Temos vários personagens chamados Néfi no livro de Mórmon. Néfi não é apenas um nome de pessoas, ele também foi um título usado por reis do passado:

“Portanto, o povo queria que a memória de seu nome [o nome de Néfi] fosse conservada e que todos os que governassem em seu lugar fossem chamados, pelo povo, de Néfi segundo, Néfi terceiro e assim por diante, de acordo com os governos dos reis; e assim foram chamados pelo povo, fosse qual fosse seu nome.” (Jacó 1:11)

Também era o nome de terras ou cidades (Alma 27:1), de registros (1 Néfi 9:2) e de partes ou livros do Livro de Mórmon (temos 1º Néfi, 2º Néfi, 3º Néfi e 4º Néfi).

Mas concentremo-nos nos personagens do Livro de Mórmon.

Néfi, filho de Leí

No Livro de Mórmon, Néfi é um filho justo de Leí e Saria (1 Né. 1:1–4; 2:5). Néfi possuía uma fé inabalável na palavra de Deus (1 Né. 3:7) e tornou-se um grande profeta, mantenedor de registros e líder de seu povo.

  • Foi obediente e orou com fé, 1 Né. 2:16.
  • Retornou a Jerusalém para obter as placas de latão, 1 Né. 3–4.
  • Voltou a Jerusalém a fim de trazer a família de Ismael para o deserto, 1 Né. 7.
  • Recebeu a mesma visão que Leí, 1 Né. 10:17–22; 11.
  • Viu em visão o futuro de seu povo e a restauração do evangelho, 1 Né. 12–13.
  • Interpretou a visão da árvore da vida, 1 Né. 15:21–36.
  • Quebrou seu arco, mas em virtude de sua fé conseguiu obter alimento, 1 Né. 16:18–32.
  • Construiu um barco e viajou à terra da promissão, 1 Né. 17–18.
  • Os nefitas e lamanitas se separaram, 2 Né. 5.
  • Prestou o seu testemunho final, 2 Né. 33.

Eles escreveu dois livros do Livro de Mórmon:

Livro de 1 Néfi

Os capítulos 1–18:8 tratam principalmente da partida do profeta Leí e de sua família de Jerusalém. Eles viajaram por desertos áridos até chegar ao mar. Em 1 Né. 18:9–23 é registrada a viagem deles à terra prometida, conforme guiados pelo Senhor, apesar da rebelião de Lamã e Lemuel. Nos capítulos 19–22, fala-se do objetivo de Néfi ao manter registros (1 Né. 6; 19:18) — o de persuadir todos a se recordarem do Senhor seu Redentor. Ele citou Isaías (1 Né. 20 e 21) e interpretou as mensagens de Isaías, com a esperança de que todos viessem a conhecer Jesus Cristo como o seu Salvador e Redentor (1 Né. 22:12).

Livro de 2 Néfi

Os capítulos 1–4 contêm alguns dos últimos ensinamentos e profecias transmitidos por Leí antes de morrer, inclusive as bênçãos a seus filhos e aos descendentes deles. O capítulo 5 explica por que os nefitas se separaram dos lamanitas. Os nefitas construíram um templo, ensinaram a lei de Moisés e fizeram registros. Os capítulos 6–10 trazem as palavras de Jacó, irmão mais jovem de Néfi. Ele fez um retrospecto da história de Judá e algumas profecias sobre o Messias, algumas das quais foram extraídas dos escritos do profeta Isaías. Nos capítulos 11–33 Néfi registrou o seu testemunho de Cristo, o testemunho de Jacó, profecias sobre os últimos dias e diversos capítulos do livro de Isaías, do Velho Testamento.

Néfi, Filho de Helamã

No Livro de Mórmon, grande profeta e missionário nefita. Ele recebeu o poder selador e realizou grandes milagres.

  • Era o filho mais velho de Helamã, Hel. 3:21.
  • Foi nomeado juiz supremo, Hel. 3:37.
  • Ele e seu irmão Leí converteram muitos lamanitas ao evangelho, Hel. 5:18–19.
  • Foi envolto como que por fogo e libertado da prisão, Hel. 5:20–52.
  • Orou da torre de seu jardim, Hel. 7:6–10.
  • Revelou o assassinato do juiz supremo, Hel. 8:25–28; 9:1–38.
  • Recebeu grande poder do Senhor, Hel. 10:3–11.
  • Pediu ao Senhor que mandasse fome, e mais tarde que ela terminasse, Hel. 11:3–18

Néfi, Filho de Néfi, Filho de Helamã

No Livro de Mórmon, um dos doze discípulos nefitas escolhidos por Jesus Cristo ressuscitado (3 Né. 1:2–3; 19:4). Esse profeta orou fervorosamente ao Senhor em favor de seu povo. Néfi ouviu a voz do Senhor (3 Né. 1:11–14) e também foi visitado por anjos; expulsou demônios, levantou seu irmão dentre os mortos e prestou um testemunho irrefutável (3 Né. 7:15–19; 19:4). Néfi manteve os registros de seu povo (3 Né. 1:2–3).

Livro de 3 Néfi

Livro escrito por Néfi, filho de Néfi, no Livro de Mórmon. Os capítulos 1–10 mostram o cumprimento das profecias sobre a vinda do Senhor. Foi dado o sinal do nascimento de Cristo; o povo arrependeu-se; porém depois voltou à iniquidade. Finalmente, furacões, terremotos, tempestades violentas e grande destruição assinalaram a morte de Cristo. Os capítulos 11–28 registram a vinda de Cristo às Américas. Essa é a parte central do livro de 3 Néfi. Muitas das palavras de Cristo são semelhantes aos Seus sermões registrados na Bíblia (por exemplo, Mt. 5–7 e 3 Né. 12–14). Os capítulos 29–30 são as palavras de Mórmon às nações dos últimos dias.

Livro de 4 Néfi

Este livro tem apenas 49 versículos, todos em um só capítulo; entretanto, abrangem quase 300 anos da história nefita (34–321 d.C.). Diversas gerações de autores, inclusive Néfi, contribuíram para os registros. Os versículos 1–19 esclarecem que após a visita do Senhor ressuscitado, todos os nefitas e lamanitas converteram-se ao evangelho. Reinaram a paz, o amor e a harmonia. Os três discípulos nefitas, aos quais o Senhor permitiu que permanecessem na Terra até a Sua Segunda Vinda (3 Né. 28:4–9), ministraram ao povo. Néfi transmitiu o registro ao seu filho Amós. Os versículos 19–47 são o registro do ministério de Amós (84 anos) e o de seu filho Amós (112 anos). Em 201 d.C. o orgulho começou a causar problemas entre o povo, que se dividiu em classes e começou a fundar igrejas para obter lucro (4 Né. 1:24–34).

Os versículos finais de 4 Néfi mostram que o povo havia retornado à iniquidade (4 Né. 1:35–49). No ano 305 d.C. morreu Amós, filho de Amós, e seu irmão Amaron escondeu todos os registros sagrados, por motivo de segurança. Mais tarde Amaron confiou os anais a Mórmon, que registrou muitos eventos ocorridos durante o seu tempo de vida e depois os resumiu (Mórm. 1:2–4).

Relacionado:

Você é um Néfi ou um Lamã? Entender o Caminho que Leva à Apostasia