Você entende os capítulos de Isaías melhor do que pensa

Uma reclamação muito comum sobre a leitura do Livro de Mórmon é a dificuldade de entender os capítulos de Isaías em 2 Néfi.

Apesar da linguagem e dos simbolismos serem difíceis para os leitores modernos, na verdade entendemos esses capítulos mais do que pensamos.

O propósito de Néfi

Néfi não citou Isaías por 13 capítulos seguidos porque ele queria que entendêssemos tudo o que estava neles. Na verdade, o propósito dele era muito mais específico.

Ele explica o propósito logo antes de citar Isaías. Em 2 Néfi 11, Néfi explicou:

“E agora eu, Néfi, escrevo mais das palavras de Isaías… pois ele verdadeiramente viu meu Redentor, assim como eu o vi. E meu irmão Jacó também o viu como eu o vi; portanto, enviarei as suas palavras aos meus filhos, para provar-lhes que as minhas palavras são verdadeiras. Portanto, pelas palavras de três, disse Deus, estabelecerei a minha palavra… eis que minha alma se regozija em provar ao meu povo a veracidade da vinda de Cristo.” (2 Néfi 11:2-4)

Néfi afirmou que o propósito de citar Isaías é ensinar e testificar de Cristo. Ele chama testemunhas para testificar por experiência própria de que o Salvador virá. Néfi, Jacó e Isaías compartilharam de um testemunho especial de Cristo.

a expiação

O que todos eles têm em comum é que eles O viram em visão muito antes Dele vir a terra na carne. Eles são as “três testemunhas” originas do início do Livro de Mórmon, muito antes de Martin Harris, Oliver Cowdery, e David Whitmer colocarem seus testemunhos nas páginas iniciais do livro.

Como o Élder Jeffrey R. Holland explicou:

“É interessante notar que houveram três testemunhas anteriores – testemunhas especiais… três grandes testemunhas proféticas de Jesus Cristo pré-mortal – Néfi, Jacó e Isaías. Essas três vozes doutrinárias e visionárias deixam bem claro desde o início o porquê o Livro de Mórmon é ‘outro testamento de Jesus Cristo’… Seus escritos constituem 135 páginas completas das placas menores. Quando lemos Néfi, Jacó e Isaías nessas primeiras páginas, um forte fundamento já foi estabelecido para o que Néfi chamou de ‘a doutrina de Cristo’” (Jeffrey R. Holland, Christ and the New Covenant).

Néfi citou os capítulos de Isaías que tratam de dois tópicos principais – e ambos são Cristo. Estes tópicos são: a primeira vinda de Cristo (seu nascimento, ministério e morte) e a segunda vinda de Cristo (a Restauração que a precede e o Milênio que a segue).

Conhecer o objetivo de Néfi, nos ajuda a entender os capítulos de Isaías, ou pelo menos entender o que ele quer que entendamos.

Para ilustrar aos meus alunos a importância de nos concentrarmos em Cristo quando estudamos 2 Néfi, faço uma dinâmica onde mostro um pedaço de uma imagem e peço que eles pensem o que é.

Depois revelo a imagem completa de onde extraí aquele pedaço. Utilizo uma pintura de Cristo. Eu explico que a imagem que eles estavam observando, é um pequeno pedaço de um detalhe sem importância da pintura.

Então pergunto como a atividade ilustra o erro que muitas pessoas cometem quando estudam Isaías em 2 Néfi. Meus alunos percebem rápido que aos nos concentramos em detalhes obscuros e sem importância, perdemos o ponto principal e falhamos em nos concentrarmos em Cristo.

Em minha experiência, esse é exatamente o problema que encaramos quando estudamos os capítulos de Isaías no Livro de Mórmon. Néfi quer nos ensinar sobre Cristo.

Uma das melhores fontes que nos ajudam a manter o foco em Cristo são os cabeçalhos dos capítulos. Os cabeçalhos identificam e explicam brevemente as profecias relacionadas a primeira e a segunda vinda de Cristo.

Essa pratica nos dará confiança de que entendemos a mensagem de Néfi nesses capítulos, melhor do que pensamos que fazemos.

Por que Isaías é tão confuso?

Ao confiarmos nos cabeçalhos dos capítulos para identificar e interpretar as passagens sobre Jesus Cristo, começaremos a reconhecer que essas profecias estão ocultas entre detalhes estranhos sobre guerras e outros da época de Isaías.

Parece que Isaías estava tentando, de propósito, ser obscuro e confuso. E ele estava mesmo. Isaías recebeu seu chamado para servir como profeta em 2 Néfi 16 (Isaías 6).

Isaías vê o nascimento de Cristo

Embora existam muitos símbolos confusos para nos distrair, o primeiro versículo e o cabeçalho do capítulo deixam claro no início que “Isaías vê o Senhor”. Por isso que Néfi considerou Isaías uma testemunha tão especial de Cristo.

Isaías se sente indigno de permanecer na presença do Senhor, para que o Senhor o purifique através de um processo simbólico de purificação e depois pergunte: “a quem enviarei?”

Reconhecendo que essa é a razão pela qual ele foi trazido à presença do Senhor, Isaías responde rapidamente dizendo: “Eis-me aqui, envia-me a mim”.

Ao aceitar esse chamado profético, o Senhor envia Isaías a uma missão incomum. Ele ordena:

“Vai e dize a este povo — Ouvi bem, mas não entenderam; e vede bem, mas não perceberam. Engorda o coração deste povo, endurece-lhe os ouvidos e fecha-lhe os olhos — não venha ele a ver com os seus olhos e ouvir com os seus ouvidos e entender com o seu coração e converter-se e ser curado.” (2 Néfi 16:9-10)

Outras traduções desses versículos deixam claro que significa basicamente “vai e ensina a esse povo porque eles te ouvem, mas não entendem”.

Como o povo da época de Isaías não estava pronto para receber sua mensagem sobre Cristo, o Senhor chamou Isaías para ensinar essas coisas de uma maneira que seria difícil de entender. Isaías usou linguagem simbólica e escondeu suas profecias entre eventos não relacionados a sua época.

Entendendo Isaías em 2 Néfi

Depois que Néfi termina sua extensa citação de Isaías, ele admite algo que pode nos surpreender. Ele escreve:

“Isaías disse muitas coisas que, para muitos de meu povo, eram de difícil compreensão; porque não conhecem o modo de profetizar dos judeus. Porque eu, Néfi, não lhes ensinei muitas coisas sobre os costumes dos judeus.” (2 Néfi 25:1-2)

Néfi reconhece que Isaías é difícil de entender, então ele explica que a maneira para entender Isaías é saber como os judeus profetizavam, e ainda, apesar dessa ser uma informação útil, ele conclui dizendo que não usa muito para ensinar seu povo.

Néfi dá uma explicação mais elaboradas nos versículos seguintes:

“Sim, e minha alma deleita-se nas palavras de Isaías, porque vim de Jerusalém e meus olhos viram as coisas dos judeus, e sei que os judeus compreendem as coisas dos profetas, e não há outro povo que, como eles, compreenda as coisas que foram ditas aos judeus, a não ser que sejam ensinados à maneira das coisas dos judeus. Mas eis que eu, Néfi, não ensinei meus filhos à maneira dos judeus; mas eis que eu próprio residi em Jerusalém; conheço, portanto, as regiões circunvizinhas; e fiz menção a meus filhos dos juízos de Deus que se deram entre os judeus, de acordo com tudo o que disse Isaías; e eu não os escrevo.” (2 Néfi 25:5-6)

Néfi explica que cresceu em Jerusalém, e conhece a geografia e a história, então ele entende os eventos, as pessoas e as localizações descritas por Isaías.

No entanto, Néfi deixa claro que isto não é algo que ele ensina para seus filhos. Ele somente menciona que Jerusalém foi destruída, assim como os profetas alertaram.

E mais uma vez, a postura de Néfi apoia o fato dele querer que aprendamos sobre jesus Cristo. Ele não está preocupado se entendemos as outras coisas que Isaías fala.

Ele está tentando dar uma única mensagem e ele não quer que seus filhos e leitores se distraiam.

Essa é a ironia nos capítulos de Isaías. As coisas que mais nos confundem não são as coisas que Néfi se preocupava em ensinar. Ele queria nos ensinar sobre Cristo.

E na verdade, entendemos essas profecias melhor do que as pessoas da época de Néfi, porque elas já foram ou estão sendo cumpridas. Como Néfi explicou:

“Nos dias em que se cumprirem as profecias de Isaías, os homens certamente saberão, quando elas se realizarem. Elas são, portanto, de valor para os filhos dos homens… pois sei que lhes serão de grande valor nos últimos dias; porque naquele dia as entenderão; portanto, as escrevi para o seu bem.” (2 Néfi 25:7-8)

Quando Néfi diz que “as palavras de Isaías [são] …claras a todos os que estão cheios do espírito de profecia” (2 Néfi 25:4), ele não está se exibindo. Ele realmente acredita nisto.

Frases de Jesus

E ele está certo. As coisas que Néfi quer que entendamos são claras para nós. Se não são, então o cabeçalho do capítulo esclarece.

Por exemplo, entendemos que “o monte da casa do Senhor” que todas as nações se unirão nos últimos dias é uma referência aos templos e a “coligação de Israel” (2 Néfi 12:1, cabeçalho).

Entendemos essas palavras porque pessoalmente temos ido a esses templos para coligar Israel em ambos os lados do véu, para preparar o mundo para a segunda vinda de Cristo.

Entendemos o significado de “uma virgem conceberá e dará à luz um filho” (2 Néfi 17:14, cabeçalho) porque crescemos ouvido a história do nascimento de Cristo e podemos ler Mateus explicando sobre o cumprimento deste versículo (ver Mateus 1:22-23).

Essa profecia de Cristo é ainda mais clara para nós do que jamais seria na época de Isaías!

Esperamos o dia que Cristo voltará e “julgará em justiça”, quando “morará o lobo com o cordeiro” e o “conhecimento de Deus cobrirá a Terra no milênio” (2 Néfi 21:6-9, cabeçalho).

Entendemos todas essas profecias de Cristo melhor do que qualquer outra época, porque vivemos para ver o cumprimento delas.

Conclusão

Ao lermos os capítulos de Isaías, espero que a intenção de Néfi nos inspire a nos concentrarmos nas profecias de Jesus Cristo.

Quando encontrarmos eventos históricos, localizações geográficas ou nomes pessoas que não estamos familiarizados, não devemos nos estressar. Devemos continuar a leitura.

Devemos continuar buscando pelas profecias de Isaías sobre Cristo. Se entendermos as outras coisas, ótimo, mas este não deve ser o nosso foco. Não se queremos entender sobre quem Néfi quer nos ensinar – Jesus Cristo.

Fonte: Meridian Magazine

Relacionado:

5 dicas para ensinar sobre a Expiação de Jesus Cristo

| Livro de Mórmon

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *