientações sobre diferentes opções de tecnologia que melhor servirão para diferentes situações, tais como reuniões sacramentais, aulas e outros.

Confira um breve resumo desses anúncios abaixo:

Registro de membro de filhos de pais divorciados

No dia 1º de setembro, a Igreja fez um anúncio com relação ao registro de membro de filhos com pais divorciados.

O comunicado afirma que enquanto um registro oficial de membro deve ser mantido e atualizado somente em uma unidade, “é possível criar um registro de membro de fora da unidade na outra ala ou ramo que a criança frequenta”. Permitindo assim que:

O nome e informações de contato da criança apareçam em listas da unidade e de sala e crianças com um registro de membro fora da unidade possam receber chamados e participar inteiramente aonde frequentarem.

Animais domésticos e de serviço nas dependências da Igreja

O comunicado do dia 10 de setembro de 2020, fala sobre o uso de animais de serviço nas capelas. De acordo com o anúncio, bispos e presidente de estaca podem determinar o uso de cães de serviço treinados para tais propósitos, porém, animais de suporte emocional geralmente não são permitidos a menos que seja uma exigência por lei.

Os bispos e presidentes de estaca são incentivados a levar em consideração as necessidades de pessoas portadoras de necessidades especiais e de outras pessoas na congregação.

O comunicado também afirma que cães de serviço e animais de apoio emocional não são permitidos nos templos. Os portadores de necessidades especiais são incentivados a frequentar o templo acompanhados de familiares ou amigos que possam ajudá-los ou a pedir ajuda aos oficiantes do templo.

Documentar o impacto da COVID-19: Preparar e submeter uma significativa história anual de estaca ou distrito em 2020

Uma carta dirigida às Autoridades Gerais, Setentas de Área, presidentes de estaca e distrito, bispos e presidentes de ramo e secretários de estaca, distrito, ala e ramo em 18 de setembro de 2020, convida a liderança da Igreja a “incluir o impacto do vírus como parte da história anual de 2020 da sua unidade”.

Este aviso fornece sugestões sobre o que documentar, incluindo o seguinte:

  • Mensagens sobre interrupções, administração do sacramento em casa e outras formas de comunicação que ofereçam esperança, instrução e encorajamento
  • Detalhes de como as reuniões foram adaptadas devido à COVID-19, como a tecnologia foi utilizada, como as ordenanças e funções da Igreja foram administradas e uma reflexão sobre as lições aprendidas com a experiência
  • Histórias sobre como a pandemia impactou indivíduos e famílias, incluindo o estudo em casa e o impacto na saúde mental, física e espiritual e bem-estar econômico

É solicitado que a liderança mantenha os relatórios confidenciais privados.

Diretrizes para o uso de tecnologias em reuniões virtuais

Recentemente, foi divulgada pela Igreja uma lista de diretrizes para reuniões virtuais, em um comunicado datado de 25 de setembro de 2020. Essas diretrizes incluem:

  • Minimizar as interrupções durante as reuniões sacramentais por meio de transmissão única
  • Encontrar soluções de streaming bidirecional para ensino eficaz em aulas, quóruns e outras reuniões
  • Utilizar uma tecnologia que é acessível e amigável
  • Evitar a compra desnecessária de equipamentos
  • Garantir que haja treinamento e suporte adequados para especialistas em tecnologia

As diretrizes também incluem detalhes sobre as opções de tecnologia de reunião virtual, como YouTube, Facebook, Google Meet e Zoom.

Fonte: LDS Living

| Notícias

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *