11 perguntas para se fazer se você não acha que o Livro de Mórmon é verdadeiro

o nome mormon

Ainda me lembro do lugar exato em que eu estava sentado quando soube que o Livro de Mórmon era verdadeiro. Eu estava em uma cadeira de praia, em uma varanda em Corona del Mar, Califórnia, esperando o momento perfeito para poder ir surfar.

Fazia pouco tempo desde que tinha começado a conhecer seriamente a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias quando comecei a ler o Livro de Mórmon.

Quando comecei meu estudo, percebi que a coisa mais importante que eu poderia fazer era descobrir se o Livro de Mórmon era verdadeiro ou não.

As pessoas que se opõem à Igreja não gostam que alguém diga: “eu sei que o Livro de Mórmon é verdadeiro”.

Embora pareça repetitivo, eu não sei de que outra forma dizer: eu sei que o Livro de Mórmon é verdadeiro! Mas, eu não quero deixar você com essa impressão, quero te ajudar e vou te dizer como é que eu sei que ele é verdadeiro.

Ver para crer?

Obter uma resposta não foi algo que aconteceu da noite para o dia. No meu caso, eu precisava de provas, não era suficiente que alguém me dissesse que era verdade. Para mim, a existência do Livro de Mórmon tinha que ter lógica. Tinha de fazer sentido.

Quando comecei a investigar mais, percebi que havia muitas pessoas dizendo que o Livro de Mórmon era uma mentira. Isso me deu mais vontade de lê-lo e estudá-lo.

Outra coisa que observei foi que a maioria das pessoas que condenavam publicamente o Livro de Mórmon, nunca o tinham lido. Eles se deixavam levar pela palavra de seu pastor, de seus pais, amigos ou de qualquer outra pessoa sem sequer ter a oportunidade de lê-lo.

Acho muito engraçado que alguém me diga, com absoluta certeza, que o Livro de Mórmon não é verdadeiro mesmo depois de ter admitido que nunca o leram.

O Livro de Mórmon é uma mentira?

Simplificando, se o Livro de Mórmon é verdadeiro, então Joseph Smith foi um profeta. Se Joseph Smith era um profeta, então a Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias é a mesma Igreja que Cristo estabeleceu enquanto estava na terra.

É simples assim.

libro de mormón

Assim, a questão que envolve todas as perguntas está relacionada à veracidade do Livro de Mórmon.

Tudo o que surge em torno do livro leva relevância se é que o Livro de Mórmon é verdadeiro, por isso não consigo entender por que tantas pessoas dedicam tanto do seu tempo para criticar todos os outros aspectos ou doutrinas da Igreja.

Se você vai atacar alguma coisa, vá direto ao cerne da questão e concentre-se no Livro de Mórmon. Se você cortar a raiz, o resto morrerá, certo? Se você remover a pedra angular, a estrutura entrará em colapso.

Um dos meus amigos e um converso à Igreja disse algo que nunca esquecerei e que de modo algum o fez com a intenção de desrespeitar o Livro de Mórmon.

Ele estava me falando sobre os diferentes momentos em que sua fé e o papel que o Livro de Mórmon desempenhava em sua vida foram provados. Com um sorriso no rosto ele me disse:

 “Se você lançasse uma bomba nuclear sobre o meu testemunho, o Livro de Mórmon seria como aquela pequena barata que sairia à superfície de debaixo de todos os escombros.”

Não há como negar a existência desse livro. Está lá para todos lerem, e você pode sobreviver a todos e cada um dos ataques que você recebe.

Se você tiver dúvidas sobre a restauração ou Joseph Smith, basta ler o Livro de Mórmon e se fazer as seguintes perguntas:

  1. Poderia um jovem sem educação formal chegar a escrever mais de 600 páginas de escrituras antigas por conta própria e que também eram historicamente precisas e de natureza profética?
  2. É possível que esse jovem compreendesse e incluísse estilos de escrita literária hebraica antiga, como expressões idiomáticas e quiasmos, alguns dos quais não foram descobertos até muitos anos depois de sua morte?
  3. Como Joseph Smith pôde saber tanto sobre o Oriente Médio, especialmente sobre a Península Arábica, de onde Leí e sua família vieram? O livro inclui descobertas sobre aquela região que ninguém havia descoberto até aquele momento.
  4. Como Joseph Smith conseguiu inventar cerca de 200 novos nomes no Livro de Mórmon que mais tarde seriam de natureza semítica?
  5. Se você acha que Joseph Smith não poderia ter escrito este livro, então de onde surgiu? Se dissermos que o diabo o incitou a escrevê-lo, então por que Satanás publicaria outro testamento de Jesus Cristo, um livro que não faz mais que fomentar a retidão? Jesus disse que uma casa dividida contra si mesma cairia.
  6. Quem são as “outras ovelhas” de João 10:16 que ouviriam a voz de Jesus?
  7. Por que existem volumes de livros escritos por autores que não são Santos dos Últimos Dias que afirmam que Cristo veio e visitou o continente americano há milhares de anos, conforme registrado no terceiro Néfi? Como Joseph Smith poderia ter tal conhecimento quando, naquela época, ninguém sequer considerou essa ideia?
  8. Se temos a vara de Judá (registro dos judeus ou a Bíblia), onde está a vara de José referido em Ezequiel 37: 15-20? O Livro de Mórmon é a única explicação para esse versículo. Leí era descendente de José. Você acredita que Joseph Smith poderia ter esse conhecimento por acaso?
  9. Como é possível que haja tantas testemunhas do Livro de Mórmon e das placas e que nenhuma delas tenha negado seu testemunho mesmo quando alguns deles se incomodaram com Joseph Smith? Com tantas pessoas envolvidas, uma mentira de tal magnitude poderia facilmente ter sido descoberta.
  10. Como é que o Livro de Mórmon nunca caiu em contradições, apesar de ser um livro extremamente complexo? Depois de todos estes anos, alguém devia ter encontrado algo, mas não foi assim.

E a questão mais importante que você precisa se perguntar é:

  1. Como me sinto ao ler o Livro de Mórmon?

Não deixe ninguém lhe dizer que você não pode confiar em seus sentimentos. Nós somos seres espirituais, e se não podemos confiar em nossos sentimentos, então por que os temos?

Uma e outra vez no Antigo e no Novo Testamento, somos informados de que podemos confiar nessa “voz mansa e delicada” para nos guiar em nossa tomada de decisão. (1 Reis 19:12)

Eu poderia compartilhar evidências após evidências que sustentam a veracidade do Livro de Mórmon, mas cada uma dessas evidências ficou de lado em comparação com o sussurro do Espírito naquele dia na praia.

Se você nunca leu o livro, essa é a sua chance!

Se é mesmo o que pretende ser, então esse pode ser o livro mais importante que você já leu. Pessoalmente, acho que faz menos sentido acreditar que Joseph Smith tenha conseguido tudo isso sem ajuda Divina do que acreditar que Deus preservou um registro que seria publicado nos últimos dias.

Na verdade, seria completamente impossível por causa das muitas coisas que ele acertou e que não haviam sido descobertas na época. Isso não é algo que se consegue sem ajuda dos céus.

Não há dúvida de que essas placas existiram. Muitas pessoas puderam tocá-las com as próprias mãos e vê-las com os próprios olhos.

Mesmo as pessoas que tentaram roubá-las de Joseph sabiam que ele tinha algo especial. As placas existiam, e agora você pode segurar esse registro com suas próprias mãos e descobrir por si mesmo se eles são verdadeiros.

Quero que o meu testemunho seja como o do Élder Holland.

“Quero que fique absolutamente claro quando eu me colocar diante do tribunal de Deus que declarei ao mundo (…) que o Livro de Mórmon é verdadeiro.” – “Segurança para a alma

Fonte: Greg Trimble

| Livro de Mórmon

Comente

Seu endereço de e-mail não será divulgado. Os campos obrigatórios estão marcados com *